Desvendando a Biomedicina e a nova especialização em estética
Publicado em 02/04/2013

Folha Saúde

Foto: Divulgação/FS

Profissões novas entram no mercado de acordo com a necessidade populacional. Neste contexto, estabelecem-se relações a serem refletidas, como: consumo real, mercado suprido e demanda ainda existente. No Brasil, a Biomedicina surgiu em 1950, com o objetivo de capacitar profissionais para lecionar nos cursos de graduação em medicina e áreas afins. Em 1966, foi publicado o parecer nº 571/66 e iniciou-se o primeiro curso de Biomedicina. No entanto, só em setembro de 1979, o Conselho Federal de Biomedicina determina a regulamentação da profissão no país. Hoje, já existem 36 habilitações legais permitidas para este profissional, entre elas a Biomedicina Estética que, em 22 de fevereiro de 2011, é aprovada pelo CFBM.
A Biomedicina, hoje, atua para suprir as necessidades reais de uma população onde é preciso transformar, promover e reabilitar a saúde em benefício da coletividade, além de avaliar o uso apropriado de equipamentos, procedimentos e práticas para garantir a eficácia e eficiência dos serviços prestados.
Capaz de atuar na prevenção do envelhecimento, o biomédico esteta está apto a realizar procedimentos como: avaliação estética, eletroterapia, cosmetologia, radiofrequência estética, ultrassom focalizado, laserterapia, carboxiterapia, intradermoterapia, luz intensa ulsada e LED, peelings químicos e mecânicos, preenchimentos semipermanentes, aplicação toxina botulínica tipo A, além de ser responsável técnico de empresas que executam atividades para fins estéticos. (Resoluções nº 197, de 21/2/11; nº 200, de 1/7/11 e nº 214, de 10/4/12).
Atualmente, a Biomedicina é a única profissão da área da saúde que regulamenta a estética, o que permite que o profissional desenvolva e aplique os tratamentos para as disfunções dermato-fisiológicas corporais, faciais e envelhecimento fisiológico relacionados à derme e anexos, tecido adiposo e metabolismo. Além disso, mostrar e identificar as formas de correção e prevenção, tendo auxílio de cosméticos e nutracêuticos com o objetivo de recuperar os fatores causadores do inestetismo. Além de procedimentos invasivos não cirúrgicos, pode exercer anamnese corporal e facial, definir o tratamento a ser realizado, acompanhar a evolução do paciente e dar treinamentos técnicos relacionados à Biomedicina Estética.

Karen Pinheiro Dias
Biomédica Especialista em Estética
CRBM 17080
Rua Melanie Granier, 701 – Bairro Menino Deus – Bagé/RS
Fone (53)32421998 – (53)99295811
www.clinicaquimera.com

Deixe sua opinião