No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Comentando 85093
Publicado em 06/07/2019

José Higino Gonçalves

E-mail: higinobage@gmail.com
Cidade: Bagé / RS
Editor de esportes, Higino Gonçalves foi editor geral do tradicional jornal Correio do Sul por quatro décadas. Conhecedor do esporte e de sua história, mantém cobertura diária das atividades desportivas e coluna sobre a história e curiosidade do esporte local e regional, compondo um verdadeiro almanaque do tema aos sábados
José Higino Gonçalves

DE VOLTA AO ACESSO, o Guarany coroou uma campanha desenvolvida por uma diretoria que soube administrar dificuldades, uma comissão técnica que trabalhou de forma silenciosa e um grupo de jogadores que preferiu o coletivo ao estrelismo. Fatores que, combinados, conduziram ao sucesso.
AGORA, CONTRA O Brasil  de Farroupilha, este também com a vaga assegurada, dois jogos para decidir o título e o troféu de campeão da segunda divisão de profissionais (este o nome oficial da competição, terceirona é termo de gíria).
GUARANY ESTÁ invicto há 18 jogos oficiais, quatro do ano passado, sob o comando de Badico, e 14 de 2019, sob a liderança de Vanderson Pereira. Este é filho de Joubert, antigo zagueiro passo-fundense, que, aliás, assistiu domingo passado ao jogo da classificação, diante do Gaúcho.
CONQUISTA ALVIRRUBRA transcendeu às páginas esportivas e virou destaque na coluna social de Marcos Pintos, com amplo destaque da comemoração.
A QUARTA-FEIRA, a partir de reunião do presidente Rafael Alcalde e o treinador Badico, foi o marco de uma espécie de “sacudida” no Bagé. Reforços foram anunciados para a Copa “Seu Verardi”e outros aspectos foram tratados.
INDICAÇÃO DE BADICO, o antigo lateral Jesus Martins deve ser assessor técnico. Martins começou a carreira de jogador do Bagé, na segunda metade da década de 1980, depois foi para o Guarany e passou por vários clubes, inclusive o Internacional de Porto Alegre.
TREINADOR DO também invicto Brasil de Farroupilha é Alê Menezes, que foi um dos maiores goleadores do futebol gaúcho e que, entre os vários clubes por qual passou, está o Guarany.
NA EXPECTATIVA da definição de rumos para o segundo semestre, o volante Matheus Damasceno trabalha como motorista de táxi no Rio de Janeiro,
EM 1989, TAL QUAL agora, a Copa América foi realizada no Brasil. Pois Clóvis Barcellos, o popularíssimo Franquito, saiu de Bagé especialmente para, no Rio de Janeiro, conhecer seu ídolo, Diego Armando Maradona, que considerava melhor que Pelé, e chegou a fazer pichações neste sentido em vários pontos da cidade. Quis o destino, porém, que o bageense viesse a falecer repentinamente, na Cidade Maravilhosa, sem realizar o seu sonho.
 
 

Deixe sua opinião