Diversas 52680
Publicado em 20/07/2016

George Teixeira Giorgis

George Teixeira Giorgis

Revisando meu acervo de recortes de artigos e de reportagens saídos em jornais de Bagé, fixei-me no ano 1.998. Entre as notícias, as de que, em 17-06-98, em PoA, na sede do Instituto dos Advogados do RGS, houve sessão em homenagem póstuma ao Dr. Orlando de Assis Corrêa (ex-juiz e professor aqui). Fui o orador da noite, então. Em setembro de 98, na sede da Sociedade Protetora dos Artistas presidida pelo Sr. Léu Ferreira de Lima, homenagem de saudade para Túlio Lopes e Lauro Lima, ensejo em que também fomos o orador da tarde. Em julho de 1.998, os advogados de Bagé, no Restaurante Arlindo, despediram-se do Dr. Leonardo Brasil (que havia sido promovido para o Tribunal Regional do Trabalho). Em 28-12-98, no Centro Nativista, os Drs. Adair Teixeira e Francisco do Couto festejaram 25 anos de formatura na Faculdade de Direito de Santo Ângelo sob o júbilo de colegas e familiares. O Des. Juca Giorgis foi o orador. Em dezembro de 1.998, numa das mais elegantes festas já registradas em Bagé, o Cantegril Clube sediou jantar de 80 anos da Srª Sarita Sciortino, com convidados vindos de toda parte e serviços de “buffet” a cargo de renomado “maître” e equipe da capital. Finalmente, no Charrua, em 08-08-1.998, o Sr. Gilmar de Quadros recepcionava a “alta sociedade” de Bagé e entregava o troféu “Bravo” aos Drs. Alceu Collares, Flávio Vaz Netto, Manif Curi Jorge, Jaime Brasil, Eduardo de Azevedo; às senhoras Drª Clara Luiz Vaz, Profª Lia Duarte Alves e Drª Greice Mara Martins da Silva; e aos Srs. Dirceu Mendes e Prof. Mário Medina Dornelles. -*-*-*- Em 29-07-1.994, no “Correio do Povo”, o Min. Paulo Brossard inseriu emotivo artigo a respeito do falecimento do grande amigo e colega Dr. Orlando Brasil. Num tópico, o saudoso jurista escreveu: “Desprovido de gestos teatrais, de atitudes insólitas ou arrebatadas, era sempre o mesmo, sereno, reservado, comedido, cordial, polido, discreto; não se exaltava, não se apressava, não se irritava. Seu trabalho, regular e seguro, lembrava o seu andar, nem estugado nem arrastado, mas uniforme, fizesse frio ou calor. Lembrava um relógio: as batidas certas nas horas certas”. Lembro (quando guri e morando na Rua Bento Gonçalves) que, em férias acadêmicas, quando vinha da capital, Paulo frequentava o escritório do Dr. Carlos e do Dr. Orlando na mesma calçada de minha residência. E, à tardinha, estando com meu genitor na sacada, eles paravam ali para discorrer sobre os assuntos do dia. -*-*-*- Em nosso Código de Processo Civil, a prova pericial é versada desde o art. 464 até o art. 480. E, no art. 464, já é definido que ela consistirá num exame ou numa vistoria ou numa avaliação. -*-*-*- Na década de 50, presidiram o Clube Comercial o Dr. Oscar Salis Filho, o Dr. Nicanor Paiva, o Sr. Francisco de Paula Pereira, o Sr. Carlos Suñé, o Dr. Telmo Candiota da Rosa, o Dr. Álvaro de Godoy, o então major João Wílson Vaz, etc. Mais adiante, o Dr. Jorge Grillo, o Sr. Américo S. Dias, o Dr. Jônio de Salles, o Cel. Bandeira, o Dr. Antônio Botelho, o Sr. Kalil A. Kalil, etc. -*-*-*- Vimos de ler (80 contos, 152 pgs., prefácio de José Carlos Teixeira Giorgis, impressão da Urcamp em 1.998) o livro “Água encanada”, com relatos interessantes, mais vinculados ao meio rural, de autoria do saudoso técnico, pecuarista e professor universitário Dr. José Cypriano Nunes Vieira. É muito bom entretenimento. -*-*-*- À noite de 28-10-1.958, nos vistosos salões do Comercial, era fundado o Rotary Clube Bagé-Norte. O 1º presidente fora o cap. Paulo José da Silva e nós o 1º diretor de protocolo. Foi uma festa monumental a que esteve presente o famoso radiologista Dr. Carlos Osório Lopes (PoA), então governador do Distrito 468. O R. C. Bagé (padrinho), ao ensejo, tinha a presidência do saudoso Alcides de Quadros Magalhães. Ao nosso clube pertencemos até outubro de 1.972, nunca perdendo a frequência 100%. Além de nós (o único sobrevivente hoje do grupo) e de Paulo José, foram fundadores os saudosos Zié Rossell, Mário Mombelli, Miguel Fissel, José Avancini, Clodomiro Souto, Guilherme Rubim, Armando Ferrugem, Marcel Guidoux, Álvaro Guedes dos Santos, Newton Gonçalves, Paulo Moglia, Raul Donazar, Martimiano Rodriguez Baisón, Aksacoff de Vilhena, Edgard P. Pinto, Carlos Rheinlander, Martim Luz, Nicanor Risch, Nicanor Gomes e José Machado Filho. Total = 22 sócios. Reverências aos que se foram!

Deixe sua opinião