No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Social 25 de julho
Publicado em 25/07/2019

Gilmar de Quadros

Cidade: Bagé / RS
Colunista social
Gilmar de Quadros

Foto: Divulgação/FS

Sandra e Paulo Krause, na Biblioteca Otávio Santos, , clic Fábio Lucas

ESCUTEI do Roberto Silva Bandeira: “Constituí  comissão para cuidar do processo de venda do Clube Comercial; Dóris Vaz e Rodolfo Belmonte Moglia integram a comissão; foi o que entendi.  Quando a negociação ocorrer, sabe-se que R$ 8 milhões não surgem assim facilmente, as dívidas serão quitadas e o que sobrar (mais ou menos seis milhões) será investido em projetos sociais – Saúde e Educação em Bagé. Preparem-se para dar lances e adquirir, em dois ou três leilões,  peças do mobiliário, obras de arte e lustres de cristal que vão ocorrer antes da venda do imóvel, é claro. Ah, se o vice-presidente da República, Antônio Halmiton Mourão, pudesse dar uma forcinha neste negócio [...], Brasília mudaria esse jogo e o tradicional Clube Comercial se transformaria no tão sonhado Teatro Municipal de Bagé. Quem tiver outra ideia melhor do que essa, por favor, me conte, oba!             

 GALERIA DE ARTE EDMUNDO RODRIGUES apresenta, até 14 de agosto, exposição: “Cultura e Identidade”, fotógrafo Eurico Salis. Além desta mostra, há também o livro homônimo, que pode ser adquirido na Leb. Esta obra é o terceiro álbum de uma série. Todo trabalho do fotógrafo Salis é bem contextualizado, tudo começa com o avô dele, Eurico Jacinto Salis, em 1959, quando  publicou “O solo e o homem no Rio Grande do Sul”, apresentado pelo escritor Érico Verissimo. Depois, “O solo e o homem” , apresentado por Luís Fernando Veríssimo. Aplausos!

[...] “O solo gaúcho se estende por topografias inesquecíveis. Percorrendo seus caminhos esbarrei em paisagens iluminadas por frágeis nuances, com  tonalidades intensas estendidas sob planícies, vales, serras e o silêncio do pampa exaltado pelo sopro do Minuano. [...]. Esta é a nossa identidade. Esta é a nossa cultura. Assim somos o povo gaúcho. “Eurico Salis, fotografias na galeria de arte Edmundo Rodrigues. Aplausos!  

DOCUMENTÁRIO: “Glauco do Brasil”, diretor  Zeca Brito, Teatro Santo Antônio, Centro Histórico Vila de Santa Thereza, sexta-feira (26) e domingo (28),  às 15h... COLUNA do Túlio Nilman: [...]. Quando morei nos EUA achava estranho um cidadão passar por um policial militar no meio da rua e dizer: “Obrigado por nos proteger”. A Brigada Militar  precisa – e merece – de mais reconhecimento. [...].” De fato, a BM presta um serviço de suma importância à sociedade gaúcha. Nos últimos meses, nota-se a presenças de brigadianos circulando pelas ruas do centro de Bagé. Isso merece muitos aplausos!

FESTA de formatura de Azucena Netto Costa da Fonseca, dia 9 de agosto, no Cabana; ela vai colar grau em Arquitetura e Urbanismo, Urcamp, solenidade, no complexo cultural Dom Diogo de Souza... MAJOR Everton Conceição Soares vai fazer curso de Gestão e Assessoramento do Estado Maior do Exército (CGAEM), durante três meses, em Salvador, Bahia... POSSE diretoria Casa da Amizade, dia 31, às 17h, no salão da entidade. Aplausos!

FEIJOADA DO BEM, domingo (28), almoço servido no Salão do Santuário da Conquistadora pelos integrantes do Rotary Bagé. Pelo celular 9 9935 6680 compra-se convite... AGOSTO (10), TRADICIONAL “Paeja do Pampa”, no Cantegril Clube, música DJ Favorino Collares, promoção do Rotary Bagé Pampa. O convite, R$ 60, com as integrantes do Pampa. Aplausos!

DIA NACIONAL DE PRESEVAÇÃO do Patrimônio Histórico Cultural, 17 de agosto, estará na cidade grupo de turistas do Vale do Taquari, liderados pelo jornalista Alício de Assunção. Aqui eles vão conhecer o que de mais interessante Bagé oferece em se tratando de patrimônio cultural. O grupo vai hospedar-se no Hotel Obino. Aplausos!       

PRESENTE de Tânia Carvalho para mim, “Dicionário da Cultura Pampeana Sul-Rio-Grandense”, do escritor, tradutor, jornalista, professor e desenhista Aldyr Garcia Schlee. Toda a obra desse escritor está relacionada à literatura uruguaia e gaúcha, à identidade cultural e às relações fronteiriças. No dicionário, 2 volumes, Schlee demonstra uma capacidade singular de recolher do cotidiano palavras, expressões, frases e sonoridades linguísticas. Cidadão de dois mundos, ele fez dos idiomas português e espanhol um meio de diluir a fronteira e aproximar o tipo humano identificado pelo mesmo bioma, o pampa. Aplausos!

LIVRO: “A ciranda das mulheres sábias”, da psicanalista e poetisa Clarissa Pinkola Estés, reverencia a maturidade feminina e faz uma comovente e profunda homenagem àquelas mulheres que souberam acumular sabedoria ao longo de suas existências. O livro tem uma linguagem metafórica, que se assemelha às antigas histórias contadas de mães para filhas. Onde comprar esse livro? Ora, na Leb, é claro.

FESTIVAL de Dança de Joinville chega a 37ª edição, encerra-se neste domingo (27). O Festival reúne mais de seis mil participantes diretos e atrai 200 mil pessoas, numa média de 170 horas de espetáculos. O Centro de Eventos Cau Hansen, na avenida José Vieira, no centro de Joinville, torna-se vitrina da dança para o mundo, já que é o maior festival de dança do planeta em número de participantes, Guinness Book, confirma. A Bio Center Centro de Dança está no palco do Festival. Entre as bailarinas, Júlia e Luísa Perez. Aplausos!

 


Deixe sua opinião