Diversas 52038
Publicado em 29/06/2016

George Teixeira Giorgis

George Teixeira Giorgis

          Em Alegrete (RS), na semana passada, foi inaugurada uma via pública homenageando o saudoso radialista bageense Sr. Jorge C. Siqueira Zavarise, que lá atuou por muitos anos e foi até vereador à Câmara Municipal. Aqui, ao que se lembre, Jorge atuou em nossas três emissoras AM. E, no final da vida, manobrou uma FM. Recorde-se que, na gleba natal, no bairro Santa Cecília, já há uma artéria também com seu nome. -*-*-*- Ao contrário do que recentemente registrou prestigiado colunista de “Zero Hora”, o Dr. Alceu de Deus Collares (nosso digno conterrâneo) nunca foi vereador em sua terra natal. Foi, sim, funcionário dos Telégrafos e center-half (2º team) do G. E. Bagé, de que sempre foi “hincha” fervoroso. -*-*-*- Aqui, em nossos subúrbios, acharemos as Ruas Dr. Jônio Salles, Antônio Gentil Dutra e Henrique Rigueira na zona da Arvorezinha. As Ruas Padre Antônio Vieira e João Francisco Xavier de Azambuja (seu Chico, do armazém da família) ficam no bairro Tiaraju. Na Vila Malafaia, estão as Ruas José Gomes Sobrinho, Dr. Favorino Thomaz de Brêtas Mércio e Capitão Maurício. -*-*-*- Nosso Código de Processo Civil (art. 876) permite que, num processo de execução, o exequente possa postular que lhe sejam adjudicados os bens que foram objeto da penhora. Mas, aí, não poderá oferecer preço inferior ao da avaliação. -*-*-*- Na ida semana, terminamos de reler “Risíveis amores”, livro do escritor tcheco Milan Kundera, com grande alarde no lançamento ocorrido em 1.970. Também é dele a autoria de “Insustentável leveza do ser”. Algumas expressões do autor: “O sentido da vida é divertir-se com ela. E se a vida é muito preguiçosa, para isso precisamos dar-lhe um pequeno empurrão”. Outra: “A maior infelicidade de um homem é um casamento feliz, porque a gente não se pode divorciar”. Uma terceira expressão: “Um homem e uma mulher se amam mais quando não vivem juntos e quando sabem (um do outro) apenas uma coisa: que existem!” -*-*-*- Conforme placa de Imobiliária, foi posta à venda a bela moradia que pertenceu ao general Aluízio Budó. Antes, ela fora residência própria do advogado e jornalista Dr. Arnaldo Faria, por sinal vizinho, colega de profissão e de Rotary do Dr. João Manuel Budó (genitor de Aluízio). -*-*-*- E a gripe anda aí! Cuidem-se os notívagos e os frequentadores noturnos de bares! -*-*-*- O Sr. Fernando Malafaia Farinha, mais uma vez, entusiasmadíssimo (e agradecido) pelo êxito altissonante da campanha de recolhimento de cobertores, os quais foram endereçados aos mais humildes e necessitados criteriosamente. -*-*-*- Vários plantadores de soja estariam “atolados” em financiamentos obtidos junto ao Banco do Brasil e com dificuldades para saldá-los. -*-*-*- Há muito tempo a Matriz da Auxiliadora não acolhia tanta gente como na celebração da Missa de 7º dia pela alma do Dr. Luiz Olavo Almeida de Salles. -*-*-*- Consoante especifica o Código de Processo Civil (art. 783), “a execução para cobrança de crédito fundar-se-á sempre em título de obrigação certa, líquida e exigível”. -*-*-*- Quando guri, frequentávamos (Rua Ismael Soares, onde hoje é o Edif. City) a barbearia (Salão Fígaro) do saudoso Sr. Moreno Brown, trabalhando ali, ainda seu irmão Ruy e o Sr. José. Seu Moreno era varão muito educado. E, aos domingos, como de praxe naqueles idos, vestia sua melhor fatiota e ia para a Estrela D’Alva torcer pelo Guarany F. C. -*-*-*- Em 26-09-86 festejavam “Bodas de Prata” nossos amigos Sr. Oswaldo Azambuja da Silveira (militar aposentado, já falecido) e a Profª Glecy Cavalheiro da Silveira (hoje moradora em PoA com os filhos). -*-*-*- Em 22-10-1.989 nosso amigo Sr. Jacintho Ollé Vives (“Cintão”) passava a presidência da Soc. Espanhola de Bagé ao Sr. Afonso Lugris. -*-*-*- No dia 23-10-89 o Dr. Paulo Antônio da Silva Costa inaugurava seu novo escritório de advocacia nos altos do “Comercial Vilanova Artigas”. E recepcionava, com bem servido coquetel, os professores da Faculdade de Direito e os visitantes da “Semana Jurídica” em realização. -*-*-*-
Irmãos advogados: o Dr. Álvaro Floriano Lahorgue, apesar da pressão recolhida de parte de seus ex-correligionários, explica que deixou a política partidária e que não aceita candidatura à vereança. O Dr. Décio Raul Floriano Lahorgue não dispensa o manuseio frequente do Código de Processo Civil e do Código de Processo Penal nas horas vagas; porém, para a literatura em geral, dedica umas 40 páginas a cada madrugada. -*-*-*- Minha neta primeira, Gabriela (filha de Georginho e Fernanda), formada em Direito (final de janeiro na PUCRGS, PoA), vem de ser aprovada nos exames à OAB-RGS para a obtenção da carteira de “Advogado”. A irmã Geórgia (na PUCRGS) cursa o 3º ano no curso de Administração de Empresas e faz Estágio Profissional.

Deixe sua opinião