No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Sobraram recursos e estamos devolvendo!
Publicado em 06/07/2018

Divaldo Lara

Prefeito de Bagé
Divaldo Lara

Nossa obra do anel rodoviário comemora dois ineditismos: o primeiro, a própria obra em fase de conclusão, após um aguardo de 28 anos pelos moradores e usuários do transporte na região da Vila Gaúcha e arredores. O segundo, será a sobra e devolução de recursos ao governo do Estado. É isso mesmo! Pela primeira vez na história de um município, ocorrerá devolução de recursos. Normalmente, o governo está acostumado a receber solicitações de aditivos para as obras, não de sobras. Tanto que, nem o sistema utilizado para gerenciar as obras e os recursos previa essa situação.  Nosso governo e nossa cidade, mais uma vez, saem na frente nos quesitos transparência, economia e também na conclusão desse trabalho, tão aguardado. Serão 200 mil reais que voltarão aos cofres públicos. Outra ação, com o governo do Estado e fruto de emendas de diversos deputados federais e senadora, foi o recebimento do novo maquinário que passará a ser utilizado na zona rural. Da mesma forma que expusemos as máquinas sucateadas recebidas no início do nosso governo, tivemos orgulho de mostrar, a quem passou na praça Silveira Martins, na quarta-feira, a grande nova conquista de cinco retroescavadeiras, dois rolos compressores, além de três tratores e 11 implementos agrícolas.  Logo no início do nosso governo, visitamos os gabinetes de todos os deputados, em Brasília, com fotos em mãos da frota que havíamos recebido e demonstrando nossa intenção de reerguer e resolver os problemas da nossa cidade.  Com isso, os deputados Afonso Hamm, José Stédile, Luiz Carlos Heinz, Danrlei de Deus, João Derly, José Fogaça e a senadora Ana Amélia Lemos destinaram emendas que resultam no que os bageenses viram de concreto, em praça pública, no dia de ontem.  Sempre estivemos e continuamos à disposição de quem queira auxiliar nossa cidade, independente de questões partidárias.  Nossa Secretaria de Gestão, Planejamento e Captação de Recursos (Geplan) também teve papel fundamental na recuperação de saldo de emendas e de recursos da Consulta Popular, ainda do ano de 2012 e de 2016, para a aquisição das máquinas. Devido à urgência das necessidades, algumas pessoas me perguntaram: por que as máquinas estão na praça e não em uso nas estradas rurais? Para o uso, falta apenas que a empresa fornecedora realize a entrega técnica, que se trata de uma vistoria prévia à utilização. Acreditamos que as liberações ocorram na próxima semana, e, tão logo, os equipamentos estarão em plena atividade.  Tenho pensado muito na conservação desse patrimônio e no quanto Bagé poderia estar evoluída nesse sentido, se cada governo conquistasse e conservasse para entregar ao próximo gestor. Agora, teremos atenção redobrada nesse sentido. Se todos pensassem assim, não estaríamos, ainda hoje, buscando itens básicos para manutenção de uma cidade, como maquinário para trabalhar. Ou até poderíamos estar fazendo, mas não com tal urgência nas necessidades. Quero, ainda, destacar a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Rural, que durante todo este período e mesmo sem todos os equipamentos necessários, não mede esforços  na recuperação tanto de estradas quanto na construção de pontes, pontilhões e no que for necessário para auxiliar o produtor rural e os moradores dessas regiões. É assim, com empenho, tanto por parte das equipes de trabalho quanto do primeiro escalão do governo em contatos com Brasília e com a correta fiscalização, que resulta na devolução de recursos ao Estado, que Bagé volta ao cenário estadual e chama atenção, também, na esfera federal, como referência de honestidade e força de trabalho. Parabéns a todos que primam por esses valores no serviço público e, principalmente, a todos os bageenses que se beneficiam com as conquistas, fruto dessa transparência.

Deixe sua opinião