No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Escola militar para Bagé
Publicado em 25/01/2019

Divaldo Lara

Prefeito de Bagé
Divaldo Lara

Estou retornando de Brasília, onde esta semana estive, junto com uma comitiva de secretários e nosso gestor de captação de recursos, em busca de apoio a importantes demandas para a cidade. Uma delas foi a possibilidade de implementarmos em Bagé uma escola militar, iniciativa que ganha apoio da grande maioria dos bageenses.  São várias as vantagens que fazem com que as famílias apoiem a ideia, entre elas, as excelentes avaliações nacionais no ensino. Para se ter uma ideia, a média de notas obtidas pelas escolas de todo o país no Índice de Desenvolvimento da Educação Brasileira (Ideb) ficam em torno de cinco pontos, enquanto que as escolas militares alcançam médias superiores chegando a até sete. O método de ensino, que foca na formação completa do estudante, é outro atrativo. São escolas que fazem, além do teste classificatório aos alunos, uma seleção criteriosa dos professores. A disciplina é diretamente ligada ao estudo, o que inclui desde o fardamento até regras de convívio entre os estudantes.  Além disso, há um constante estímulo ao aluno para que obtenha melhor desempenho, como o oferecimento de atividades extra, não limitando-se apenas ao quadro curricular. No contraturno, os alunos podem praticar aulas de reforço, atividades esportivas, artísticas e de lazer. Há a convicção de que, mantendo o aluno próximo à escola, o êxito na aprendizagem também aumente, mesmo que as atividades sejam de lazer. Sobre os professores, além da criteriosa seleção de ingresso, também há a constante preocupação com o preparo, tornando-os verdadeiros mestres nas atividades que lecionam, seja por meio de formação acadêmica ou em demais áreas de conhecimento. Outra característica interessante é que as áreas das disciplinas ganham grau de importância iguais. Todas são consideradas essenciais para o desenvolvimento do aluno e valorizadas igualmente durante o aprendizado, aprovando ou reprovando de igual forma. É quase um clichê dizer isso, mas o acompanhamento e apoio dos pais é essencial. Neste quesito, os familiares podem acompanhar de forma online o desenvolvimento do aluno. Além disso, interagem diretamente com a instituição de ensino em atividades que ajudam no bom desempenho dos alunos e valorizam o processo de cidadania. Normalmente, as escolas militares também têm boa estrutura à disposição dos educandos, algumas das estabelecidas no país oferecem ginásios de esportes, quadras cobertas, biblioteca, teatro e até piscina semiolímpica, como, por exemplo, a do Colégio da Polícia Militar do Paraná.  Historicamente, Bagé tem tradição militar e fez história no quesito resistência. Temos cinco quartéis. Uma grande história de passado para contar, dessa forma, sinto que podemos contribuir também com o futuro dos nossos jovens.  

Deixe sua opinião