No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Comentando 82211
Publicado em 23/03/2019

José Higino Gonçalves

E-mail: higinobage@gmail.com
Cidade: Bagé / RS
Editor de esportes, Higino Gonçalves foi editor geral do tradicional jornal Correio do Sul por quatro décadas. Conhecedor do esporte e de sua história, mantém cobertura diária das atividades desportivas e coluna sobre a história e curiosidade do esporte local e regional, compondo um verdadeiro almanaque do tema aos sábados
José Higino Gonçalves

NUM CAMPEONATO equilibradíssimo, não é nenhuma tragédia empatar em casa com o Guarani de Venâncio Aires. Claro que a perda de um pênalti quase no final do jogo dói na alma, mas o Bagé continua sendo um sério candidato à classificação para as quartas de final.
O JOGO DESTE FIM DE semana em Cachoeirinha, contra o Cruzeiro, entra para a história do futebol bageense. Pela primeira vez um clube local joga naquela cidade da Grande Porto Alegre, agora o “habitat” cruzeirista.
WELDER, o artilheiro que se tornou o xodó da torcida do Guarany em 2016, virou um sonho jalde-negro. Agora, o Esportivo levou a melhor e o jogador do Avenida foi para Bento Gonçalves.
O ADIAMENTO DA PRIMEIRA rodada da segunda divisão frustra o torcedor do Guarany. Há muita expectativa para ver em ação o time que está sendo montado por Vanderson Pereira.
TUDO ESTÁ A INDICAR que não haverá verba de televisão para os clubes do Gauchão na temporada de 2020.
HÁ QUEM IMAGINE que, quando de seu centenário, em 5 de agosto do próximo ano, o Bagé realize um amistoso com o Penharol de Montevidéu. É o jalde-negro mais tradicional da América do Sul.
EVANDRO ESTÁ MERECENDO atenção especial no Bagé. O volante é considerado uma opção importante no elenco.

Deixe sua opinião