No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

O melhor lugar para viver é feito por todos nós
Publicado em 12/11/2019

Esquerda Carneiro

Esquerda Carneiro

Bagé é um lugar maravilhoso para se viver. Ouço isso de várias pessoas que vieram morar em nossa cidade, pessoas que não nasceram aqui. Por isso, hoje, quero falar desse sonho, que é tornar Bagé o melhor lugar do Rio Grande do Sul para viver. 
Quando o meu grupo político, junto com o prefeito Divaldo, deu início ao trabalho na prefeitura, eu na Secretaria de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso,  entre os principais compromissos estava fazendo uma cidade desenvolvida, mas com a paz necessária para o bem viver. 
Este é o sonho de todas as cidades do Brasil. Desenvolvimento e paz. 
Para alguns pode ser uma ousadia querer o melhor. Para nós, não. Para nós, é o necessário, o prioritário, é o que nos pedem todos que vivem em Bagé.
Em primeiro lugar, precisávamos trilhar o caminho que faz o município, que já é polo da região da campanha, um lugar cercado de boas coisas. 
Em setembro de 2017 recebemos uma pesquisa que apontou Bagé como a cidade menos violenta do RS. Ora, não tinha notícia melhor para aquele momento, porque esse é o grande objetivo do mundo - viver em paz. Sabemos que as pessoas buscam lugares sem a contaminação da violência. Então, qual o traçado de prioridades para aquele momento, início de governo, apenas nove meses, para buscar a meta do desenvolvimento com paz? 
Já havia um projeto de guarda municipal, um programa de mobilidade urbana, o início das obras de cinco centros de referência em Saúde – hoje temos quatro deles funcionando das 7h30min às 19h30min; qualidade na Educação; projeção para 50 quilômetros de pavimentação nos bairros, entre tantos outros feitos; como a construção de quatro novos residenciais com 1 164 moradias; readequação dos vendedores de rua; incentivo para instalação de novos empreendimentos, gerando emprego e renda, e uma série de ações que fazem de Bagé uma cidade de desenvolvimento com paz. 
Ou seja, em nenhum momento,  nenhum dia sequer, esquecemos de nossos propósitos. Ou melhor, do compromisso com a terra. Para isso, temos que estar em todos os setores, observando as prioridades de cada segmento e não esquecendo, jamais, o que queremos e como planejamos chegar ao nosso objetivo.  
O programa de pavimentação, prevendo 50 quilômetros em quatro anos, é um número tímido se levarmos em consideração o atraso da cidade em relação ao pavimento. Também estamos atrasados na área da tecnologia da informação. Portanto, para fazer da cidade o melhor lugar do RS para viver, o caminho não é fácil, mas é possível. Alguns aspectos estão ao nosso favor e citados neste artigo. Outros precisam ser estudados ou viabilizados. Mas, o que quero dizer com isso tudo é que a Câmara Municipal de Vereadores é parceira de Bagé. Aliás, a Câmara é Bagé, ela existe pelo bem da cidade. 
Só precisamos agora recompor ou readaptar alguns programas e projetos, aperfeiçoar determinadas atividades e mãos à obra. Porque é inegável que temos um clima e meio ambiente maravilhosos para viver e bem. Temos uma estrutura de saúde, educação e assistência social de dar inveja a muita cidade Brasil afora. Falta-nos compreender o futuro. Para isso, é preciso investir em infraestrutura, em tecnologia e jogar todo o esforço na valorização de novos empreendimentos. 
Bagé precisa. A população quer. Resta o nosso esforço e boa vontade. 
Sendo assim, portanto, só nos resta baixar a cabeça e trabalhar pelos objetivos traçados, como aquele que prioriza Bagé como o melhor lugar do RS para viver. 

  


Deixe sua opinião