No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Para fugir do sedentarismo
Publicado em 20/06/2019

Folha Saúde

Foto: Alina Souza / Especial FS

CONTRACAPA

Em época repleta de diversões eletrônicas, é cada vez mais raro ver as crianças saírem para praticar exercícios. Seja por ausência de tempo ou falta de hábito, muitos pais não incentivam os filhos à prática de atividades físicas. Pilates para crianças é uma maneira lúdica de exercitar o corpo e a mente dos pequenos de uma maneira diferenciada e divertida.

Por uma vida mais ativa e saudável na infância

A fisioterapeuta e instrutora de Pilates, Ana Carolina Saavedra Macedo, ressalta que é comum, hoje em dia, as crianças apresentarem estresse, falta de concentração e má postura. Outro ponto apontado pela profissional é com relação ao hábito de carregar mochilas pesadas; a forma errada de ficar em frente à televisão, computador, celular ou videogame; fatores que contribuem para as crianças adquiriram maus hábitos, perdendo a postura e a saúde para o resto da vida.
O sedentarismo pode ser considerado um fator de risco para o desenvolvimento de diversas doenças, inclusive as cardiovasculares. E, para diminuir as probabilidades destes problemas, um estilo de vida mais saudável, aliado à prática de atividade física precisa ser adotado, desde cedo.
O pilates tem sido procurado ultimamente pelos pais que buscam uma forma de incentivar o hábito dos filhos serem mais ativos fisicamente. A atividade é indicada, de acordo com Ana Carolina, porque, além de trabalhar o corpo da criança, com fortalecimento de grupos musculares importantes na estrutura postural, também desenvolve o equilíbrio, a consciência corporal, a coordenação, a concentração a atenção, entre outros.
“Para deixar as aulas e exercícios mais divertidos, são usados acessórios do pilates, como bolas de diferentes tamanhos, discos de equilíbrio, rolos, acessórios de agilidade. Além disso, com muita ludicidade, componente essencial do universo infantil, une-se cambalhotas, circuitos funcionais com acessórios e objetos que desafiem a criança, exercícios aéreos em tecidos e atividades que estimulem a criatividade da garotada”, explica a fisioterapeuta.

FS - Como funciona o pilates kids?

Ana Carolina - Quando se trata de pilates kids, a primeira coisa a se pensar é trabalhar o lúdico. Através de brincadeiras, passa-se o conteúdo do método. É importante que o estúdio esteja repleto de cores alegres e chamativas, juntamente com decorações que chamem a atenção dos pequenos. 
No pilates kids, é de extrema importância, também, a turma ser somente de crianças, se possível da mesma faixa etária, sem adultos junto, pois, desta forma, há mais  rendimento e a interação. Crianças a partir de 5 anos podem praticar o pilates. As aulas têm duração de 50 minutos e são compostas por até quatro integrantes.

FS - Como funciona a montagem das aulas no pilates kids?

Ana Carolina - No pilates kids, a primeira coisa a se pensar é qual a finalidade daquela criança estar ali, se é por alguma patologia que a mesma possui, ou se é uma forma de atividade física para proporcionar bem-estar.
A partir daí, programa-se a aula para que possamos trabalhar o pilates de forma lúdica, por meio de brincadeiras, porém, sem perder a essência do método e os princípios: respiração, concentração, fluidez, controle, centralização, precisão.
São utilizadas músicas nas aulas, para que a criança possa gostar do ambiente em que ela está e queira explorar cada dia mais o pilates kids. Muitas vezes, as aulas são ao ar livre, como em praças, lugares em que as crianças possam ter contato com a natureza.

FS - Que cuidado é preciso ter?

Ana Carolina - O principal cuidado ao ministrar aulas de pilates kids, sem sombra de dúvidas, é a prevenção de lesões, visto que as crianças manifestam interesse em contato com o novo, bem como pelo uso de acessórios que na maioria das vezes são em bases instáveis, o instrutor deve estar atento aos alunos e ao lado deles durante cada exercício proposto.
A interação entre o instrutor e o praticante faz muita diferença durante este trabalho, pois a criança, em si, exige mais paciência, dedicação e cuidado, por isso é muito importante demonstrar os exercícios antes da execução.

Benefícios do pilates na infância

Atenção e concentração – São  fundamentais ao realizar os exercícios propostos, principalmente em crianças que apresentam déficit de atenção.
Coordenação Motora –  Pode-se realizar exercícios de forma bilateral, unilateral, associando membros superiores e inferiores e também acessórios.
Cognição – A mente bem concentrada permite movimentos com fluidez e coordenados.
Habilidade Motora – Ao realizar movimentos semelhantes com os das atividades  de vida diária, porém com uso de aparelhos e acessórios podendo dar ênfase em algum déficit motor que a criança possa vir a apresentar.
Postura – O pilates trabalha a postura da criança, melhorando e ensinando a ter uma maneira mais confortável e melhor de se comportar diante das atividades na qual  realiza fora do estúdio.
Propriocepção – É a noção do próprio corpo no espaço.
Equilíbrio -  Muitos dos exercícios são trabalhados em bases instáveis promovendo equilíbrio às crianças.
Interação – Principalmente com outras crianças, saber dividir o espaço, ter noção do espaço que ele ocupa e que o outro ocupa, bem como dividir o mesmo aparelho e/ou acessório.
Consciência corporal – Não podemos fortalecer a musculatura desta criança em si, porém podemos proporcionar a elas movimentos mais coordenados, com utilização de musculatura adequada, evitando assim a compensação de movimentos.
Alongamento muscular – Por passar muitas horas em uma única posição a musculatura enfraquece e também gera encurtamentos.
Evita o surgimento de patologias – Iniciar uma atividade física logo na infância é de extrema importância visto que o consumo de calorias é cada vez maior, e como consequência disto, a obesidade infantil e o sedentarismo só aumentam com o passar dos anos em crianças.

Deixe sua opinião