No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

​​​​​​​Os benefícios da fotodepilação
Publicado em 09/01/2020

Folha Saúde

Foto: Reprodução/FS

pg 3.2

Método é duradouro, indolor, estimula a renovação celular e pode auxiliar na uniformização do tom de pele.


Tratamento eficaz para foliculite

Eles são frequentes, deixam marcas na pele e aparecem em diferentes áreas do corpo. Os pelos encravados, ou melhor, a foliculite é a má formação do pelo na hora do crescimento. Ela é consequência de vários fatores em que o pelo não consegue furar a pele e acaba inflamando. 
De forma mais detalhada, a Sociedade Brasileira de Dermatologia, define a foliculite como uma infecção de pele que se inicia nos folículos pilosos. Geralmente, é motivada por uma infecção bacteriana ou fúngica, mas também pode ser causada por vírus e, até mesmo, por uma inflamação de pelos encravados. A infecção se apresenta no formato de pequenas espinhas, de pontas brancas, em torno de um ou mais folículos pilosos. A maioria dos casos de foliculite é superficial, mas pode coçar e doer. Normalmente, a inflamação do pelo se cura sozinha, mas casos mais graves e recorrentes merecem atenção e tratamento com um dermatologista, pois podem levar à perda permanente do pelo e cicatrizes.  

Principais causadores da foliculite

Lâminas e cera
Um dos principais motivos do aparecimento de pelos encravados é o uso constante de métodos de depilação mais corriqueiros. Por exemplo, a lâmina e a cera. Além de serem agressivos à pele, eles ainda prejudicam a formação do pelo.
Uma lâmina comum pode ser usada para depilação poucas vezes. Isso devido ao processo de enferrujamento, que pode causar feridas e criar manchas na pele. Muitas pessoas desconhecem a informação, porém, o uso constante do objeto pode piorar os casos de foliculite.
A cera, além de poder causar queimaduras sérias na pele e criar uma dependência do usuário tanto quanto a lâmina,  também prejudica o nascimento dos pelos, dependendo da maneira como é executado o método.
Nos dois casos, são métodos de depilação que podem parecer baratos, mas que a longo prazos são caros e podem gerar prejuízos à saúde da pele.
Descontrole hormonal
Se ainda não investigou como estão as taxas de hormônio, aproveite o assunto e fale com o seu médico. A cada dia, esse problema se torna mais comum entre os jovens. Mas isso não quer dizer que adultos estão de fora.
Sintomas como aumento de pelos no corpo, voz grossa (no caso das mulheres), aumento ou diminuição de peso, oleosidade e espinhas (no caso de homens e mulheres) são característicos de quem provavelmente tem  um descontrole hormonal.
Ele também pode ser um dos causadores dos pelos encravados. Com isso, o aparecimento não existe devido a uma causa externa, mas, sim, interna. Muitas mulheres têm problemas de baixa autoestima devido ao aumento de pelos e oleosidade.
Pinça
Aquela que sempre ajuda nos momentos difíceis e dá aquele sumiço rápido no pelo indesejado. Sim, uma das causadoras da foliculite é a famosa pinça. Se você já tem uma predisposição ou não sabe utilizá-la da forma correta, pode estar facilitando para que pelos encravados apareçam.
Geralmente, isso acontece em áreas como virilha, axila e barba, onde os pelos e a pele são mais sensíveis. Esse método de depilação não é muito indicado, já que tem como objetivo tirar o pelo pela raiz. Isso pode prejudicar posteriormente o crescimento e até gerar inflamações na pele se não for bem higienizada após o uso.

A técnica mais indicada para quem quer se livrar não só dos pelos encravados, mas também de outros problemas como manchas na pele e alergias, é a fotodepilação.
Juliana Gimenez, responsável pela D’Pil (franquia presente em todas as regiões do Brasil, especializada nesse tipo de tratamento), em Bagé, conta que a técnica é moderna e não decepciona quem a escolhe como solução. Além de eliminar os pelos por um longo período de tempo, diferente de métodos parecidos, ela é praticamente indolor. “Nada melhor que perder os pelos com conforto e segurança”, garante Juliana.
Além disso, a empresária afirma que a fotodepilação auxilia no tratamento de pelos encravados, ajuda na produção de colágeno – o que fortalece a pele e renova – e elimina também as manchas.
“Pensando no quesito bem-estar, a fotodepilação masculina tem sido muito bem aceita, já que o maior excesso de pelos nos homens provoca maior sudorese; quadros de foliculite aguda como na barba da região do pescoço, de modo que é possível se livrar desse excesso de pelo com eficiência e com um nível de dor baixíssimo”, elucida a franqueada.

Procedimento
A fotodepilação é uma depilação simples, segura e descomplicada. Uma solução duradoura para eliminação de pelos por meio da emissão de luz. A luz absorvida cauteriza o pelo provocando a sua queda e progressivamente uma pele sem pelos. O resultado é duradouro. A escolha é definitiva. Que tal unir o útil ao agradável? Com a depilação com luz pulsada, a pessoa fica livre dos pelos e com a pele uniforme nas áreas que quiser.

Clareamento de pele com fotodepilação

Em primeiro lugar, é preciso ressaltar que os procedimentos de clareamento de manchas só podem ser realizados por um médico dermatologista. No entanto, tratamentos como a fotodepilação, podem, segundo Juliana, suavizar os tons de pele de maneira segura, além de melhorar o aspecto, ajudando as pessoas se sentirem mais confortáveis com o corpo, aumentando a autoestima.
Como a fotodepilação auxilia o clareamento de pele?
Juliana explica que a luz pulsada, também conhecida como IPL, possui muitos benefícios, não somente a remoção dos pelos: ela pode ser utilizada para a remoção de manchas e clareamento da pele por um médico dermatologista. Porém, a depilação com luz pulsada, apesar de utilizar mesma tecnologia, possui protocolo de tratamento diferente e contribui apenas indiretamente com o clareamento da pele.
Ou seja, ao iniciar o tratamento de depilação com luz pulsada haverá um estímulo para maior renovação celular e, consequentemente, uma pele mais lisa e uniforme. Além de não causar escurecimento da área como no método de cera quente. “Eventualmente, os métodos antigos de depilação causam “cicatrizes” na pele. São essas cicatrizes que identificamos como manchas, causadas pela foliculite, tipo de produto, alergias e inflamações”, declara a profissional.
Juliana enfatiza que os tempos mudaram e a depilação também. Sendo assim, é possível escolher uma depilação fácil e segura, que não causa foliculite, nem pelos encravados, não corta e nem escurece. “Com a fotodepilação, é fácil conseguir uma pele macia, lisa, uniforme e sem pelos”, garante. 
Ela ainda elucida que, combinada com uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos, a depilação dos novos tempos pode render benefícios ainda mais notáveis para a pele, cada vez mais lisa, mais viçosa, mais firme e mais uniforme.

Deixe sua opinião