No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Com Maria, no caminho da missão
Publicado em 20/09/2019

Dom Frei Cleonir Paulo Dalbosco (bispo de Bagé)

E-mail: cleonir@ascap.org.br
Dom Frei Cleonir Paulo Dalbosco (bispo de Bagé)

Estamos na semana da Romaria de Nossa Senhora Conquistadora. Com as bênçãos de Deus vamos viver e celebrar esse momento de fé e devoção popular.  Esse ano, seremos iluminados, com o tema: Com Maria, no Caminho da Missão.
 Uma romaria é um momento privilegiado de oração, fortalecimento da fé, de devoção e missão. Os santuários são lugares de encontro com Jesus Cristo, tendo Maria Santíssima como grande figura para a nossa oração pessoal e comunitária.  Ela é a grande missionária, sua missão é nos conduzir ao seu Filho Jesus. A cada ano, aumenta a devoção mariana em nossas dioceses, as peregrinações fortalecem cada vez mais a religiosidade popular, as manifestações de fé e o espaço de acolhida e evangelização. Os diversos títulos e santuários espalhados por todo o mundo testemunham a presença próxima de Maria às pessoas e, ao mesmo tempo, manifestam a fé e a confiança que os devotos sentem por ela. O povo de nossa Diocese de Bagé, recorre a Maria pedindo proteção e amparo para trilhar os caminhos da vida e da missão. 
Maria nos ensina a viver a missão com fé: Maria, a serva sempre fiél a Deus. Deus chama e Maria acolhe esse chamado: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra”(Lc 1,28-38). Deixou-se habitar e guiar pelo Espírito Santo, fez a experiência de Deus Pai na vida e se tornou a sua primeira Missionária. O que caracterizou a fidelidade de Maria foi a sua profunda intimidade com Deus. Ela o escutou, adorou e obedeceu. O sim de Maria é o sim de nossa vocação cristã. “Sim” de quem entendeu que a vida é dom gratuito, que só tem sentido de ser vivida na gratuidade. Maria é a expressão da comunidade iluminada pelo Espírito Santo que conduz a igreja. Ter Maria como mãe e missionária é agir como ela. Assim como acolheu a palavra de Deus que se fez carne em seu ventre, também nossas comunidades devem acolher o Evangelho de Jesus em suas vidas. Esta palavra deve ser vivida, encarnada e anunciada para toda a humanidade. 
 A voz de Deus que ecoou no coração de Maria e a levou a dizer sim e manter-se fiél, continua sendo hoje dirigida aos nossos ouvidos. É todo dia, a cada amanhecer, que Deus nos quer à sua disposição. Ele quer precisar de nós para amar e servir a todos, com alegria; Quer-nos no seu lugar, junto aos que sofrem, fazendo como Ele fez! Podemos ir muito mais além: ser presença solidária junto a todo sofredor, indicar Jesus Ressuscitado ao mundo, ser causa de salvação para a humanidade. Maria escutou a Deus, disse sim, obdeceu e foi fiél até o fim. Ela que é Mãe dos caminhantes continua a peregrinar conosco. Ela vai à nossa frente indicando o caminho da evangelização. Quem anda com Maria nunca se desvia do caminho de Jesus e vive mergulhado no amor do coração de Deus. 
Guiados pela preparação da Romaria, somos convidados a viver a alegria da missão, testemunhar a misericórdia, o amor e a bondade de Deus. A missão é, sobretudo um dom de Deus e nós podemos e devemos participar. A igreja de Cristo precisa viver intensamente a missão.
Bem-vindos à 45ª Romaria Diocesana de Nossa Senhora Conquistadora. Dia 29 de setembro de 2019 – Bagé, RS.


Deixe sua opinião