Tipos de mordida
Publicado em 12/03/2013

Folha Saúde

Foto: Divulgação/FS

Em se tratando de ortodontia, há muitos problemas que podem existir em conjunto ou separadamente para cada paciente. Estes problemas podem ser de ordem dentária, como um pequeno giro ou um desalinhamento dos dentes; de ordem esquelética, como um excesso de crescimento maxilar; ou mesmo funcional, quando o paciente se queixa, por exemplo, de dificuldade para mastigar. Entretanto, alguns deles acontecem com mais freqüência. São eles:
Apinhamento dentário - é o problema ortodôntico mais comum. Apesar de existirem muitos fatores que podem levar ao desenvolvimento de apinhamentos, este problema está geralmente relacionado a um excesso de volume dentário ou a uma base óssea pequena demais para comportar os dentes.
Diastemas (espaços) - Espaços podem existir e ter como consequência o acúmulo constante de alimentos e placa bacteriana, podendo levar ao desenvolvimento de problemas na gengiva e cárie. De forma semelhante aos apinhamentos, os espaços excessivos podem estar relacionados a uma discrepância entre o tamanho dos dentes e os ossos.
Sobremordida – Nestes casos os dentes anteriores superiores recobrem quase 100% dos dentes inferiores, conferindo um sorriso desagradável e problemas mastigatórios. Os dentes inferiores podem, inclusive, estar tocando no palato e na gengiva do arco superior.
Mordida aberta - Quando os dentes da maxila e da mandíbula não se encontram caracteriza-se uma mordida aberta. Este problema pode estar relacionado com uma deficiência de crescimento da maxila ou ser o resultado de respiração bucal, amígdalas excessivamente grandes ou hábitos de chupar dedo e deglutir incorretamente. O diagnóstico e tratamento precoces são de grande importância para o sucesso do seu tratamento.
Mordida cruzada - As mordidas cruzadas caracterizam a situação em que um ou mais dentes da maxila (superiores) não estão recobrindo os dentes da mandíbula (inferiores).
Como se pode concluir, existe uma multiplicidade de problemas de oclusão que poderão ser corrigidos com uso de aparelho dentário. Mais do que uma solução estética, a colocação do aparelho dentário é uma decisão que pode mudar a sua saúde oral e prevenir que problemas de oclusão se tornem, no futuro, perturbações mais graves.
Consulte um ortodontista para que possa ser feito uma avaliação mais precisa do seu problema dentário, pois dentes aparentemente alinhados, podem na verdade esconder um problema de mordida.

Aline Calvete 
Odontóloga  

Deixe sua opinião