No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Perguntas e Respostas
Publicado em 30/10/2012

Folha Saúde

Marisa Quadros e Ana Flores – Fisioterapeutas

Foto: ABPV/Especial FS

Marisa Quadros

1. O que é uma Hérnia de Disco?
Marisa - A hérnia de disco é uma lesão que acontece nos discos da coluna vertebral. Os discos, que tem a função de amortecedor entre as vértebras, são compostos no meio de um núcleo (gelatinoso) e na periferia por um anel fibroso. Na degeneração do disco intervertebral, ocorrem lacerações do anel fibroso e dependendo do grau de lesão, há uma perda da contenção do gel que forma a parte central do disco intervertebral, ocorrendo à formação da hérnia de disco. A lesão do disco intervertebral é a causa mais comum de dor lombar e ciatalgia.

2. Quais os sintomas que levam a crer ser uma hérnia de disco?
Marisa - A dor é um dos principais sintomas, e pode ocorrer centralmente, quando é no meio da coluna, ou lateralmente quando se irradia para os lados da coluna e/ou pelos membros (braços e mãos ou pernas e pés). Outros sintomas podem ser dormências, formigamentos e limitação dos movimentos. Nos casos mais graves, pode haver perda de força e até incontinência urinária. Os sintomas variam conforme o grau, direção e nível vertebral da lesão.

3. Tipos de hérnias de disco?
Marisa - Protrusa: Há envolvimento apenas do anel fibroso, que migra posteriormente.
Extrusa: O anel fibroso e núcleo pulposo, migram posteriormente, ocasionando uma compressão intensa.
Sequestrada: É quando não há mais continuidade do material herniado e o disco, ou seja, o pedaço se desprende e pode se deslocar.

4. Causas para este problema?
Ana - A hérnia de disco ocorre devido a uma combinação de fatores como  predisposição genética, alterações degenerativas do disco, hábitos  de vida (como má alimentação, o fumo, sedentarismo) e  situações que levam ao aumento das pressões sobre os discos (má postura, sobrecarga, traumas).

5. Diagnósticos e Exames necessários?  
Ana - O diagnóstico é feito clinicamente. Exames como RX, tomografia e ressonância magnética auxiliam na determinação do tamanho da lesão e em que região da coluna está localizada.


6. Tratamentos? Novos métodos?
Marisa - O tratamento conservador é sempre a opção inicial e a cirurgia deve ser evitada sempre que possível. O tratamento conservador na fase aguda inclui medicações e repouso, mas deve se ter cuidado para que o repouso não seja prolongado. Na fisioterapia convencional, podem ser utilizados aparelhos para o alívio da dor, termoterapia, massoterapia, mas obtemos melhores resultados, com tratamentos não tão convencionais, em que o objetivo é de remissão do quadro de dor, a partir de um provável grau de redução da deformação do disco lesionado, através do MPRD (Método Postural de Redução Discal). No tratamento baseado no método Mckenzie, são utilizados posicionamentos com rolos e posturas, trações manuais (que fazem o papel das mesas de trações), terapia manual e exercícios (após alívio da dor), visando fortalecimento para estabilização da coluna e alongamentos específicos. Nestes dois métodos as orientações posturais são fundamentais para o retorno seguro do paciente as suas atividades da vida diária, trabalho e atividade física.

7. Há alguma complicação, que determine apenas cirurgia para a resolução de problemas? 
Marisa - A síndrome da cauda equina é uma indicação absoluta para o tratamento cirúrgico da hérnia de disco da coluna lombar, mas é um evento raro. Esta síndrome é caracterizada por paralisia das funções motoras, urinárias, intestinais e sexuais devido a alguma compressão.

8. O que é a dor ciática? Exemplifique como ela surge?
Marisa - É considerada a dor persistente que ocorre na perna devido à irritação ou compressão do nervo ciático. É causada por uma hérnia de disco, ou artrose ou desalinhamento de alguma vértebra. Também pode ser causada por contratura do músculo piramidal (músculo que fica próximo ao quadril).

9. Tipos de Prevenções? Como prevenir-se de uma lesão na coluna?
Ana - Precisamos desenvolver hábitos saudáveis de vida tendo uma boa alimentação, não fumando, cuidando da postura nas atividades da vida diária, como por exemplo, ao sentar, mudar posição, pegar algum peso, dirigir, etc. e também praticando atividades físicas como o pilates, com exercícios que possam alongar e fortalecer a coluna (centro de força) e membros, prevenindo dessa forma as lesões.

10.  Maneira de dormir ou de sentar influencia nas causas da hérnia de disco?
Marisa - A maneira de dormir e sentar podem sim influenciar no surgimento das hérnias de disco. As pessoas precisam entender que ficar muito tempo sentado de maneira errada (desleixada), faz com que as estruturas da coluna se comportem de maneira diferente. Quem tem hérnia, por exemplo, não deve ficar muito tempo sentado e devem usar um rolinho ou uma almofada nas costas (na lombar) se precisarem ficar muito tempo nesta posição.

Deixe sua opinião