No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Diversas 31833
Publicado em 26/11/2014

George Teixeira Giorgis

George Teixeira Giorgis

Alguns autores bageenses: Antônio Karam (“Amigo velho”). Antônio Guedes (que era pelotense): “Os presidentes da Associação Rural de Bagé”. Dirceu Pons (“O cavalo crioulo”). Eduardo Contreiras Rodrigues: “Estácio Azambuja – ensaio bibliográfico por um neto”. -*-*-*- Vias públicas em Bagé: Rua Carlos Mário Mércio Silveira (no bairro Ivone). Rua Lourenço Anversa (na Vila Goulart). Rua Cel. Thomaz Mércio Pereira (na Vila Santa Flora). Rua Dr. João Carlos Goudene (no bairro Castro Alves). Rua Mãe Luciana (no Passo do Príncipe). Rua Irmã Malvina Linazzi (no núcleo Stand). -*-*-*- Pelo nosso Código Civil, quando, numa sucessão, todos os herdeiros chamados a suceder renunciarem à herança, esta será denominada “herança vacante” (art. 1.823). Pelo nosso Código de Processo Civil, o procedimento classificado de “cautelar” poderá ter sua instauração antes do processo principal, ou no decurso deste; porém, haverá sempre de ser dependente deste último. É o art. 796. -*-*-*- Na língua portuguesa, “colacionar” = cotejar, conferir. “Insolência” = atrevimento, arrogância. “Insólito” = desacostumado, inédito. -*-*-*- Termos em francês: “Au dessous” = por baixo. “Au dessus” = por cima. “Peine” = tristeza. Vocábulos em inglês: “red” = vermelho. “Swift” = veloz, rápido. “Mason” = pedreiro. Hard = duro, difícil.
-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
         São Longuinho (um santo muito popularizado no nordeste do Brasil) sempre é invocado para ajudar alguém na busca de objetos perdidos. -*-*-*- Francisco Solano López (tido como o presidente mais tirano do Paraguai) foi morto em Cerro Corá pelas forças armadas de nosso Brasil, chefiadas (no local) pelo Gen. Corrêa da Câmara (mais tarde = Visconde de Pelotas). Conta-se, mais, que, ao ser desarmado e ferido, teria exclamado: “Morro com a pátria!” E, mais, é relatado que quem o executou definitivamente teria sido o soldado apelidado “Chico Diabo”. -*-*-*- O Joinville (de Santa Catarina), que estará subindo (em 1.915) para a Divisão Principal do futebol nacional, há 28 anos estava rebaixado! -*-*-*- Presidentes da Sociedade Espanhola em Bagé: 1.968 – Geraldo Ustarroz. 1.972 – Ignácio Bautista. 1.975 – Higinio Perez Cabello. 1.982 – Jacinto Ollé Vives. 1.989 – José Alfonso Lugris. 1.993 – Luiz Avello Diaz – 1.999 – Celestino Blanco Martinez. Os Srs. Ustarroz, Bautista, Higínio, Jacinto, Lugris e Avello Diaz cumpriram mais de um mandato. Em 2.001 assumiu Guilhermina Morales (a 1ª mulher a exercer ali o cargo). -*-*-*- Algumas entidades beneficentes, que, no passado, tiveram muito nome em Bagé e, depois, foram “falecendo”: União Operária (fundada em 1.898). Soc. Protetora dos Artistas (criada em 1.883). Soc. União dos Artistas (1.906). -*-*-*- Ano da fundação do Rotaract aqui: 1.977. Fundação do Interact Clube = 1.971. Fundação do Lions Clube Santa Tecla = 08/abril/1.978. Fundação do Rotary Clube Bagé – Campanha: em 2.003. -*-*-*- De 2.000 a 2.004 presidiram o tradicional Rotary Clube de Bagé os cidadãos Bayard Barcelos Munhoz, Ary Marques Ferreira (pela 3ª vez), Jorge Suñé Grillo (pela 2ª vez), Ângelo Roberto Gomes Silva e Luis Carlos Centena. -*-*-*- O Sr. Emir Souza (muito nosso amigo), dedicado funcionário municipal (há muitos anos aposentado), adoentado subitamente, baixou à sepultura no final de domingo.
-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
Nossa turma de licenciados do curso ginasial de dezembro de 1.949 do Colégio Auxiladora experimentou fundo desfalque na sexta-feira quando foi encontrado morto, na moradia onde residia só, o engenheiro civil Dr. Danilo Malafaia Barreto, vítima de um golpe cardíaco súbito. Em 1.951, quando fomos estudar no Colégio Rosário (PoA), Danilo foi para o Colégio Júlio de Castilhos. E concluímos o ciclo colegial (hoje = 2º grau) em dezembro/1.952. Voltamos formados em 12/57, então, a Bagé. Pouco tempo depois, mais Vicente Saraiva, Eduardo Monmany, Nei Mário Carneiro (também nossos colegas) integramos a diretoria do Clube Comercial. E logo consegui, para ele, graças ao nosso Prof. Boaventura Rosa, na administração João Fico, o cargo de engenheiro da Municipalidade. Depois, foi para S. Gabriel (obras da BR-290) para laborar na empresa Battam. E vinha a Bagé, nos finais de semana, num flamante “jeep”! Voltando para cá, desta feita na gestão interina de Luiz Maria Ferraz (presidente do Legislativo exercendo o cargo de prefeito) logramos colocá-lo de novo no posto técnico que, anos antes, exercitara. Construiu aqui excelentes edificações (como o “Antônio Lanicca”, o “Otto Carvalho”, e o “Dom Diogo de Souza”, entre muitos outros”). E, na gestão João Wílson Vaz (de que fazíamos parte), concretizou a “boite” do Clube Comercial (projeto de Nei Mário Carneiro). Efetuou, também, trabalhos de perícia judicial que primavam pela excelência do estilo e da elegância na redação técnica. Mortos seus tios e padrinhos (Sr. Lanicca e dona Mimosa) e seus genitores (dona Flor e seu Ivo) nunca lhe faltaram o apoio e o amparo do irmão mais velho, o conceituado Dr. Alceu Malafaia Barreto. Por certo, nas alturas, o Dr. Danilo, hoje e sempre, estará discutindo os problemas da Matemática e da Física, sobre os quais tanto gostava de dissertar!

Texto revisado pelo autor


Deixe sua opinião