No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Divaldo Lara aguarda decisão para voltar ao comando da prefeitura
Publicado em 13/12/2019

Márcia Sousa

Márcia Sousa

Foto: Divulgação/FS

Prefeito diz que retorno significa muito trabalho

O advogado de defesa do prefeito Divaldo Lara, na esfera cível, Cristiano Gessinger, entrou com agravo de instrumento, ontem, na 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Gessinger solicita que a mesma decisão do desembargador Júlio César Finger, da Câmara Criminal, que revogou o afastamento do prefeito, seja a decisão do desembargador relator na área cível, tendo em vista que o embasamento foi o mesmo. Ou seja, material colhido pelo Ministério Público. Na decisão de Finger, estão fundamentadas origem dos bens de Divaldo Lara, declarações de Imposto de Renda, entre outros, que fizeram o desembargador rever sua decisão de 25 de setembro. 
Quando já havia sido determinado o afastamento do prefeito pelo Tribunal de Justiça do RS, a 2ª Vara Cível de Bagé, através da juíza Marina Gonçalves, tomou a mesma decisão alegando improbidade administrativa. Segundo o advogado de defesa, por se tratar da mesma peça documental analisada, o que provocou essa segunda decisão, nada mais justo que se revogue também a determinação da juíza Marina, o que está sendo feito no Tribunal de Justiça em Porto Alegre.
Agora, a expectativa do Divaldo Lara, de seus amigos e apoiadores, é que a volta à prefeitura seja apenas uma questão de curto espaço de tempo; o que é o mais provável, tendo em vista as fundamentações apresentadas pela defesa e que surtiram efeito na última quarta-feira, quando não foi necessária uma sessão para julgamento do pedido de revogação do afastamento.  Gessinger acredita que a decisão ocorrerá hoje ou na próxima semana.  

O que diz o prefeito
Divaldo Lara ressalta que recebeu a decisão do desembargador com imensa alegria, pois sempre teve a certeza que esse dia iria chegar. “É uma decisão íntegra, porque corrige uma injustiça comigo, minha família, amigos, eleitores e com a cidade de Bagé, que está em desenvolvimento, no caminho certo”, diz. O prefeito afirma que sua volta significa continuar trabalhando com muita força e humildade pela cidade, acreditando e respeitando sempre as decisões da Justiça.


Deixe sua opinião