Diversas 52924
Publicado em 27/07/2016

George Teixeira Giorgis

George Teixeira Giorgis

          Dentro dos primeiros quinze anos do século XX foi repetidamente Intendente de Bagé o Cel. José Otávio Gonçalves, título honorífico, pois também era Major da Guarda Nacional. Esteve à testa da Municipalidade por mais de um período administrativo, falecendo em pleno exercício do cargo. Num tempo de sua administração o Vice era Viriato V. da Silva. Secretário = Pedro Antônio da Cunha. Juiz da comarca o Dr. Armando de Azambuja. Juiz distrital o Dr. Bento Fernando Langendock. Promotor público o Dr. João Lucas de Lima. Delegados de Polícia o Cap. Clemente Lignon e o Sr. Terêncio José de Lima. Naqueles idos, Bagé contava com 23 mil habitantes. Era iluminada por “luz elétrica” desde 04-junho-1.899 por contrato firmado com a empresa de Emílio Guilayn. -*-*-*- Em 11 do mês de janeiro de 1.921 outra vez o Cel. Tupy Silveira foi escolhido Intendente de nosso município. Então, o Conselho Municipal (equivaleria hoje a uma Câmara de Vereadores) era formado por Serafim Leão Gomes, Antônio Mendes, Belmiro Medeiros, Oscar Salis, José Cachapuz Primo, João de Azevedo Cunha Caminha, Idalino Campos da Luz, Francisco Caggiano e Manhães Duarte. Só concorreram candidatos filiados ao Partido Republicano Rio Grandense (de Borges de Medeiros). -*-*-*- O casal amigo Dr. Claudiran Nunes – Profª Cátia faceiríssimos pelo destaque profissional da filha junto à coletividade de Rio Grande. -*-*-*- O Dr. Getúlio Dorneles Vargas nasceu em 19 de abril de 1.883 em São Borja. Formou-se (1.907) em Direito pela Faculdade de Porto Alegre. Foi promotor público nomeado (assim se chamava), advogado em sua gleba natal, deputado estadual, deputado federal, ministro da Fazenda (governo Washington Luis), presidente do Estado do RGS, presidente da República (levado pela revolução de 1.930), ditador por quatro anos, presidente da República (eleito pelo Legislativo em 1.934); novamente ditador (Estado Novo) em 10-11-1.937. Deposto pelas forças armadas (29-10-45) veio morar em sua estância em São Borja. Em 02-12-1.945, sem fazer campanha, foi eleito Senador e Deputado Federal por várias unidades estaduais Presidente eleito em 1.950, perto do final do mandato, em 24-08-1.954, no Palácio do Catete (RJ), suicidou-se com um tiro no coração, sendo sepultado no pago natal.
-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
         Joãozinho Netto Costa, nosso amigo na infância, filho do saudoso casal João Tamborindeguy Costa – dona Mariquinhas Neto Costa, morador em PoA (há muitos anos), faleceu na semana ida por lá, deixando esposa e descendência. Foi alto funcionário da extinta Caixa Econômica Estadual, que gerenciou em Bagé por certo período. -*-*-*- Amigo presenteou-nos (422 pgs, com várias fotos no interior) o livro “Maçonaria, Igreja Anglicana e Educação – RGS (1.902-1.970)” de autoria da professora e advogada Drª Berenice Lagos Guedes (bageense há muitos anos morando em Pelotas). Ela é uma exímia preceptora. Ilustram a obra referências ao seu saudoso pai, o Rev. Antônio Guedes, tratando-se de trabalho de custosa pesquisa histórica, com prefácio firmado pelo Prof. Rubens Lunelli. -*-*-*- Do livro mencionado, colhemos que a Loja Maçônica Amizade (aqui) teria sido fundada em 1.894 pelos cidadãos Dr. Lybio Vinhas (que foi o 1º Venerável, eleito e reeleito sucessivamente), Idalino Campos da Luz, Jorge Reis, Rocco Cironni, Pedro Cironni, Ferdinando Martino, Antônio Manduca, José Antônio da Silva Ramos, Joaquim Ferreira Nunes e Francisco Chicchi. Descobrimos, também, no opúsculo, que a Loja Maçônica Sigilo foi criada em 10-11-1.932, por idealização do Reverendo e advogado. Dr. Athalício Pithan (Reitor da Igreja do Crucificado, depois Bispo), que havia deixado a Loja Amizade, iniciando a vida da Sigilo com 18 obreiros (membros). -*-*-*- Nosso Código de Processo Civil (art. 247) não permite que a citação seja feita pelo Correio nas chamadas “ações de estado”, entre outros casos (a citação será feita na pessoa do réu, art. 695 – par. 3º). -*-*-*- Um grupo local de idealistas galvaniza o Núcleo de Pesquisas Históricas Tarcísio Taborda. Ontem à noite, com várias palestras, eles enriqueceram o plenário da Câmara de Vereadores. -*-*-*- Bagé prenhe de espetáculos culturais, mas a época (frio) não é propícia em nosso entender. -*-*-*- Dona Zilá Gomes Moglia: foi-se uma antiga amiga e, com ela, uma Senhora de verdade. -*-*-*- O Sr. Sávio Machado sempre procurando dotar Bagé de espetáculos culturais e teatrais da melhor cepa. -*-*-*- Guarany F. C.: nenhum clube faz vibrar o torcedor mais do que ele! Parabéns ao nosso histórico alvirrubro pela façanha notável de domingo último. 

Deixe sua opinião