No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Coluna Social 23.03.20
Publicado em 23/03/2020

Marcos Pintos

Cidade: Bagé / RS
Colunista social - Paralelo MP
Marcos Pintos

Paralelo MP

Foto: -

Mari e Lucinha Kalil, irmãs, amigas, protetoras. Exemplo de amor incondicional até o fim. E depois dele...

“Deus mandará que seus anjos cuidem de mim e me protejam onde quer que eu vá”.

Rei Davi

 

O Novo Céu e a Nova Terra

Domingo, 22 de março de 2020. Como em todos os domingos, preciso acordar cedo para redigir a edição das segundas-feiras. Após seguir o “protocolo do despertar”, descrito a vocês na última semana, saí para passear com o cusco antes de iniciar o processo narrativo. Energia diferente no ar. Brisa indecifrável. Arrepios... Seriam os fluídos magnéticos do outono recém-chegado captados pela sensibilidade? Observando o firmamento de azul espetacular, fui remetido a sublime texto bíblico, escrito por São João no Livro do Apocalipse... “Eis que depois vi um Novo Céu e uma Nova Terra. O primeiro céu e a primeira terra tinham desaparecido e o mar não existia mais. Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu vestida como uma noiva enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que vinha do trono, dizendo: Agora, a morada de Deus vai ser entre os homens. Deus habitará com eles e eles serão povos de Deus. Então, o próprio Deus estará com eles. Deus enxugará todas as lágrimas de seus olhos e a morte já não existirá mais. Não haverá mais luto, nem choro, nem dor, porque as coisas velhas já passaram.” E aquele que estava sentado no trono disse: “Olhem, eu estou fazendo tudo novo!”, e acrescentou: “Escreva isto, porque estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança...”. Passados mais de dois mil anos, cá estou, tomado por uma emoção nunca antes sentida, transcrevendo as palavras de João diante do momento previsto...

 

Somos todos peregrinos

Domingo de sol e brisa. Transição de estações e ciclos. Assim o espiritual programou para receber Mariana Kalil. Porto-alegrense de coração bageense, Mari foi uma das mais brilhantes jornalistas da sua geração. Desde que descobriu o câncer, ao lado dos pais, doutor Renato Kalil e Yolanda, da mana, Lúcia, do mano, Conrado, do marido, Chiquinho Sperotto, da melhor amiga, Alessandra Souza, e das milhares de seguidoras, lutou bravamente em busca da cura. A física não veio; a espiritual, seguramente... É nisso que devemos nos deter, caros amigos. Antes de aportarmos à realidade terrena, traçamos, junto aos anjos guardiões, um plano “pré-encarnação” onde constam as provas pelas quais devamos passar com fim único de sublimar a alma. Na de lei de Ação e Reação, o presente explica o passado preparando-nos, se bem utilizarmos o livre-arbítrio, para o futuro. A que futuro me refiro? Um futuro etéreo, em planos bem-aventurados, onde os espíritos (nós) não mais presos à matéria compacta, reféns de sentidos limitados, gozam de percepções harmônicas imensuráveis à realidade na qual ainda estamos imersos. A Terra, caríssimos, é apenas a escola preparatória para algo muito, muito maior. Acreditem. Mari Kalil, assim como tantos outros seres corajosos no cumprimento de seus planos evolutivos, provou estar digna de voar o céu das virtudes deixando linda lição: aqui, somos todos peregrinos...

 

Salmo 91: à sombra do Altíssimo...

Muitos percebem que é chegado o tempo em que material obriga-se a ceder espaço ao essencial para que o processo evolutivo aconteça. É preciso alimentarmo-nos de fé para encarar as dores que são o prelúdio da cura. Assim, a coluna transcreve um dos mais belos Salmos, aquele que, quando rezado em profundidade, coloca-nos à sombra do Altíssimo protegendo-nos dos tentáculos do medo:

“Ó Senhor Deus, Tu és o meu defensor e o meu protetor. Tu és o meu Deus. Eu confio em Ti.

Livrai-me dos perigos e das doenças mortais.

Cubra-me com suas asas e debaixo delas eu estarei seguro.

Com tua proteção, Senhor, não terei medo dos perigos e das doenças da noite, nem de assaltos durante do dia.

Não terei medo da peste que se espalha na escuridão, nem dos males que matam ao meio dia.

Ainda que mil pessoas caiam mortas a meu redor, eu nada sofrerei.

Nada sofrerei porque fiz do Senhor Deus o meu protetor e do altíssimo o meu defensor.

Por isso nenhum desastre me acontecerá e a violência não chegará perto de minha casa.

Deus mandará que seus anjos cuidem de mim e me protejam onde quer que eu vá.

Eles vão me segurar com suas mãos para que meus pés não sejam feridos pelas pedras.

Deus diz: “Eu salvarei aqueles que me amam e me reconhecem como Deus e Amigo.

Eu os livrarei e farei com que sejam respeitados.

Como recompensa lhes darei saúde, vida longa e mostrarei minha salvação”.


Deixe sua opinião