Coluna Social 3.06.20
Publicado em 03/06/2020

Marcos Pintos

Cidade: Bagé / RS
Colunista social - Paralelo MP
Marcos Pintos

Paralelo MP

Foto: -

Arquivo social: Eunice de Bittencourt Machado e a filha, Cíntia de Bittencourt Machado, em evento de moda Strelitza

“A violência, sob qualquer forma que se manifeste, é um fracasso”.

Jean-Paul Sartre

 

Testemunho em quarentena

          A convidada de hoje do especial é Cristina Rezende Moglia. Da Estância Laguna Negra, Uruguai, a mãe de Fernando e Isadora deu seu testemunho direto do campo de oliveiras, cultura que empreendeu em parceria com o pai, Paulo Gomes Moglia, no ano de 2007. Vamos a ele... “Estamos há mais de mês aqui fora nos reinventando enquanto família e seres humanos. Neste período traumático, procuro dar toda atenção possível às crianças fazendo com que vivam o campo em totalidade, assim como eu na infância. Para tanto, “zero” televisão. Cresci para fora. Morei na estância (leia-se Lagoa, Aceguá) até os 7 anos, o que fez de mim a pessoa que sou hoje. Lindo ver como as crianças estão aplicadas em aprender e vivenciar uma vida livre, longe daquele modo automático pré-pandemia. Fernando e Isadora me acompanham em tudo, desde a poda das oliveiras até o manejo das ovelhas. Baita experiência para mim, enquanto mãe. Hoje, a alegria é grande por aqui. Faremos balanços nas árvores com a colaboração de todos. Claro que é difícil estar longe. Sentimos falta da família e dos amigos. Mas sabemos que tudo vai passar e estaremos juntos novamente. Fica a noção de como somos frágeis enquanto seres humanos. Por isso, estamos dando muito mais valor à vida e às pequenas coisas que, na verdade, são as que nos fazem realmente felizes”. À Cristina, muito obrigado por dividir conosco sua experiência.

Reservas & protocolo  

Pela checagem da coluna, o Dia dos Namorados vai bombar os restôs locais dentro das regras de distanciamento exigidas pelo Executivo municipal. Barô, San Valentino e Casa Rosa (SushiHouse e Taco’s) são alguns dos locais que estão na reta final das reservas. Vale lembrar: é preciso seguir o protocolo sanitário e utilizar máscaras para adentrar os ambientes. À mesa, retira-se a proteção, porém, para circular até a toillete, por exemplo, é preciso recolocá-la. A noite mais romântica do ano promete dar um gás na cena gastronômica bageense. Aqui na Folha, vibramos junto aos empresários e suas respectivas equipes. #VaiPassar!

Doçura de mãe para filha

Diz o velho ditado: “a fruta não cai longe do pé”, no que a coluna concorda plenamente quando falamos em Izinha Saraiva e sua filha, Ana Carolina. Depois de anos arrasando na produção de tortas e doces, Izinha aposentou-se do ofício, deixando seu precioso dom – e caderno de receitas – nas mãos de Carolina. O que fez ela? Criou a “Da Carol, Produtos Artesanais”, especializada em tortas, doces caseiros e docinhos. A campeã de audiência, na opinião deste colunista/formigão, é a torta de nozes, bem como a de negrinho e branquinho. Ambas, soberbas! Sigam o perfil de Carol no Instagram e deliciem-se com as imagens.

Debut NTX

As irmãs Nora Teixeira e Bettina Becker tomaram a decisão de não realizar a edição 2020 do Baile de Debutantes NTX. Famoso pela atmosfera de sonho construída à noite de gala, o evento envolve as gurias em intensa programação nos meses antecedentes – o que tornou-se impossível devido à pandemia. A assessoria de imprensa NTX informa à mídia social gaúcha que o baile foi transposto para o início da temporada social 2021, no mês de março.

Serviço exclusivo

A coluna solicitou sugestões que pudessem jogar luz ao Dia dos Namorados em tempo de pandemia. Entre as dicas recebidas (algumas, impublicáveis!), uma chama à atenção. Ela vem do garçom Luís Fernando da Silveira. “Sugiro aos casais que optarem por ficar em casa, que contratem um profissional para servir o jantar dentro do protocolo de sequência”, indicou. Sugestão apropriada para o start da noite...


Deixe sua opinião