No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

De férias com o Folhinha: Cuidados essenciais para uma diversão completa e saudável
Publicado em 31/01/2019

Folhinha

Foto: -

Estamos em pleno momento de diversão das férias escolares. A criançada está mais tempo em casa, se divertindo em parques, piscinas e na praia. Apesar de saudável, este 'gás' todo dos pequenos precisa ser equilibrado e contar com atenção dos pais e cuidadores. Até porque, nesse período de verão e férias, aumentam os índices de acidentes com crianças. Pediatras e demais profissionais da saúde sabem muito bem disso. Visando contribuir para a tranquilidade dos pais nestas férias e ao longo do verão, separamos algumas dicas de segurança, sem tirar o espírito da boa diversão a todos.

1. Para viajar ou passear de carro, use sempre a cadeirinha
Não importa se a viagem ou o passeio é longo ou curto, os dispositivos de retenção veicular infantil (bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação) são itens indispensáveis para a segurança das crianças no carro. O uso correto desses equipamentos evitam em até 71% a morte de crianças em caso de colisão. Por isso, nunca deixe de utilizar a cadeirinha certa para a idade, peso e altura da criança que será transporta.

2. Realize uma operação “pente-fino” em casa ou no local onde for se hospedar
Seja onde for que a família passará as férias – na própria casa, na de um familiar ou até mesmo em um hotel: é bastante recomendado que os responsáveis pela criança realizem uma verificação das condições de segurança do local antes de permitir que os pequenos brinquem livremente pelo ambiente.

3. Para andar de patins, bicicleta ou skate, não se esqueça dos equipamentos de segurança
Se as crianças aproveitam os dias de folga para andar de bicicleta, skate ou patins, lembre-se sempre de protegê-las com capacete, cotoveleiras e joelheiras. Esses equipamentos ajudam a evitar lesões graves, como traumatismo craniano, em caso de queda. O ideal é que essas atividades sejam realizadas em um parque, longe do trânsito.

4. Atenção a parquinhos, brinquedotecas e outras atividades lúdicas
Frequentar parquinhos e outros locais que oferecem espaços de brincadeiras para as crianças é uma ótima pedida. Mas, antes de permitir que os pequenos brinquem livremente nesses locais, verifique as condições de segurança dos brinquedos. Veja se não há peças ou parafusos soltos, se não há farpas ou hastes pontiagudas soltas, entre outras. Também procure saber se há monitores para cuidar das crianças no ambiente.

5. Na piscina ou na praia: atenção constante
Para garantir a segurança na piscina, praia ou rio, a supervisão completamente atenta de um adulto é essencial. Além disso, o equipamento de segurança mais indicado é o colete salva-vidas. Boias infláveis e outros objetos passam uma falsa sensação de segurança, pois elas podem furar, virar com a criança ou não estabilizar adequadamente. Se estiver em um ambiente público, verifique se há salva-vidas no local e siga sempre as recomendações desse profissional. Outra dica é colocar uma pulseira de identificação na criança, indicando nome do responsável e telefone. Assim, caso ela se perca, será mais fácil a localização dos cuidadores.

6. Supervisione de verdade
Estar ao lado não é a mesma coisa que estar de olho no filho, principalmente se ele estiver na água ou em ambientes com alta circulação de pessoas. Ou seja: nada de celular e outras distrações.

Com esses cuidados, temos certeza que a diversão será garantida para toda a família. Para conferir mais recomendações sobre esse assunto, indicamos alguns materiais preparados pelos blogs Criança Segura.org, Blog do Pediatra, Bebê.com.br e revista Crescer online, também consultados para a produção deste texto.

Deixe sua opinião