SOCIAL 25 DE ABRIL
Publicado em 25/04/2020

Gilmar de Quadros

Cidade: Bagé / RS
Colunista social
Gilmar de Quadros

Foto: Divulgação/FS

Preparadora vocal, soprano Cintia de los Santos, e coralistas do “Viva La Vida”, POA

MENSAGEM do médico Gérson Luís Barreto de Oliveira: “Caro amigo, nestes dias de apreensão, em casa, aqui em São Gabriel, sempre leio os jornais de Bagé. Vi na coluna Aplausos, desta quinta-feira, a beleza das esculturas do arquiteto Sérgio Coirollo. Reconheço, Gilmar, as tuas boas escolhas literárias para comentá-las depois na coluna. Pegando o viés na postagem de hoje, te sugiro que comentes: "História da Beleza", do sempre magnífico Umberto Eco.” Grande abraço, #fiqueemcasa

DE OUTRO médico, dr. Charles Brum; “Caro Gilmar, em tempos de notícias sombrias tenho esta ótima para te contar. Outro dia, escutei falares, no programa Aplausos, na Difusora, com toda razão, sobre  a alta qualificação e competência dos médicos bageenses, te referias ao dr. Jorge Moussa. Pois bem, saibas que recentemente houve um concurso nacional da empresa de serviços hospitalares - EBSERH, para o hospital da Furg, Rio Grande. Tenho imenso prazer de te informar que dentro de minha especialidade fiquei em primeiro lugar, mas o que realmente me trouxe muita satisfação foi ser o médico com maior pontuação em todo concurso nacional para a instituição Hospital da Furg Isso demonstra, além de conhecimento, atualização de nossos médicos, os quais eu representei nesse concurso. Realmente, a população de Bagé pode acreditar no nosso compromisso com a medicina em toda as suas especialidades...” Aplausos!

SOPRANO Cintia de los Santos e o Coral Viva la Vida, programa Aplausos, Difusora/Antena 1, ontem (24). CINTIA contou que  o álbum "Serenata" com Canções para Soprano e Fortepiano, escritas nos séculos 17 e 18  desde J.Christian Bach até canções populares Açorianas, foi lançado em dezembro do ano passado, na Sinagoga Israelita da capital e mais, recentemente, nas plataformas digitais do Spotify, Itunes, AppleMusic, YouTube, Tratore e DramaMusica. O financiamento foi do projeto Fumproarte, Apoio da Agenda Lírica e Drama Música, Design Gráfico da Eroica Conteúdo.

ELA falou também que o Coral Viva La Vida foi criado no dia 12 de abril de 2015, para compartilhar a música “Viva la Vida” (Coldplay) numa apresentação com o coral dinamarquês "Vocal Line", de Jens Johansen, evento realizado no auditório da PUCRS, durante o 50º Encontro de Corais da Federação de Coros do Rio Grande do Sul. Desde então, o Coral Viva La Vida é composto por cantores experientes que atuam em outros coros da região: Vocal 5, Coral do Hospital de Clínicas, Coral da PUCRS, Coral da Ufrgs, Coral Vozes do Porto, Coral da Procergs e Coral da Ospa. O repertório é variado com músicas e arranjos inéditos, no intuito de difundir a forte e tradicional cultura do canto coral dentro e fora do Rio Grande, bem como a música vocal a cappella nacional e internacional. O Coral tem direção musical e regência de Eduardo Alves e a preparação vocal é dela, Cintia de los Santos; aliás, eles são casados, ambos graduados em Música pela Ufrgs.

OS NAIPES do coral Viva La Vida: sopranos: Ana Carolina Ricco, Anielle Schulte, Carla Quadros, Cintia de los Santos, Claudia Pierozan, Fernanda Azambuja, Juliana Andrade, Regina Machado, Samantha Desimon, Sônia Campello, Suellen Garcia. 

Contraltos: Caroline Schäfer, Cleusa Tiba, Isabela Beraldi Esperandio, Fernanda Scarton Kantorsky, Loren Cristina Gay, Magali Pozzobom, Vera Lúcia Rahde, Vera Stefani.

Tenores: André Grassi, Cristian Poletti Mossi, Jaime Léo Soares, Lázaro Aleixo, Leonardo Reginin, Paulo Alves de Souza, Paulo Uranga.

Barítonos: Cristiano Mello da Silveira, Eliezer Vargas, Luís Augusto Weber Mercado, Renato Chagas Ribeiro. Baixos: Andrei Giacomini, Edison Consiglio, Elder Franco Nunes, Guilherme Roman, Lucas Moraes. Aplausos!

