Coluna Social Gilmar de Quadros 1888
Publicado em 04/12/2012

Gilmar de Quadros

Cidade: Bagé / RS
Colunista social
Gilmar de Quadros

Aplausos

Foto: Emília Rosa

Consuelo Cuerda, Clori e Lindonor Peruzzo, na plateia do Bravo

SÁBADO, Beatriz Lamego  (gosto de chamá-la pelo nome sempre, porque colunista logo toma intimidade, inventa apelido, abrevia, bota no diminutivo, uma praga!), bem, continuando, me convidou para visitar a mostra bazar dos trabalhos que Rejane Karam Osório e Greice Brossard vão expor (e vender) hoje e amanhã na MadreMaria. Ah, a casa ganhou decoração natalina numa das salas de jantar; Jorge Elias quem decorou, ficou um luxo!

E AS FOTOGRAFADAS por Julinho Pimentel, hein! Não se sabe qual delas mais bonita após os ajustes de imagens feitos pelo Pimentel que é, sem dúvidas, um fotógrafo de gabarito internacional.  A suavidade de Ana Maria Delabary, a vivacidade de Gilca Nocchi Collares, a atitude de Débora Acevedo, a “meninice” de Cibele Lucas, o sorriso de Celi Santos, o semblante inquieto de Hana Brum, todas merecem aplausos!

GOSTEI muito da foto da Adriana Meneghini... A PROPOSTA NOVA do fotógrafo é montar uma exposição de  homens fotografados em seu ambientes de trabalho ou esporte e lazer; vai ficar super bacana. Aplausos! 

ENTRE os gaúchos que fazem a diferença no campo, o médico veterinário Alfredo da Cunha Pinheiro que neste dezembro vai comemorar 50 anos de formatura da Ufrgs; ele foi colega do escritor Alcy Cheuiche, sabiam?... QUANDO tanto se escuta falar em fonoaudiologia da estética facial que consiste em manipulações profundas da musculatura da face, vale dizer que foi ALBA WOLF quem primeiro praticou esse método de massagem em Bagé. Aplausos!

A HISTÓRIA nasce de outras histórias, disse a imortal Nélida Piñon. Um grande e sonoro aplauso à presidente Dilma Rousseff por este seu gesto inédito na história do Brasil. Jamais um Chefe de Estado destinou 100% dos recursos advindos de sua maior riqueza para a Educação, como ela agora fez com os royalties do pré-sal. Dilma não apenas cumpre o que prometeu como prioridade de sua gestão, ela também se supera e coloca o Brasil no rumo de um futuro admirável, aquele futuro com que todos sempre sonhamos: de um Brasil do saber. Uma Nação muito mais do que alfabetizada: culta, preparada, informada em todos os níveis sociais, em que os livros e a sabedoria não diferenciem os ricos dos pobres, ao contrário: os aproximem! Parabéns, presidente Dilma, pelo gesto emocionante! Quantas vezes ouvimos homens públicos dizer que o problema do Brasil era a educação e não moverem um dedo no sentido de objetivar afirmativamente essa reflexão? Alguns até, talvez, o tenham desejado, mas não tiveram a competência ou o instrumento para tal. Dilma contou com ambos: a boa ideia e a caneta corajosa para tomar a atitude certa na hora exata! Palmas a ela!

POR E-MAIL: “Meu amigo Gilmar. Esta foi a primeira vez que participei, efetivamente, do Bravo. Fiquei muito satisfeito com o convite e orgulhoso em ouvir da Ministra Maria Cristina Peduzzi elogios emocionados ao evento, bem como agradeceu pela indicação dela ao prêmio, dizendo que tal evento é de nível nacional, tamanha organização, charme e beleza. Amigo, realmente fiquei impressionado com tudo o que vi e emocionado por fazer parte daquele momento. Tudo correto, moderno e clássico ao mesmo tempo. Organização perfeita em todos os detalhes. Como presidente da OAB, Bagé, participo de muitos acontecimento sociais, mas o Bravo ficará marcado em minha mente como um dos melhores a que já presenciei. É um prêmio importante que homenageia personalidades que contribuem para o desenvolvimento cultural e socioeconômico da Rainha da Fronteira“. Roberto Hecht

