Cuidados para manter a forma no inverno
Publicado em 07/05/2013

Folha Saúde

Foto: Divulgação/FS

A nutricionista explica que, no início do inverno é que ocorre o maior aumento de apetite e, este, tende a se normalizar com o tempo. “Mas para não engordar, o primeiro passo é manter as mesmas quantidades de alimentos que ingeríamos antes da estação fria, podendo, até, consumir alimentos diferentes, porém nas mesmas quantidades”, comenta.
Cássia acrescenta que, durante a alimentação de inverno, as pessoas não devem deixar de lado as saladas cruas e, estas, devem ser consumidas antes e, se possível, junto com os alimentos quentes. “Assim, sentirá mais saciedade e as fibras das verduras auxiliarão na retirada das gorduras dos alimentos, eliminado-as pelas fezes”, esclarece.
A nutricionista declara que, se a pessoa estiver com muita fome, deve iniciar a refeição com uma fruta e, se a fome persistir, consuma mais uma fruta após a refeição. “Quando for consumir alimentos típicos de inverno, como chocolate quente, pão de queijo, troque-os pelo lanche da tarde”, relata.
Segundo a especialista, é fundamental manter a alimentação a cada três horas e não antes disso. “Já na famosa feijoada, valorize os seus acompanhamentos (saladas cruas, cebola, salsinha, pimenta, laranja e couve), consuma-os em grande quantidade, pois, assim, consumirá os ingredientes mais calóricos em menor quantidade”, orienta a profissional.
Outro conselho de Cássia é que todos devem aproveitar o inverno para consumir alimentos quentes, como sopas e leites que aumentam a saciedade e diminuem o tempo de esvaziamento gástrico. “Consuma água gelada em vez de temperatura ambiente. O organismo queima calorias para reduzir a temperatura da água ingerida”, aconselha.
Finalizando, a nutricionista destaca que quando for consumir um alimento mais calórico, por exemplo um chocolate, opte pelo meio amargo e, consuma-o, com várias e pequenas mordidas para que consiga mastigar por mais tempo e assim ter maior saciedade. “Se sentir muita necessidade de doces, coloque banana com canela no forno e substitua pelo doce. Como o corpo humano é uma excelente máquina de estocar energia, ou seja, gordura, devemos sempre nos exercitar”, garante.
De acordo com um estudo realizado pela Universidade Americana de Medicina Desportiva, órgão que dita os parâmetros para a prática de atividade física nos Estados Unidos, perdendo até dois quilos por mês, a possibilidade de recuperá-los é muito menor. Em seis meses, dá para perder até 12 quilos com saúde.

Deixe sua opinião