No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Mottini, pintor, ilustrador, desenhista e retratista
Publicado em 18/07/2019

Cid M. Marinho

Cidade: Bagé / RS
Cid M. Marinho

Foto: Alina Souza / Especial FS

João Baptista Mottini nasceu em Santana do Livramento em 1923. Com apenas 2 anos foi morar em Porto Alegre. Antes mesmo de ser alfabetizado, aos 7 anos, já era um apaixonado por desenhos, ilustrando os próprios cadernos. Aos 15, entrou como aprendiz na Editora Globo e ilustrou o primeiro livro intitulado “Semana da Pátria”, seguido de “Os Cavaleiros do Rei Arthur” e “Robin Hood”. Além disso, colaborou no primeiro “Dicionário Enciclopédico da Editora Globo.
Em 1946, Mottini foi para Buenos Aires, onde se destacou como desenhista de histórias em quadrinhos, com projeção internacional. Tornou-se mestre no curso de Desenho da famosa “Escola Panamericana”, onde também estudaram José L. Salinas, Alberto Breccia e Hugo Pratt. Em 1957, os desenhos de Mottini chegaram à Itália, solicitados pelo Stúdio Creazioni Dami. Em 1962, retornou a Porto Alegre e participou da criação da Cetpa – Cooperativa e Editora de Trabalho de Porto Alegre, numa válida tentativa de nacionalização e valorização dos nossos “personagens gaúchos”. Mottini chegou a desenhar para a Inglaterra algumas histórias de faroeste como o famoso Cowboy “Buck Jones”. Nos últimos anos, Mottini se dedicou somente a pintura e ilustração. Foi premiado várias vezes pela “Associação Riograndense de Propaganda”. Alguns dos trabalhos dele estão expostos no Museu do Louvre”, em Paris; outros foram publicados no livro “O desenho visto através de 150 famosos artistas”, editado em diversos países. Em Bagé há duas obras do Mottini: O “Retrato” do Dr. Octávio Santos e uma enorme pintura a óleo de um “gaúcho com cavalo”, exposta no hall de entrada do Hotel Obino. João Baptista Mottini morreu no dia 30 de março de 1990, em Porto Alegre.

Deixe sua opinião