mais este: “Prezado amigo! Obrigado, Gilmar, por teres proporcionado a nós bageenses um espetáculo de perfeita organização e rara beleza. Como foi o Bravo 2012, inesquecível e especial para mim, neste senti a mesma emoção! Um momento mágico, o palacete com sua arquitetura secular, suas sacadas, varandas e corredores, me fizeram voltar ao passado, a um período fascinante de minha vida. Cerrando os olhos, passaram a desfilar em minha mente, mestres tão importantes em meu aprendizado: Prof. Frederico Petrucci (Português), Waldemar Machado (Matemática/Física), Frei Plácido (Latim), Madame Collares e Otto Carvalho (Francês), Eduardo Contreras (Espanhol/Geografia), Pery Coronel (Português), José Avancini (Química), Boaventura da Rosa (Desenho). Lembro que para sermos aptos à Educação Física, realizávamos exame médico com dr. Carlos Kluwe. As músicas entoadas. Over the rainbow, Granada, O Sole Mio, faziam parte da trilha sonora daquela época. Findo o espetáculo, passamos ao pátio que outrora dava acesso às salas de aula. Pisando ao chão, lembrei que antes de iniciarem as atividades, as turmas em fila, um aluno era convocado pelo diretor ou inspetor (Catalino Machado ou Reny Collares) para hastear a Bandeira enquanto cantávamos o Hino Nacional. Voltando ao presente, tive a felicidade de encontrar e abraçar minhas mestras Zilá Vargas Costa (Ciências) e Déa Grillo Dini (Inglês). Sinto não estarem presentes Zélia Sastre (Música), Maria Velleda (Português), George Teixeira Giorgis (Português), Juca Giorgis (Biologia), Wagner Previtali (Educação Física). Enfim, uma noite de luz e doces lembranças, recordações que embalam nossas vidas e que nos mantém em paz e felizes. Bravo, muito obrigado! Adauto Tércius Simões Pires.

USARAM TOILLETES capotantes, de renda, na Noite do Bravo: Iolanda Marzola Silveira (nude), Clori Giordani Peruzzo (azul), Deborah Wolf Acevedo (marinho), Ione Obino (bege)... MANHÃ DESSAS, brincando com minha colega Jéssica Pacheco lhe disse que no Bravo 2013 ela fará uma participação especial, pois é menina de talentos múltiplos: “ Pode ser, por que não?”, respondeu-me ela. Aplausos!

SE houvesse a categoria ESTILO, esse Bravo iria para Pedro Ernesto Capiotti Obino que acompanhado pela namorada, pelos irmãos, pela mãe e avó (Ione Obino era só emoção e orgulho do neto, excelente  administrador do Grupo Obino) era um charme total. E de onde vem esse charme todo de Pedro? Da genética, respondeu-me Neca Capiotti, uau!

BRINCADEIRAS à parte, Pedro Ernesto Capiotti Obino honra o nome do avô, Teo Vaz Obino, fundador da rede Obino Sociedade Anônima. Pedro começou a trabalhar na empresa aos 12 anos e, aos 23, assumiu o cargo de diretor-presidente – um mês antes de se formar em Administração de Empresas com ênfase em Empreendedorismo e Sucessão, na PUC do Rio Grande do Sul. O maior diferencial do currículo do jovem empresário evidencia a agilidade na sua gestão, que começou numa fase difícil para a empresa. A Obino chegou a ter centenas de credores e, por meio de um processo de Recuperação Judicial e do suporte da consultoria Alvarez & Marsal, voltou a se consolidar no Estado, para a alegria de fornecedores e consumidores. Hoje, aos 25 anos, o Pedro Ernesto administra 46 lojas, que estão localizadas em 35 municípios. Dos cerca de 720 colaboradores, 180 trabalham em Bagé, onde há sete lojas, o Centro de Distribuição e o Centro Administrativo. O diretor-presidente explica que a escassez de recursos o fez concentrar os esforços no que realmente era importante. O segredo do sucesso desta administração está na combinação do controle das despesas com as diretrizes do Plano de Recuperação Judicial, que vai até abril do ano que vem. A equipe está focada na reformulação de lojas e na reestruturação do mix de produtos. A gestão tem uma unidade forte, já que todos os cargos são ocupados por profissionais que cresceram dentro da Obino e se identificam com a empresa. Pedro Ernesto Obino sempre acreditou no resultado de hoje e trabalha para continuar crescendo no mercado.

E NÃO sei por que me lembrei, agora, de falar que Juçara Torres está cheia de encomendas de tortas e salgadinhos para as festas de final de ano. As receitas das Torres não podem faltar nas ceias mais  tradicionais... LA SAROTTI, a loja que inaugura esta semana na Tupy Silveira, tem projeto assinado pela arquiteta Raquel Morgado Pillon. Aliás, ela chegou ao cocktail de inauguração da Casa Hermosa e todos foram cumprimentá-la justo pela excelência de seus mais recentes trabalhos em decoração de interiores, uau!

CIRURGIÃ PLÁSTICA de fama internacional, a bageense Vera Lúcia Nocchi Cardim participou do 32º Simpósio de Cirurgia Plástica, que se encerrou sábado passado, no Grand Ball Room do The Waldorf Astoria, em Nova York,. Trata-se do mais importante, prestigioso e tradicional, encontro da especialidade do mundo e atrai anualmente cerca de mil cirurgiões plásticos. Vera Lúcia Nocchi recebeu o troféu Bravo nos anos 90, meus queridos!

DIA 8 de dezembro, no Auditório Araújo Vianna, ocorre a grande final do Miss Rio Grande do Sul 2013. Nesta semana, as 25 candidatas se reuniram na sede do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Aplausos!

Deixe sua opinião