Diversas 45472
Publicado em 25/11/2015

George Teixeira Giorgis

George Teixeira Giorgis

Advogado

O Dr. Ricardo Ferreira Breier será o novo presidente da OAB-RS. Sua chapa vitoriou-se com facilidade no pleito profissional do dia 17. -*-*-*- “Encimar” = colocar em cima. “Obra-prima” = obra perfeita; a melhor obra de um autor. -*-*-*- Em francês: “glisser” = encarregar. “Oublier” = esquecer. Em inglês: “brown” = marrom. “Mutton” = carne de carneiro. -*-*-*- No RGS, perto de Encruzilhada do Sul, há o município chamado “Amaral Ferrador”, homenageando uma das lideranças dos Farrapos. -*-*-*- “Barão do Cerro Largo” foi o título outorgado ao Gen. José de Abreu, morto na batalha do Passo do Rosário, contra os argentinos. Já Marcílio Dias foi um heroico marinheiro brasileiro, sucumbido na Guerra do Paraguai, em batalha naval. -*-*-*- Arroio Grande (em 1.873) e Herval (em 1.883) foram municípios desfalcados do território de Jaguarão, comuna fronteiriça ao Uruguai. -*-*-*- Segundo as últimas estatísticas da OAB, no RGS há 34.834 advogados. E 30.606 advogadas. -*-*-*- No dia 27, pela noite, em nossa Câmara de Vereadores, o comerciante palestino Dr. Nasser Yusuf recolherá o título de “cidadão bageense”. Ex-vereador, Nasser bacharelou-se aqui pela nossa Faculdade de Direito e já construiu, em sua gleba adotiva, vários edifícios. -*-*-*- O Dr. Marcelo Godinho Marinho muito entusiasmado com vistas à sua próxima gestão na OAB/Bagé. -*-*-*- A ativa Drª Dirce Helena Ragagnin Zago perdeu sua genitora em Caçapava do Sul, há muitos anos enferma e que fora prima de minha falecida esposa Creusa. -*-*-*- Cá em Bagé nosso educado colega Dr. Paulo Antônio da Silva Costa também passou pelo dissabor de sepultar sua mãe, dona Isolda, recentemente. -*-*-*- Nosso Código Civil, em seu art. 102, proíbe que se faça “usucapião” de bens públicos. O art. 682 – II predica que cessa o mandato quando morre, ou é interditada, uma das partes (o mandante ou o mandatário). E o art. 1.177 do Código de Processo Civil estabelece que só podem postular a interdição de alguém o pai, a mãe, o tutor, o cônjuge, algum parente próximo ou o Promotor de Justiça.
-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
Escrevendo no “Espaço Vital”, nosso colega de turma no Colégio Rosário e na Faculdade de Direito de Porto Alegre, o hoje desembargador aposentado Dr. Adroaldo Furtado Fabrício explicitou em certo trecho: “A informatização do processo judicial, sob muitos aspectos um aperfeiçoamento inegável e certamente irreversível, pode ser também o Cavalo de Troia que o destruirá, sobretudo no sistema do “civil law” a que, bem ou mal, estamos filiados. O processo judicial desumaniza e tende a distanciar o juiz ainda mais do caso concreto. Aumenta a cada dia nosso afastamento das origens etimológicas e éticas da “sententia”. -*-*-*- Aqui em Bagé, a Rua 1º de Maio e a Rua 15 de Novembro celebram uma data universal e uma data histórica brasileira. Elas ficam no bairro São Judas Tadeu. A Rua 19 de Abril (nascimento de Getúlio Vargas) está na Vila São João. A Rua 24 de Agosto (data do suicídio do mesmo estadista) queda-se no bairro Santa Tecla, proximidades do São Bernardo. A Rua Poeta Camilo Rocha (revisor e redator do saudoso “Correio do Sul” e que morreu ainda jovem) está no bairro Santa Flora, o mesmo sucedendo com a Rua Silvério Soares de Morais (pecuarista). -*-*-*- Como já aqui frisamos, o comércio de Bagé não está “muito crente” nas vendas de final do ano. Conforme se tem dito e comentado o 13º salário (na esmagadora maioria dos cidadãos e cidadãs) destinar-se-á ao pagamento de contas vencidas (há pouco ou há muito). -*-*-*- Antigamente, em Bagé (décadas de 30-40), havia o Clube Italo-Brasileiro. A colônia italiana aqui era crescida. Na 2ª Grande Guerra (1939-1945) tendo a Itália se aliado à Alemanha (que começou a afundar nossos navios mercantes e de passageiros) houve o rompimento de relações diplomáticas. E o clube Italo-Brasileiro passou a Clube Recreativo Brasileiro (primeiramente na Av. General Osório, depois na Av. Sete). Grandes festas (principalmente de Carnaval) desenvolveram-se ali a começar pela gestão do Sr. Túlio Lopes, que sacudiu a entidade e concedeu-lhe prestígio ainda nas décadas de 40, 50 e 60. Posteriormente, como sucedeu com o Caixeral e com o Comercial, a movimentação decaiu. E as dívidas surgiram e o prédio foi arrematado por terceiros em hasta pública, sendo hoje sede de uma loja. -*-*-*- Em São Paulo, o Palmeiras chamava-se “Palestra Itália”. E o Jabaquara (de Santos) denominava-se “Hespanha” (que, então, sob o Franquismo, era um país fascista). As alterações nos nomes foram compulsórias. -*-*-*- Nosso colega (1.945) do curso de Admissão ao Ginário da aula particular de dona Noca Souza, Luiz Pitré Gaffrée, rumou à eternidade na manhã de domingo.

* Texto revisado pelo autor

Deixe sua opinião