No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Matéria especial - Banho no bebê no inverno
Publicado em 18/07/2019

Folhinha

Foto: -

Durante o inverno, o cuidado com a saúde das crianças tem de ser redobrado, já que elas ficam suscetíveis a problemas causados pelas baixas temperaturas. Pesquisamos algumas dicas para amenizar o desconforto e proteger os bebês na hora do banho.

Como dar banho no bebê nos dias frios

Dar banho no bebê é prazeroso, porém, com as baixas temperaturas, o que era para ser um momento íntimo entre mãe (ou pai) e filho, acaba "cortando" o coração. Confira algumas dicas práticas para a criança ficar limpa e cheirosa durante o inverno*:
Dê apenas um banho por dia, de preferência no fim da tarde. Assim o bebê fica mais relaxado antes de dormir;
Não aumente a temperatura da água para compensar o frio; isso pode provocar queimaduras na pele. Para saber o ponto ideal, coloque o cotovelo dentro da água. Se estiver agradável para você, estará para o pequeno;
Não leve brinquedos para o banheiro – isso distrai a criança e deixa o processo demorado. Nessa época, os banhos têm de ser rápidos;
Evite o uso excessivo de sabonete. Passe apenas nas “dobrinhas” e nos órgãos genitais, para evitar o ressecamento da pele;
Use produtos neutros, específicos para crianças e hidratante à base de água para manter a pele do bebê bem hidratada;
O banheiro é o melhor local para o banho. Por isso, não precisa levar nada para o quarto. É só tomar cuidado para que as janelas estejam fechadas para evitar corrente de vento;
Se tiver aquecedor elétrico, vale esquentar um pouco o ambiente, antes de tirar as roupas da criança. Assim, a temperatura do local fica mais agradável;
Preciso dar banho todos os dias no bebê? Não. Isso é um hábito bem brasileiro, inclusive! Caso o pequeno não tenha se sujado, pode poupá-lo do banho em dias mais frios. Outra opção é dar banhos em dias intercalados, lembrando de lavar os cabelos do bebê para que não fiquem oleosos e manter a região da fraldinha sempre bem higienizada.

*Dicas sugeridas pelo blog Grão de Gente e site da revista Crescer.

Deixe sua opinião