Clareamento dentário
Publicado em 21/05/2013

Folha Saúde

Foto: Divulgação/FS

O clareamento dentário é uma técnica que se tornou muito popular nos últimos anos devido ao apelo estético por dentes brancos e bem alinhados. Ele pode ser feito em casa (caseiro) ou no consultório dentário.
A técnica do clareamento caseiro é feito com a moldeira, utiliza-se géis em concentrações (15%, 16% e 20%) como agente clareador, usado durante a noite ou, até mesmo, durante o dia, pelo período de 15 a 30 dias. Este é o mais comum hoje em dia e também possui um custo mais baixo.
A técnica do clareamento de consultório, que é realizado pelo dentista, é uma alternativa para quem não quer se sujeitar ao uso das moldeiras e quer atingir resultados mais rapidamente, pois as concentrações de peróxido de hidrogênio são mais elevadas, 35% na maioria dos casos. A utilização de fontes luminosas, como o laser, é rotineira nesse tipo de clareamento. Neste caso, o tempo de tratamento é menor e, em geral, a sensibilidade dentária é menor do que o caseiro, entretanto tem maior custo.

Como funciona o clareamento?
O mecanismo clareador é um processo complexo, mas basicamente funciona com uma reação de oxidação dos pigmentos do dente. Ou seja, os peróxidos do gel clareador liberam oxigênio na estrutura dental que vai oxidando os pigmentos amarelados, tornando-os pigmentos mais claros. Durante o processo de clareamento, é normal que os dentes se tornem ligeiramente sensíveis.

Que alimentos devemos evitar para não manchar os dentes?
Deve-se evitar o uso de tabaco, café, chá, vinho tinto, ingestão de alimentos altamente pigmentados como cerejas, amoras, beterraba, etc.

Devo usar pastas de dente branqueadoras durante o clareamento para acelerá-lo?
Não. As pastas de dente que têm essa expressão "whitening" (branqueadoras), contêm partículas abrasivas que removem a camada superficial do esmalte junto com as manchas mais superficiais. Com a remoção contínua de esmalte, devido ao uso prolongado da pasta, a dentina, que é a camada abaixo do esmalte e é mais amarelada, fica mais visível, deixando o dente, por conseguinte, mais amarelado. Durante o clareamento, o esmalte pode ficar mais frágil, contraindicando, ainda mais, o uso dessas pastas.

Restaurações e clareamento
O clareamento é frequentemente combinado com outros procedimentos estéticos restauradores como restaurações de resina, facetas e coroas. O clareamento é sempre oferecido antes, pois é impossível clarear as facetas e as coroas após sua confecção. Deve-se aguardar de uma a duas semanas para se ter a estabilização da cor do dente e aí sim fazer os outros procedimentos, então poderemos tornar as restaurações mais parecidas com o dente natural.
Converse com o seu dentista e chegue a um plano de tratamento específico e adequado para você.

Dra Aline Calvete Portela Barbosa
Sharing Ortodontia Especializada

Deixe sua opinião