No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

A um mês de um novo tempo
Publicado em 02/12/2016

Divaldo Lara

Prefeito de Bagé
Divaldo Lara

Presidente da Câmara de Vereadores e prefeito eleito de Bagé

O Daeb é especial no futuro governo
Hoje, volto a anunciar mais uma parte da composição da administração municipal que se inicia no dia 1º de janeiro. Já falta menos de um mês.
Assim como ocorreu na semana passada, também as novas nomenclaturas, fusão de pastas, soma de funções e responsabilidades serão anunciadas em coletiva de imprensa que começa às 10h no plenarinho da Câmara municipal. O Daeb entra na pauta de hoje, além de quatro secretarias. Isso fará com que sejam oito secretários anunciados, faltarão apenas quatro e o procurador jurídico.
Peço licença aos jornalistas para falar um pouco do Daeb sem interferir, furar a coletiva ou dar spoiler no episódio dois do anúncio dos secretários municipais. Mas é preciso que eu me refira à autarquia, porque foi o departamento objeto de meu trabalho como vereador; critiquei, fiz sugestões e fiscalizei, sempre com muita dedicação.
Mergulhei com profundidade nos estudos de mudança de taxa para tarifa, com o vereador Esquerda apresentei uma proposta na Câmara. Também os temas referentes à qualidade da água fizeram com que me envolvesse com tanto empenho que chegou um determinado momento em que já estava me sentindo um químico.  Excesso de água, perdas, tratamento, hidráulica, barragem, servidores, enfim, inúmeros são os assuntos de responsabilidade do Daeb que chegaram ao meu gabinete de vereador e motivaram meu trabalho. Por isso, meu carinho e atenção especial ao Departamento de Água e Esgoto de Bagé, que, a partir de hoje, será de conhecimento de todos, não só o nome de seu diretor, mas de um acréscimo à denominação.
Porém, escrevo essa referência à empresa responsável pelas águas da cidade para que a população saiba que ali estarei olhos, ouvidos e ação. Se em nenhum órgão da prefeitura eu posso errar, no Daeb menos ainda.
A direção geral estará com um grande profissional, amigo e parceiro, um técnico que permitirá haver compartilhamento, troca de ideias e afinidades, principalmente entre gestores e funcionários. Juntos, vamos enfrentar os desafios que já estão batendo à nossa porta.
Eu sei que vai dar certo. Hoje, às 10h, será possível saber mais.

O grande coração de Deus
A tragédia que abalou o mundo no início desta semana e que vitimou um promissor jogador de futebol nascido em Bagé, o Dener, faz com que a gente reflita e sinta o quanto somos pequenos e o quanto precisamos compreender esses acontecimentos. Com imenso pesar desejo força à família e aos amigos de Dener. Tenho a certeza de que sua missão foi desempenhada como designou Deus em sua imensa sabedoria, assim como a missão de todas as vítimas. O mundo se uniu para abençoar atletas, dirigentes e jornalistas que morreram na Colômbia. O mundo ergueu as mãos para o céu. O mundo mostrou solidariedade.
O triste episódio mostrou que ainda há esperança, porque o amor continua grande no coração das pessoas.

A favor da CEEE e CRM
Sexta-feira da semana passada estive reunido com o gerente da CEEE, Ruimar Marques, e, na terça-feira, recebi a visita de funcionários no meu gabinete. Nas duas ocasiões reiterei meu apoio à estatal, sendo contra a privatização pretendida pelo governo do Estado. Entendo que existam outras soluções para amenizar a crise do Rio Grande do Sul. O deputado Lara já fez propostas nesse sentido, apontou alternativas e lembrou que a CRM, por exemplo, dá lucro para o Estado e que se tratam de empresas estratégicas. 
De minha parte, estou à disposição para ajudar na mobilização da região e, principalmente, na luta através da Assembleia Legislativa. É preciso mostrar que existem outras alternativas.
Ontem, na Câmara, tivemos a formação de uma Frente Parlamentar em Defesa da CEEE e contra a privatização no pacote de medidas do governador Sartori.

Deixe sua opinião