No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

O vereador é quem está mais próximo da população
Publicado em 13/08/2019

Esquerda Carneiro

Esquerda Carneiro

Desde janeiro, quando assumi a presidência da Câmara Municipal de Vereadores, todas as terças-feiras tenho ocupado este espaço no jornal Folha do Sul comentando sobre planos, projetos e ações em benefício de nossa cidade. Sobre viver em Bagé, sobre a busca da felicidade e a luta pelo desenvolvimento. Tenho mantido os assuntos com otimismo em favor da nossa Rainha da Fronteira. Nesse período de pouco mais de 200 dias à frente da Câmara agradeço a parceria de meus colegas vereadores que em muito contribuem para que façamos um bom trabalho, unidos, sabendo debater com civilidade nos momentos de divergência e buscando soluções convergentes para tornar Bagé uma cidade que demonstra preocupação em resolver seus problemas.

O caminho é esse, graças a contribuição dos vereadores. Porque ninguém conhece mais as necessidades de cada bairro, cada comunidade, que o vereador. A cidade é o lugar de peregrinação do vereador antes, durante e depois da campanha eleitoral. Ele tem esse compromisso direto com o eleitor, portanto, é cobrado no dia a dia, quando está na Câmara, quando chega em casa ou caminha pela cidade.

O vereador é o primeiro alvo da população quando algo não está a contento no município, quando o esgoto está a céu aberto, quando a rua está intransitável, quando a escola apresenta algum problema, quando falta atendimento no posto de saúde, quando o emprego não chega.

Mesmo que o prefeito também seja alvo é o vereador que ouve diretamente de quem sofre com algum desses problemas.

Ninguém representa mais o povo que aqueles 17 parlamentares eleitos. É preciso força, estrutura e perseverança para saber lidar com isso, com as reclamações mais que com os agradecimentos. Porque  muitas vezes é o vereador que luta, busca solução e, no final, os aplausos não chegam a ele, mas ao Executivo. Embora, na maioria das vezes, observo que o prefeito Divaldo Lara tem destacado o nome de quem atuou no projeto, que correu atrás da Emenda Parlamentar ou que, simplesmente, se esforçou para solucionar determinado problema.

Por isso, hoje quero agradecer aos meus colegas, aos vereadores, por tudo o que estamos fazendo juntos. E não é pouco, quer seja nos gabinetes de cada um, nas comissões permanentes, nas sessões ordinárias, especiais e extraordinárias, nos pronunciamentos, nos requerimentos, enfim, em todo o trabalho realizado, que não se limita apenas ao horário funcional da Câmara, porque um vereador quando não está em seu trabalho na Casa Legislativa não deixa de ser vereador, está sempre no exercício da função, 24 horas por dia, todos os dias dos quatro anos de seu mandato.

Muito obrigado e continuemos nessa luta, porque Bagé precisa!


Deixe sua opinião