Quiropraxia e dores na coluna
Publicado em 10/01/2020

ConteMPorâneo

Primeiras Palavras

Foto: -

Por Joel Caneppele Lippert (quiropraxista, profissional da @clinipampa)

Agora que você se acomodou, fique exatamente na posição em que está e observe sua coluna vertebral. Assim, pode perceber se ela se está inclinada para um dos lados, curvada, bem como se está olhando muito para baixo para ler. Esta pode ser uma rápida e clara constatação de que diariamente praticamos posturas erradas, pela força do hábito; seja ao dormir, ao dirigir o carro, no ambiente de trabalho, durante as leituras, dentre outras. As posturas que adotamos em nosso dia a dia terão um efeito direto na prevenção e no desenvolvimento de patologias na coluna vertebral. 
O complexo de subluxação vertebral é definido como uma alteração da biomecânica e dinâmica fisiológica das estruturas articulares que provocam mudanças patofisiológicas no sistema nervoso, causando diversas síndromes de dor. É dinâmico funcional, além de ter alterações cinesiopatológicas, neuropatológicas, miopatológicas e histopatológicas, patologias e alterações químicas.
Os efeitos da subluxação vertebral
Cinesiopatológia: movimento anormal a coluna. Desalinhamento vertebral, distorções posturais, restrição e movimento.
Neurofisiopatológia: função anormal dos nervos.  Interferência no sistema nervoso, radiculopatia.
Miopatológico: atividade muscular anormal. Espasmos musculares, flacidez / atrofia, tensão muscular.
Histopatológico: aano ao tecido mole (discos, ligamentos, vasos sanguíneos). Inflamação, isquemia, hérnia de disco.
Todas as dores têm origem em componentes físicos, químicos e emocionais. Todo componente físico têm no inicial um componente funcional, principalmente no músculo e, após, um componente estrutural, afetando músculo e articulação.  
A má função principal da coluna é a degeneração e regeneração (quatro fases da subluxação).
Degenerações ósseas e tecidas mole são inevitáveis consequências de trauma espinhal (micro ou macro) e resultam em um desalinhamento postural. 
Regeneração óssea (osteofitos) é um fenômeno fisiológico normal que altera a estrutura do osso.
A má função de tecidos, órgãos e sistema do corpo traz como consequência o mau funcionamento geral da saúde. Isto é devido à distorção da biomecânica do corpo e da função anormal dos nervos, perturbando o equilíbrio natural do corpo exercício pelo sistema nervoso central (homeostase).
Na prática da quiropraxia, a ideia principal reside no diagnóstico e tratamento de alterações articulares de caráter biomecânico que produzem alterações neurológicas, dando lugar a uma diversidade de sintomas. 
O tratamento foca em manipulações manuais para alinhamento da coluna vertebral e atuação direta no sistema nervoso, possibilitando uma intervenção direta no foco da dor. Com resultados extraordinários em pouco tempo, proporciona recuperação rápida de lesões e disfunções da coluna, devolvendo a saúde e a qualidade de vida e bem-estar para as pessoas tratadas. 


Joel Caneppele Lippert é natural de Crissiumal-RS, casado com Dagmari Hickmann Lippert e pai de Joaquim. Graduou-se em Quiropraxia na Universidade Feevale, de Novo Hamburgo, em 2007. Pós-graduado em Saúde do trabalhador em 2010; possui cursos e extensão em Ergonomia, Ginastica Laboral, Bandagens Funcionais, dentre outros. Tem participação e apresentação de artigo no XVI Congresso Brasileiro de Ergonomia, III Congresso Latino-Americano de Ergonomia da ULAERGO, IX Fórum de Certificação do Ergonomista Brasileiro - Rio de Janeiro, 2010. Curso de aconselhamento Bíblico na Conferência de aconselhamento Bíblico – Sibima, Fortaleza em 2014. Em Bagé, atende no Centro Clínico e clínica de Vacinação Clinipampa.
 

Deixe sua opinião