No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Boca saudável
Publicado em 24/10/2019

Folha Saúde

Foto: Reprodução/FS

Amanhã, 25 de outubro, é comemorado, em todo país, o dia da Saúde Bucal. A celebração ressalta a importância da prevenção e quer conscientizar as pessoas sobre a prevenção de doenças bucais.

Saúde começa pela boca

No 25 de outubro é o dia nacional da Saúde Bucal, a data, criada em 2002, chama atenção para a importância da saúde da boca. Mas, afinal, as pessoas têm ideia de como a saúde deste órgão reflete no seu organismo? 
A boca desempenha importantes funções que repercutem na saúde do organismo como um todo. Além de exercer papel fundamental na fala, na mastigação e na respiração, a boca é a maior cavidade do corpo a ter contato direto com o meio ambiente, sendo a porta de entrada para bactérias e outros microrganismos prejudiciais à saúde.
A frase “a saúde começa pela boca” não poderia ser mais verdadeira. É por isso que uma boa higiene e ir ao dentista regularmente diminuem os riscos de desenvolvimento de problemas bucais. Além disso, é importante salientar que doenças da boca têm também relação direta com o fumo, o consumo de álcool e a má alimentação.

Problemas mais comuns
- Cárie: desintegração do dente provocada pela higiene inadequada, ingestão de doces e carboidratos ou, ainda, por complicações de outras doenças que diminuem a quantidade de saliva na boca. Por exemplo, pessoas em tratamento quimioterápico ou radioterápico para o câncer.
- Lesões bucais e aftas: inchaços, manchas ou feridas na boca, língua ou lábios; podem ser provocadas por herpes labial, candidíase (sapinho) e próteses (dentaduras) mal ajustadas.
- Mau hálito: tem várias causas, dentre elas: higiene bucal inadequada (falta de escovação adequada e falta do uso do fio dental); gengivite; ingestão de certos alimentos como, alho ou cebola; tabaco e produtos alcoólicos; boca seca (causada por certos medicamentos, por distúrbios e por menor produção de saliva durante o sono); doenças sistêmicas como câncer, diabetes, problemas com o fígado e rins. A língua possui diversas papilas gustativas entre as quais se formam criptas, ou seja, saquinhos que retêm resíduos de alimentos, células descamadas que começam a fermentar, formando uma placa bacteriana esbranquiçada que aparece no fundo da língua, em direção à ponta, a chamada saburra lingual; essa é, sem dúvida, a principal causa do mau hálito.
- Gengivite: inflamação da gengiva provocada pela placa bacteriana.
- Placa bacteriana: é o conjunto de bactérias que coloniza a cavidade bucal. A placa bacteriana fixa-se, principalmente nas regiões de difícil limpeza, como a região entre a gengiva e os dentes ou a superfície dos dentes de trás, provocando cáries e formação de tártaro.
- Tártaro: é o endurecimento da placa bacteriana na superfície dos dentes.

Alternativa em reabilitação: Implantes dentários 

Perder um dente não é mais motivo para desespero. A odontologia trouxe o implante dentário para devolver a autoestima de muitos pessoas. 
Segundo a cirurgiã-dentista Lizandra Duarte Delabary, especialista em implantodontia, os implantes dentários são suportes ou estruturas de metal (titânio) posicionadas cirurgicamente no osso maxilar para substituir as raízes dentárias de dentes que foram extraídos ou estão ausentes por outro motivo. Uma vez colocados, permitem ao dentista confeccionar dentes fixos sobre eles.
Segundo Lizandra, por serem integrados ao osso, os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais. Próteses unitárias, parciais e totais, montadas sobre implantes, não escorregam nem mudam de posição na cavidade bucal, o que proporciona maior benefício durante a alimentação e fala. 
Esta modalidade de prótese é chamada prótese sobre implante e confere ao paciente mais segurança em todas as funções bucais, proporcionando uma situação mais natural do que próteses ou dentaduras convencionais, removíveis. 
A profissional fala, ainda, que, para algumas pessoas, as próteses e dentaduras removíveis são desconfortáveis ou até inviáveis, por causa do incômodo causado por estas. Além disso, as próteses removíveis convencionais devem ser unidas aos dentes por uma estrutura em ambos os lados do espaço deixado pelo dente ausente. Já com a utilização de implantes, a coroa, dente de porcelana, fica fixa ao implante, semelhante a um dente natural. 
Para a dentista, os benefícios gerados pelos implantes dentários vão além da estética e também permitem melhora funcional, fonética, nutricional e emocional. No campo nutricional, a pessoa tem condições de se alimentar com qualidade, pois a eficiência mastigatória aumenta expressivamente quando comparada aos casos nos quais há ausência de dentes ou o uso de próteses removíveis. 
Outro impacto positivo está relacionado ao restabelecimento da dicção do pessoa, pois os dentes são estruturas importantes para a pronúncia de algumas silabas e, portanto, os implantes dentários beneficiam a fonética. Do ponto de vista estético, o resultado é o mais evidente, pois os implantes permitem que os dentes substituídos tenham uma aparência natural. 
Lizandra enfatiza, ainda, que a união de todos os benefícios mencionados melhora a autoestima e contribui para o equilíbrio emocional. “Se a pessoa procura renovar a saúde bucal, o implante dentário pode ser uma ótima escolha. Após o implante, terá uma saúde bucal normal, sem ter medo de sorrir, mastigar ou ficar com os dentes tortos”, diz. 

Prevenção é a palavra-chave 

A prevenção é a forma mais simples e indolor de evitar problemas bucais. A melhor notícia é que passos simples no dia a dia podem contribuir para manter sempre um sorriso saudável. Confira algumas dicas:
- Eliminar a placa bacteriana por meio de escovação adequada e do uso do fio dental diariamente;
- Limpeza da língua, utilizando um raspador, a fim de retirar restos de alimentos; 
- Uso racional do açúcar evitando o consumo excessivo de doces; 
- Utilização adequada do flúor, com cremes dentais fluorados; 
- Evitar o uso de dentaduras ou próteses mal ajustadas; 
- Evitar o fumo e o consumo de bebidas alcoólicas; 
- Ir ao dentista regularmente.
Dica: Se tiver mais de 40 anos de idade, é, ou foi, consumidor frequente de tabaco e bebidas alcoólicas, e encontrar alguma lesão procure um profissional de saúde para fazer um exame preventivo para o câncer de boca. O exame é visual, rápido e indolor. Quando o câncer é diagnosticado logo que surge, ele pode ser curado com mais facilidade.

Fonte: Ministério da Saúde. Blog da Saúde

 

 

Deixe sua opinião