No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Evite dores no inverno
Publicado em 27/06/2019

Folha Saúde

Foto: Alicia Ibañes/Especial FS

No inverno, é comum aumentar a incidência de dores musculares e nas articulações. Para manter isso longe, conversamos com o quiropraxista Joel Caneppele Lippert, para saber quais os cuidados devemos ter com o corpo na estação mais fria do ano.

Cuidados quiropráticos no inverno

No frio, ficamos mais encolhidos, os músculos acabam ficando mais contraídos para se manterem aquecidos, o sangue sai das articulações e se direciona para o tronco, a fim de manter nossa temperatura constante.
Com isso, segundo o quiropraxista Joel Caneppele Lippert, o risco de pequenas lesões com ruptura de algumas fibras musculares é comum, não ocorrendo ruptura completa. Contudo, isso quase não ocorre em atletas profissionais e em pessoas fisicamente ativas, mas, principalmente, em jogadores de final de semana ou que praticam atividades esporádicas, por exemplo.
Assim como os idosos, os sedentários também são acometidos, de forma mais comum, por dores, pois os músculos estão mais enfraquecidos e encurtados e a necessidade de aquecimento da musculatura provoca contrações, deixando algumas partes mais doloridas.
O profissional alerta, portanto, que as atividades físicas e rotineiras devem prosseguir, mesmo com a chegada do frio. “No aquecimento de pré-exercício, temos uma transição progressiva do estado de repouso para a o de ação, possibilitando um desempenho máximo e otimizado dos grupos musculares”, explica. Ele afirma ainda que, em estado de repouso, o corpo tem baixo fluxo de sangue, entre 15% e 20%. Porém, durante atividade física, pode se chegar entre 70 a 90%.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a quiropraxia dedica-se a prevenção, diagnóstico e tratamento de disfunções do sistema neuro-músculo-esquelético, ou seja, de problemas nas articulações, músculos, tendões, nervos e outras estruturas e de seus efeitos sobre o sistema nervoso e a saúde em geral. Ela resolve problemas sem cirurgia ou medicamentos, através de vários métodos terapêuticos, em especial a manipulação ou ajustamento articular.
O quiropraxista ressalta a importância de ter as estruturas articulares em ótimo alinhamento, para evitar sobrecarga em um determinado músculo ou articulação. Outro ponto fundamental, segundo ele, é ter uma coluna alinhada para preservar a carga uniforme sobre os discos, evitando hérnias e consequências de dores e desgaste.
“Além do mais, é desta inervação que vem o estímulo e resposta neurológica, para toda a musculatura e todas as ações do corpo. Compreender e cuidar destas situações é fundamental para evitar lesões e ter um corpo saudável”, diz.

A quiropraxia irá ajudar a manter a mobilidade das articulações, relaxar a musculatura tensa, melhorando as alterações posturais que se adquire no frio, mantendo a saúde em dia, já que no frio as pessoas acabam ficando mais doentes ou sedentárias.
Ela busca tratar os distúrbios por meio de orientação de hábitos aos pacientes, reorganização da postura utilizando técnicas específicas e exercícios e, principalmente, realizar manobras precisas, que podem restaurar as articulações e colocar o corpo para funcionar em normalidade novamente.
Muitos pacientes relatam sensação de relaxamento e paz profunda, mais disposição e energia no cotidiano e melhor qualidade do sono, além de melhora na qualidade de vida pelo benefício de um ajuste do quiropraxista.

Conheça algumas vantagens e benefícios da quiropraxia:

- O tratamento tem elevada rapidez nos resultados;
- É considerada uma técnica completamente segura;
- Não invasivo;
- Não utiliza medicamentos;
- Custo-benefício alto;
- Não necessita de receita médica;
- Atende todas as idades;
- Reduz necessidade de cirurgia;
- Orientação postural.

Ameniza sintomas como:
- Dores na coluna vertebral;
- Hérnia de disco e dor ciática;
- Dores e tensão muscular;
- Problemas nas articulações;
- Problemas posturais e com restrições à movimentação;
- Dores na cabeça;
- Coadjuvante no tratamento de cólica menstrual e bronquite asmática.

Deixe sua opinião