COLUNA - ​​​​​​​Isolamento social: oportunidade para manter uma alimentação  saudável
Publicado em 29/05/2020

ConteMPorâneo

Foto: Reprodução/FS

Por Hellen Dias – nutricionista CRN2/10034 (@nutrihellendias)

Com o isolamento social nos vimos em um novo cenário imposto pela covid-19, que nos traz armadilhas para ganho de peso, mas também uma oportunidade de modificar hábitos menos saudáveis e investir em nossa saúde e qualidade de vida.

Algumas medidas 
A primeira medida que devemos ficar atentos é quanto à manutenção da rotina alimentar e de exercícios, com definição de horários. Isso ajudará na organização do preparo dos alimentos e garantia de que comerá algo saudável ao invés de qualquer bobagem por falta de tempo para preparo, inclusive, para quem está conciliando as tarefas profissionais com os afazeres domésticos.
Outra medida importante é aprender planejar as refeições e estipular um cardápio para cada dia da semana, com uma lista de compras. Assim,  terá todos os ingredientes de preparo, evitando desperdícios e idas sem necessidades ao mercado.
Dê preferência a alimentos que têm maior durabilidade (cenoura, beterraba, banana) ou que possam ser congelados.
Faça da hora das refeições um momento prazeroso, pois, quando a rotina está cheia de compromissos, é normal darmos uma garfada atrás da outra, sem prestar muita atenção ao prato. Focar no alimento consumido é uma das formas de se relacionar melhor com a comida. Aproveite o tempo extra, faça as refeições com calma, saboreie cada alimento e dedique atenção aos sinais de fome, sede e saciedade. É hora de lembrar-se de pousar o garfo na mesa entre cada garfada, de respeitar o corpo, de evitar ter em casa os alimentos que promovem a compulsão. Concentre-se no que está comendo, porque o momento da refeição é importante e devemos focar para controlar o que consumimos. Portanto, é importante a escolha de ambientes tranquilos e agradáveis para fazer as refeições. Além disso, se desconecte de aparelhos eletrônicos e redes sociais. Explore o sabor e a textura de cada alimento e mastigue com calma. 
Estabeleça metas, mesmo que pequenas, elas irão ajudar a manter a motivação. Prefira comida de verdade, priorize refeições como arroz, feijão, batata, carne, frango, peixe, ovo, verduras, legumes, frutas, grãos, cereais, leite, iogurte natural. Fuja de alimentos industrializados, que são cheios de açúcar, gorduras, sódio, pois, muitas vezes, não saciam a fome por tempo prolongado e nem nutrem o corpo. Controle o tamanho das porções consumindo todos os grupos alimentares – proteínas, carboidratos, gorduras e, claro, frutas e verduras, sempre respeitando as quantidades ideais de cada grupo. 
E hidrate-se, bebendo de oito a 10 copos de água por dia. Desta forma, vai eliminar tudo o que não funciona para o seu corpo, como as toxinas. 
Seguindo esses passos vocês conseguiram ganhar não peso, mas, sim, uma vida mais saudável e de qualidade.

Deixe sua opinião