SEMPRE atenciosa e atenta, profª Yara Maria Botelho Vieira escreveu terça-feira (21), logo após escutar programa Aplausos Difusora/Antena 1; “Gilmar, ótimas sugestões do Adilson Nunes Oliveira, diretor do Museu Paulo Firpo, Dom Pedrito, para fazermos nestes dias de distanciamento social.  Adorei o programa Aplausos - música e poesia – Débora Finocchiaro recitando Mário Benedetti. Grande programa, estimado Gilmar, reuniste Lize Minnelli e Luciano Pavarotti com a Finocchiaro! Tudo muito bem, muito bem, contextualizado, editado. Parabéns!” Preciso sempre agradecer aos meus colegas de rádio, Luís Sivaldo e Silvio Lauer, que me assessoram muito bem; esses guris merecem aplausos! 

INTELIGENTE como ele só, prof. Adilson Nunes de Oliveira (leia-se Museu Paulo Firpo) propôs este passatempo cultural para esta semana de  aniversário do Museu de Dom Pedrito - de 23 a  26. Vejam que sugestões criativas; muito adequadas para praticarmos em casa. Duas hoje, as outras na semana que vem.

ESCOLHA uma peça antiga de porcelana, louça ou cerâmica; pode ser uma xícara, um pires, preferencialmente algo que esteja na família há muito tempo, ou tenha uma “história”. Observe atentamente a peça:  tipo de decoração, tem alguma inscrição, relevos, função, tipo de manufatura – industrial, artesanal – é possível definir um estilo: art deco,  art noveau, isabelino, moderno, etc.

DEPOIS, procure ver a marca, o nome do fabricante e outras informações inscritas na peça. Coloque-as no Google e  pesquise as  informações do item. Ou   investigue a  história dessa peça no grupo  familiar:  a quem ela pertenceu, como veio para sua propriedade, através de compra, doação  ou herança. Quem foi o primeiro dono:  pai, mãe, avós, tio, primo, madrinha ou simples amigo ou conhecido. Qual relação você tem como essa peça. Algum fato especial está relacionado a essa peça para você tê-la guardada em casa?

POR FIM, produza um texto sobre a história dessa peça a partir do que obteve, fotografe toda a peça, focando as informações nela contida, ilustre com imagens dos primeiros proprietários. Neste momento, componha um powerpoint, uma live ou um paper toy  e o apresente ou envie a sua família, a seus amigos.  E, por favor, o enviei  também   para  este e-mail: oliveiraadilsonnunesde@gmail.com

OUTRA  SUGESTÃO do Adilson Oliveira. Escolha uma foto antiga que esteja em seu poder. Observe atentamente, é uma  foto em preto e branco ou colorida, é foto colorizada (pintada), foi produzida em  estúdio ou é um instantâneo, há registro do fotógrafo? Traz  assinatura  na frente, logotipo ou endereço no verso? Aparece uma pessoa só ou um grupo em uma festa? O registro é de um dia especial: casamento, aniversário, ceia de Natal? Descreva detalhes: roupas, adereços, penteados; os homens usam bigode, barba, chapéu, bengala? A foto tem no verso uma dedicatória? De quem para quem? Tamanho da fotografia: altura e largura. A foto está  fixada em um cartão do tipo paspartu?  É possível datar a  imagem? Você sabe informar qual tipo de relação ou parentesco une as pessoas da foto. E  entre elas e você?  Essas pessoas ainda vivem, quantas ou quais? Você ainda mantém contato com elas? Observe  cada uma delas para onde ou para quem elas olham, Todas estão sorrindo ou sérias? Em pé ou sentadas? Também compare os trajes de uns e outros? Pelos trajes é capaz de se determinar uma data aproximada?  É possível imaginar se é verão ou inverno, por exemplo. Essa  foto tem um fundo, é paisagem, é cidade ou campanha, na rua ou dentro de casa?

OBSERVE bem e imagine que interesse você tem nessa  foto, que recordações ela lhe proporciona. Então, reproduza a foto e elabora uma narrativa a partir dos questionamentos mencionados. Não esqueça de ver se existem fotos atuais dessas pessoas da foto para comprar as imagens de ontem e de hoje. Você pode até fazer uma live, um paper toy e  também enviar essa narrativa para oliveiraadilsonnunesde@gmail.com.

INTERESSANTE esta proposta da Secretaria Municipal de Educação e TV Câmara de Bagé; uma produz conteúdos, a outra os grava e apresenta em videoaulas, canal aberto, para os 13 mil estudantes da rede pública de ensino. O Centro Universitário da Região da Campanha (Urcamp) disponibiliza, por meio de plataforma on-line, curso de capacitação e de técnicas para a produção de materiais audiovisuais para essas videoaulas que serão transmitidas pela TV Câmara de Bagé.  Ações desse tipo merecem muitos aplausos!


Deixe sua opinião