Saúde para além de um bonito sorriso
Publicado em 07/02/2019

Folha Saúde

Foto: Gi Kraemer/EspecialFS

Cirurgiã dentista Lizandra Delabary

Uma cavidade bucal saudável proporciona uma melhor qualidade de vida. Assim, o bom e eficiente trituramento dos alimentos, por exemplo, é essencial para a melhor absorção dos nutrientes pelo organismo.
Com a devida manutenção da saúde bucal pode-se evitar vários problemas, como a cárie, que pode causar dores e, se não tratada, tornar-se um foco infeccioso, que poderá evoluir para complicações sistêmicas.
 A cirurgiã dentista Lizandra Delabary ressalta à reportagem que mantendo-se os cuidados adequados, evita-se o mau hálito, que ocasiona situações desagradáveis, especialmente nos relacionamentos pessoais e profissionais. “Além disso, um sorriso bonito e saudável contribui para a autoestima, felicidade e bom convívio social”, complementa Lizandra.

Reflexos para todas as estruturas do corpo 
Deve-se ressaltar, ainda, que a boca desempenha importantes funções que repercutem na saúde de todo o organismo. Além de exercer papel fundamental na fala, mastigação e respiração, a boca tem contato direto com o meio ambiente, sendo a porta de entrada para bactérias e outros microrganismos prejudiciais à saúde. “Uma boa higiene bucal diminui o risco de desenvolvimento de problemas bucais e dentários. É importante ressaltar que algumas doenças da boca têm relação direta com o fumo, o consumo de álcool e a má alimentação. Estudos científicos também comprovam que a saúde bucal tem íntima relação com a saúde geral, pois a boca interage com todas as estruturas do corpo. As más condições de higiene bucal podem causar doenças bucais, que, por vezes, podem levar a enfermidades ou agravá-las, principalmente as relacionadas com doenças cardiovasculares e diabetes”, detalha a cirurgiã dentista.

Dicas que trazem benefícios
Pode parecer uma dica já repetida inúmeras vezes, mas para se ter um sorriso bonito e saudável, é preciso ressaltar a importância de escovar os dentes todos os dias, após as principais refeições, bem como uma última vez antes de dormir, utilizando uma escova de dente de tamanho adequado, com cerdas macias e creme dental com flúor. A complementação da escovação deve ser feita passando o fio dental entre todos os dentes.
“Manter uma alimentação saudável, controlando a frequência da ingestão de alimentos doces, principalmente entre as refeições também colabora com a saúde bucal. Quem usa aparelho ortodôntico, deve se preocupar mais com a limpeza dos dentes, gengiva e o uso do flúor, pois o aparelho retém restos de alimentos. Já quem usa próteses dentárias, devem seguir as orientações específicas do seu dentista para adequada higiene das mesmas”, acrescenta a profissional.

Cárie 
 Ainda nos dias de hoje, apesar do grande avanço da odontologia em termos científicos e estruturais, a cárie é uma doença que atinge precocemente a  população, podendo ocasionar perdas dentárias precoces, gerando problemas como o mal posicionamento dos dentes. Além disso, a má oclusão dental pode ser resultado de vários fatores, tais como: herança genética. “A presença de hábitos bucais também são fatores determinantes, como, por exemplo, chupar o dedo, empurrar a língua entre os dentes, entre outros. Todavia, o importante é saber a causa e proceder com o tratamento adequado”, pontua Lizandra Delabary.
As cáries podem ser prevenidas, trabalhando de perto com o profissional da odontologia e acompanhando recomendações. Comer alimentos adequados no momento certo e evitar os lanches ricos em açúcar entre refeições também pode ajudar a diminuir o risco.

Deixe sua opinião