No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Campanha da Fraternidade 22 de fevereiro de 2020
Publicado em 22/02/2020

Dom Frei Cleonir Paulo Dalbosco (bispo de Bagé)

E-mail: cleonir@ascap.org.br
Dom Frei Cleonir Paulo Dalbosco (bispo de Bagé)

Todos os anos, durante a quaresma, a igreja reforça a reflexão e a prática da Campanha da Fraternidade. Como surgiu? Quem criou? E qual o motivo do surgimento?
Em 1961, três padres, responsáveis pela Cáritas no Brasil, idealizaram uma campanha com o objetivo de levantar fundos para assistir aos pobres. Deram a esta ideia o nome de Campanha da Fraternidade, que foi realizada pela primeira vez na quaresma de 1962, na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.
A ideia funcionou tão bem que, no ano seguinte, 16 Dioceses do Nordeste realizaram a Campanha da Fraternidade. E, em 1964, foi lançada a Campanha da Fraternidade a nível nacional pela CNBB, com o tema “Igreja em Renovação”. 
A Campanha da Fraternidade nasce no contexto do Concílio Vaticano II, que iniciou um tempo de renovação na pastoral da Igreja. Por isso a Campanha da Fraternidade, que acontece sempre no período quaresmal, é um grande convite a nos convertermos para a prática da justiça social, da solidariedade, da partilha e do amor ao próximo. 
Para cada ano, a Igreja no Brasil escolhe um tema para ser refletido na Campanha da Fraternidade e transformado em ação concreta de solidariedade. Gestos que podem transformar realidades de dor e sofrimento em possibilidade de esperança. Por isso, a Campanha da Fraternidade é o diálogo da Igreja com a Sociedade, pois todos os cristãos devem ser sal da terra e luz do mundo. 
Na verdade, a fraternidade deveria ser algo comum entre aqueles que acolheram o evangelho e seguem a Cristo. Por isso, se há a necessidade de fazer uma “campanha” para que a fraternidade seja vivida, é porque necessitamos de uma profunda conversão, mudança do coração. Por isso, a Campanha da Fraternidade acontece durante o período quaresmal, quando nos preparamos para viver a vida nova em Cristo Ressuscitado, que faz novas todas as coisas, principalmente a força do amor em nossos corações. 
 A Campanha da Fraternidade é o modo com o qual a Igreja no Brasil vivencia a Quaresma. Há mais de cinco décadas, ela anuncia a importância de não se separar conversão e serviço à sociedade e ao planeta. A cada ano, um tema é destacado, assim, a Campanha da Fraternidade já refletiu sobre realidades muito próximas dos brasileiros: família, políticas públicas, saúde, trabalho, educação, moradia e violência, entre outros enfoques.
Esse ano, a Campanha da Fraternidade, através do objetivo geral “Conscientizar, à luz da Palavra de Deus, para o sentido da vida como Dom e Compromisso, que se traduz em relação de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, nossa Casa Comum” e, através do seu texto-base, convida a olhar de modo mais atento e detalhado para a vida. O tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34) buscam conscientizar, à luz da palavra de Deus, para o sentido da vida como dom e compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, casa comum. Que Deus abençoe a todos. Paz e bem!


Deixe sua opinião