No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Diversas 59250
Publicado em 15/02/2017

George Teixeira Giorgis

George Teixeira Giorgis

Em Porto Alegre faleceu o desembargador aposentado Tupinambá Pinto de Azevedo. -*-*-*- No RGS, em 2.016, o setor de seguros arrecadou 15 bilhões e 200 milhões de reais! -*-*-*- Para ajudar o RGS, a União Federal está exigindo a venda da CEEE, da Sulgás e do Banrisul. Este último baixou seu lucro anual (comparando 2.015 e 2.016) para 659 milhões de reais (queda de 22%). Mesmo assim, ainda é um montante expressivo. -*-*-*- O Brasil está tentando exportar arroz para o México, onde haveria um crescido mercado importador. -*-*-*- Em obra escrita em 1.914 o famoso historiador e filósofo Octávio de Faria (aliás, filho de São Gabriel) inseriu que, naqueles tempos, os dois maiores gigantes nas propriedades rurais no Município de Bagé eram o Visconde de Ribeiro Magalhães (com 24.070 hectares de campo) e o Cel. Thomaz Mércio Pereira (com 18.281 hectares). Não era pouco! -*-*-*- A tendência do Carnaval, em municípios interioranos, é finar-se paulatinamente. -*-*-*- Em 2.016 raríssimas pessoas físicas (ou jurídicas) não o encerraram com “deficit” financeiro. -*-*-*- No ano ido, o setor de penhores da Caixa Econômica Federal movimentou treze bilhões de reais!
-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
         Em Caxias do Sul deixou de circular o jornal católico “Correio Riograndense”, tradicional órgão da Ordem dos Freis Capuchinhos. -*-*-*- Lastima-se o fechamento do Colégio Profª. Mélanie Granier, criado e alicerçado pela saudosa mestra francesa do mesmo nome. Em 1.958, quando de seu sepultamento, nós (recém-formados) fomos designados para pronunciar a oração de despedida à beira-túmulo, em nome da coletividade local. -*-*-*- Língua portuguesa: “coletânea” = antologia, crestomatia. “Oscular” = beijar, afagar. Vassalo = súdito, dependente. Língua francesa: “éteindre” = apagar, desligar. “Rang” = fila. Língua inglesa: “board” = tábua. “Edge” = beira, borda. -*-*-*- Baltasar Brum foi estadista e jurisconsulto uruguaio. Faleceu em 1.933. Várias vezes foi ministro do exterior de sua pátria. E presidente da República (1.919-1.923). Conta-se que se suicidou em 1.933 quando houve “um golpe de Estado” de parte do então presidente Gabriel Terra. -*-*-*- Nas décadas de 40/50 o Centro de Saúde chamava-se “Posto de Higiene”. E era dirigido pelo pediatra Dr. Darcy Gaffrée Nogueira (jalde-negro). Ali o Dr. Darci Silva Azambuja (cardiologista e alvirrubro) era o médico-sanitarista. Imagine-se o ambiente por lá na 2ª feira (“cozinhadas”) quando na véspera se tinham defrontado Guarani x Grêmio Bagé...
-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
         Não convidem para a mesma mesa o prefeito Lara e o deputado estadual Mainardi... -*-*-*- Há muitos operários da Municipalidade (ou terceirizados) limpando valos, canteiros e bueiros. Aplausos! -*-*-*- Colégio e Escola Normal Espírito Santo (antigamente): Irmã Fidélia (rigorosa); Irmã Clarice (simpatia sempre à mostra); Irmã Stefânia (talento invulgar): manobrava o latim, o francês, o português e as literaturas respectivas com discernimento e autoridade invejáveis!
-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
         O Barão de Cerro Largo (que deu nome, aliás, ao edifício militar da praça Carlos Gomes) foi o Gen. José de Abreu, que impôs várias vitórias contra Artigas (Brasil x Uruguai) e que morreu em pugna contra os argentinos (1.827) no Passo do Rosário, em plena carga e com a espada na mão. Seu corpo está sepultado em Rosário do Sul (RGS). Ele deu nome, ainda, à extensa ponte (1.772 metros) construída pelo presidente Costa e Silva ali e inaugurada em 1.969. -*-*-*- Pela ordem alfabética: Dr. Alencastro Jacintho Pereira, Dr. Brenno Fischer, Dr. Orlando Oberst Brasil, Dr. Otávio Santos, Dr. Paulo Thompson Flôres, Dr. Telmo Candiota da Rosa: que saudades desses mestres da advocacia bageense que, junto com outros meritórios colegas, tão bem nos acolheram no Forum local, em nosso começo do exercício da profissão em março de 1.958, após a formatura em Porto Alegre. E quantos valiosos ensinamentos jurídicos nos propiciaram! -*-*-*- Nosso pai (seu Bernardino), nossa mãe (dona Alda): que falta nos fazem! Quem não sente uma saudade infindável de seus genitores falecidos?

Deixe sua opinião