SOCIAL 19 DE MARÇO
Publicado em 19/03/2020

Gilmar de Quadros

Cidade: Bagé / RS
Colunista social
Gilmar de Quadros

Foto: Divulgação/FS

Patrícia Rocha, Carla Nicoloso Lucas, Márcia Melo Mansur, Cátia Yeft, Siomara Mansur

NÃO resta menor dúvida de que o “espirro” da China teve um peso muito grande nos destinos do mundo. Adequando-se ao novo momento que o mundo inteiro vive, pelo alto risco de contágio do Covid-19, até  aulas particulares estão sendo ministradas on-line pelas redes sociais... O JORNALISTA Roni César Padilha vai publicar livro digital, mais de 200 páginas, e não impresso como previsto inicialmente.  No livro, o passo a passo da apresentação de trabalho escolar e/ou trabalho de conclusão de curso, TCC.


DIREÇÃO do Caminho da Luz  suspendeu os atendimentos na Escola de Educação Especial, clínica, Centro de Referência no Tratamento de Pessoas Autistas e nas oficinas; a medida é uma prevenção à pandemia do coronavírus. O presidente Ruibar Freitas informa que os serviços da clínica podem retornar antes do prazo se houver mudança na situação do país em relação à epidemia.

NA TARDE de segunda-feira (16), por volta das 17h, comissão de formatura do curso de Direito (Urcamp) reuniu-se e decidiu suspender a solenidade de colação de grau que se realizaria neste sábado, no Cantegril Clube; outra data será agendada, quando “esta onda passar”, uau!

A VIDA COMO ELA É... título de série de contos escritos por Nelson Rodrigues. “A vida como ela é” era o nome da coluna diária do Nelson Rodrigues no jornal Última Hora, do Samuel Wainer; guardo algumas colunas desse jornal fantástico, pena que fechou.  As crônicas do Rodrigues (autor da peça Vestido de Noiva) abordam histórias da vida real. Algumas foram reunidas em antologia sob o título da coluna já em 1961; podem conferir isso.  Mas, o que passo a comentar agora, juro a todos vocês, me entristece muito.

PAULO VEIGA, o cabeleireiro, está doente e, sem poder mais trabalhar, necessita de ajuda das clientes que ele tanto embelezou, também dos amigos, assim como eu, a quem ele sempre recebeu no salão para ajustar o corte dos cabelos e, principalmente, de todos aqueles auxiliares dele no salão, gente a quem Paulo ensinou o beabá da profissão; não foram poucos.  

ACOMPANHO de perto o trabalho de Paulo Veiga desde quando ele voltou para Bagé, anos 90, recomendado pelo renomado cabeleireiro Elifas Guedes dos Reis, avenida Independência, POA.  Para alguém ser um cabeleireiro bem-sucedido é necessário possuir certas competências; elas sobram no Veiga. A primeira delas, saber cortar cabelo. A tesoura precisa deslizar, Paulo faz dela o que bem entende, cria efeitos na cabeça das clientes como só ele consegue; elas saem do salão sentindo-se verdadeiras divas.

PENTEADO, depois da era Maria Lídia, Paulo Veiga assumiu esse protagonismo na cidade. Os penteados de noivas são marcas registradas do talento artístico dele; visual de noiva linda demais e agradecida ao cabeleireiro; ou será  escultor?

PERSONALIDADE. Paulo tem de sobra; os cortes de cabelos e os penteados dele têm marca. Ou seja, bota-se o olho e nem precisa perguntar nada; é cliente do salão do Veiga. Sempre de bom humor, sabe mimar as clientes, sabe deixá-las bonitas e felizes quando se olham no espelho.

CRIATIVIDADE. Paulo está sempre pronto para renovar o estilo do cabelo das clientes que assim desejarem. Porém, agora, é ele quem precisa delas, meus queridos! Uma conta especial  “ação entre amigos”, Caixa Federal- agência 0456 - operação 023 - conta00011001-8 – a conta está em nome da sobrinha dele, Michele Sória Alves.

CASAMENTO de Rodrigo Dalla Rosa Necchi e Raquel Rondon sábado (14), na Igreja São Pedro, seguido de recepção na Casa Vetro, em Porto Alegre. Decoração a cargo de Müller Festas-Projeto e Organização e serviço de coquetel e jantar assinado por Aluísio Sabino Gastronomia. A mãe do noivo, Mari Dalla Rosa Necchi, vestiu modelo da Via Condotti, Pelotas. Aplausos!


Deixe sua opinião