No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Matéria especial - A dança na vida das crianças – o ballet
Publicado em 18/04/2019

Folhinha

Foto: Alicia Ibañes/Especial FS

Socialização e disciplina estão entre os benefícios proporcionados pela atividade


Dançar é uma diversão! Talvez seja por isso que tantas crianças gostem da atividade. Mas quando se trata de dançar ballet, a atividade pode ser ainda mais importante. Entenda como o ballet ajuda no desenvolvimento da criança. As dicas são da professora de dança do Instituto Municipal de Belas Artes (Imba), Roberta Azambuja dos Santos.

Os benefícios do ballet para o desenvolvimento infantil

O ballet é uma das atividades mais recomendadas para crianças e pode ser praticada por ambos os sexos. Segundo a professora de dança do Instituto Municipal de Belas Artes (Imba), Roberta Azambuja dos Santos, a prática combina atividades físicas com musicalidade, lateralidade, coordenação motora, e é considerada uma atividade bastante completa para as crianças. Além disso, auxilia na concentração, postura e ritmo, que são importantes para muitas outras atividades.
Nem todo mundo sabe, mas o ballet é considerado uma arte cênica, pois busca contar uma história através da evolução de uma dança e movimentos corporais, que exigem não só uma boa dedicação da criança, como também muita coordenação motora para se mover corretamente conforme a música.
Roberta ressalta que o ballet pode ser praticado desde muito cedo, por crianças entre 3 e 4 anos. É nesta época que o sistema psicomotor da criança começa a assimilar melhor e fixar com mais facilidade os movimentos e os exercícios propostos. Por ser uma ótima atividade para o corpo, a modalidade contribui bastante no desenvolvimento do equilíbrio da criança.
O ballet trabalha tanto o corpo quanto a mente, ajudando no desenvolvimento infantil como um todo. Para crianças que têm dificuldade de concentração na escola, por exemplo, o ballet é uma atividade indicada para auxiliar nessa questão.

Lembre-se:

O ballet é bom para: aumentar a flexibilidade, resistência, agilidade, equilíbrio e melhorar reflexos, o que é ótimo para praticar todo tipo de atividade física.
O ballet ajuda no convívio social. O ballet pode ajudar no desenvolvimento da sensibilidade das crianças, levando-as a se expressar melhor, principalmente no que diz respeito à socialização de crianças mais tímidas.
Crianças com problemas de autoestima, sintomas de estresse ou ansiedade podem encontrar no ballet uma oportunidade de melhora, não só devido à atividade em si, mas também devido ao contato frequente com outras crianças.

Deixe sua opinião