No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

50 anos de história, 16 anos de promessa e dois anos de esperança
Publicado em 26/03/2019

Esquerda Carneiro

Esquerda Carneiro

O Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb) completou 50 anos de atividades no domingo, dia 24 de março. A programação de aniversário segue até o dia 29, quando acontece a inauguração do reservatório de água, uma obra esperada há mais tempo que os 50 anos do Daeb, com uma sessão especial na Câmara Municipal de Vereadores, a partir das 19h de sexta-feira.
Todos os bageenses conhecem os serviços oferecidos pelo Daeb. São 43 mil locais, entre casas, apartamentos e empresas, que têm ligação de água. Praticamente toda a cidade. Eu comecei a conhecer de perto o trabalho realizado quando fui eleito vereador em 2012. Claro que sabia sobre armazenamento, distribuição e cobrança da taxa de água, bem como sobre as atividades de saneamento básico. Muito me indignei com a falta de esgoto na frente das casas, com o problema de não ter água e, mais recente, há cerca de quatro anos, com a questão da qualidade do líquido que todos nós bebemos, além do valor da taxa paga pelas famílias carentes.
Desde que entrei na Câmara de Vereadores, o Daeb fez parte das minhas atividades. Muito exigi, reivindiquei, pedi e reclamei, trabalho que continuo fazendo sempre que necessário.
Agora, com o funcionamento de um novo reservatório de água tratada, com capacidade para quatro milhões de litros, será possível melhorar a qualidade e acabar com o problema de passar anos e anos, até décadas, sem lavar o lugar onde se guarda a água para distribuir às casas. Porque para fazer isso tinha que interromper o fornecimento. Este é um mérito do governo municipal, mérito do prefeito Divaldo Lara e equipe do departamento.
O próximo passo, entre as prioridades, junto com o início das obras da barragem da Arvorezinha, é conter o desperdício de água que corre pelos canos. Perdemos muito, porque a tubulação é velha, está desgastada. Sei que é um problema em que se fala há muito tempo, mas agora existe um planejamento para diminuir essa perda. Perdemos muita água tratada. E esta é uma obra tão necessária quanto o reservatório e a barragem.

Barragem da Arvorezinha
O serviço de água encanada em Bagé existe há mais de 100 anos, o Daeb há 50, e a promessa de uma barragem que contemple nossas necessidades passa dos 16 anos. Desde 2017, o município vem dedicando atenção exclusiva para sanar os problemas que impediram o prosseguimento da obra da Barragem da Arvorezinha. Idas e vindas a Brasília, liberação ambiental e financeira, readaptação no projeto e desapropriação das áreas do entorno são tarefas que já estão em fase de finalização para que, finalmente, consigamos com o efetivo apoio do governo federal, começar a obra. Vivemos dois anos de esperança e, tenho a certeza, ainda neste primeiro semestre o prefeito e o diretor do Daeb começarão, definitivamente, para não mais parar até a conclusão, esse que é o sonho de todos nós bageenses, resgatando o respeito que nossa cidade merece e, assim, caminhe para o seu verdadeiro destino: o desenvolvimento social e econômico.


Deixe sua opinião