No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO
Publicado em 14/12/2019

Dom Frei Cleonir Paulo Dalbosco (bispo de Bagé)

E-mail: cleonir@ascap.org.br
Dom Frei Cleonir Paulo Dalbosco (bispo de Bagé)

Seguir em frente é a melhor forma de conduzir a vida, nos diferentes caminhos que se apresentam cotidianamente. Em alguns momentos, é necessário avançar, mesmo não sabendo onde chegar. Parar não rende resultados e não acrescenta nada. A acomodação tem rondado e instigado muitos corações. É muito fácil recolher-se e deixar simplesmente acontecer. A vida tem o ritmo dos sonhos de cada pessoa. Na ausência de um projeto pessoal, o ato de viver vai perdendo disposição e encolhendo as energias. 
Porém, é importante prestar atenção na velocidade do mundo: muitas pessoas estão se esgotando na tentativa de querer acompanhar a corrida diária. Ninguém é obrigado a imprimir uma alta velocidade em seus dias. Quem aprende viver com menos, acaba também correndo menos.
O ritmo depende do modo como cada um escolhe viver. Há pessoas que fazem muito, sem precisar aderir à pressa. Seguir devagar também é seguir. É admirável observar quem não se agita por nada deste mundo. A calma e a paciência são conquistas que qualificam a vivência e a convivência. 

A cada dia que passa os ambientes de trabalho, por exemplo, não estão mais aceitando pessoas excessivamente agitadas. A pressa não qualifica, além de afastar os que estão por perto. Se o mundo está em alta velocidade, as pessoas estão convocadas ao equilíbrio. 
Quem segue devagar pode até chegar depois ou perder algumas coisas, mas, certamente, alcançará uma maior qualidade de vida. Por muito tempo, a sabedoria popular repetiu algo interessante: ‘devagar e sempre’. “Seguir devagar também é seguir.” (Matheus Rocha).
Nesse final de semana, realizamos a campanha para a evangelização em todo Brasil. A motivação para a sua realização é a missão evangelizadora que compete a todos os batizados e o sustento das atividades pastorais da igreja em todo Brasil. A igreja necessita preparar e formar lideranças em todos os níveis. Tem consciência que precisa zelar pelo anúncio da palavra, cuidar dos pobres e da comunidade. “A participação consciente de cada um, sinal de comunhão missionária, coloca-nos em atitude de doação de tudo aquilo que somos e temos em favor da igreja e da sua ação pastoral. É consequência do ‘sentir com a Igreja’ (Pe. P. Samuel Batista).
Anualmente, a Igreja Católica convida seus fiéis a fazerem um gesto bem concreto no 3º domingo do advento, para angariar os recursos necessários para prosseguir a evangelização, especialmente no interno do país. A campanha supõe a vivência da fé e atitude de conversão, tanto pessoal quanto comunitária.  
Todos somos convidados a participar generosamente, divulgar e fazer bem a nossa parte na certeza de colocar em prática o mandato de Jesus: “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações, e batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-lhes a observar tudo o que vos tenho ordenado. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos”( Mt 28, 19-20). 
Que os vossos dias sejam leves e que vosso coração não se distancie da paz e da harmonia. A solidariedade nos torna mais humanos e felizes. Paz e Bem!


Deixe sua opinião