No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Professor Zair da Rosa Romero
Publicado em 28/05/2018

Cid M. Marinho

Cidade: Bagé / RS
Cid M. Marinho

Foto: Alicia Ibañes/Especial FS

Nasceu em Porto Alegre em 14 de julho de 1935. Filho de Lucindo e Nair da Rosa Romero, viveu na capital até os 8 anos, quando a família mudou-se para Bagé. Quando faria 12 anos pediu aos pais, para começar uma biblioteca. O primeiro livro foi o de Platão. No final, contava com um acervo de aproximadamente, 8 000 volumes. Estudioso, sempre saiu-se muito bem nos estudos. Iniciou a vida escolar no Colégio Silveira Martins e concluiu o segundo grau no Colégio Auxiliadora. Com um grupo de colegas, criaram o Centro Cultural Padre Leonel França, que teve na época, bastante projeção no mundo estudantil, ele foi um dos presidentes.

Em 1955, ele retornou à capital a fim de fazer uma faculdade. Escolheu Filosofia, desde então, só retornava a Bagé nos períodos de férias. Em 1958, formou-se, e em 1959 se casou com Leonidas Cecília Coronel, tiveram os filhos: Ana Leonisa, João Gerson, Rogério e Carmem. No magistério, chegou a lecionar em três turnos diários. No Colégio Espirito Santo, atuou de 1959 a 1966, trabalhou em quase todas as grandes escolas da cidade: Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, Escola Estadual Carlos Kluwe, Geteco e 15 de Novembro ( atual Justino Quintana).

Paralelamente ao magistério foi: chefe de Gabinete de Antônio Pires de 1971 a 1975; secretário Municipal de Educação de 1975 a 1978; coordenador Regional de Educação de 1981 a 1984; vereador; patrão do CTG Prenda Minha; presidente da Sociedade Italiana de 1992 a 2001; participou do Núcleo de Pesquisas Históricas Tarcísio Taborda desde a sua criação; e voluntário na Vila Vicentina na década de 1960. Aposentou-se como professor da Urcamp em 2005, após 42 anos de trabalho.

Em 5 de abril de 1994, casou-se pela segunda vez com Nivercina de Lourdes Brum Romero (Niva). Romero morreu em 10 de novembro de 2015, aos 80 anos de idade.


Deixe sua opinião