Comentando - 4 de julho de 2020
Publicado em 04/07/2020

José Higino Gonçalves

E-mail: higinobage@gmail.com
Cidade: Bagé / RS
Editor de esportes, Higino Gonçalves foi editor geral do tradicional jornal Correio do Sul por quatro décadas. Conhecedor do esporte e de sua história, mantém cobertura diária das atividades desportivas e coluna sobre a história e curiosidade do esporte local e regional, compondo um verdadeiro almanaque do tema aos sábados
José Higino Gonçalves

FALECIDO HÁ UMA semana, Max Ravaza foi o maior artilheiro de todos  os  tempos, pelo menos na era profissional, no futebol bageense, com 149 gols, sendo 131 pelo Guarany e 18 pelo Bagé. Este, aliás, foi seu primeiro clube profissional, transferindo-se, no ano seguinte, 1955, para o Botafogo do Rio de Janeiro. Voltando em 1956, foi contratado pelo Guarany, pelo qual atuou até 1959, quando foi barrado pelo treinador Ivo Andrade,  indo, então, para o Wanders de Melo. No ano seguinte, foi jogador do Bagé e,  no início de 61, foi para o Guarany, onde ficou até 1965. O encerramento da carreira foi pelo Bagé, em 1966. Dois detalhes extras da careira notável: na década de 1960, participou pelo Cruzeiro de Porto Alegre, de excursão a países das Américas do Sul e Central. Durante 45 minutos, atuou pelo Inter de Porto Alegre num clássico Inter-Cruz.

ESBOÇA-SE MOVIMENTO para que a Divisão de Acesso não seja reiniciada em 2020, adotando-se o sistema ninguém sobe, ninguém desce.

PARECE ELEMENTAR que, adiada a Divisão de Aceso, não seja realizada a Copa Ibsen Pinheiro, a chamada Copinha. Tudo por causa da pandemia.

RÁDIO CULTURA completa, neste sábado, 74 anos de relevantes serviços à população regional. Parabéns à equipe comandada por Claudiran Pereira Nunes.

PARECE CADA vez mais evidente um movimento para tirar da Globo aquilo que se pode chamar de monopólio das transmissões de futebol no Brasil.

DIA 5 DE JULHO  marca a passagem dos 90 anos do professor Osly da Rosa Sarmento. Foi, aliás, uma das primeiras vozes do rádio bageense, como locutor da Cultura, em seus primórdios, quando a Pioneira, então gerenciada pelo saudoso Heraldo Duarte, funcionava em sua primeira sede na rua Dr. Penna, 18, esquerda.

FALTA EXATAMENTE um mês para o centenário do Bagé. Data que tem muito a ver com o próprio futebol gaúcho, pela grandeza do clube da avenida Líbio Vinhas.

A MORTE DE ALCEU MALAFAIA Barreto, nesta semana, uma grande perda para toda a comunidade, pela sua extraordinária atuação na Medicina, durante várias décadas, e para o Guarany, clube do qual foi presidente, em 1970 e colaborador destacado em outras gestões.

QUESTÃO DE BASTIDORES: muitos garantem que, se o Acesso for retomado este ano, Rinaldo Lopes Costa, o Badico, será o treinador do Guarany. Quem viver, verá.

SEJA OTIMISTA:  vai passar... Não deixe a máscara cair.


Deixe sua opinião