Bagé / RS, Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Siga-nos:

Notícia

Papo de Elevador | Colunista: Gladimir Aguzzi

Papo de elevador

Que conversa é essa?
Circula nas redes sociais versões adulteradas das conversas “hackeadas” de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol. Li duas versões, em uma delas está escrito que “a sentença no Tribunal Regional Federal da 4ª Região já está combinada”. Também li a conversa original e, como tantos, nada vi que absolvesse Luiz Inácio, vulgo Lula. Porém, qual a moral dessa história?

Nada de mais e “algo demais
A moral dessa história é que aqueles que adulteraram a conversa analisaram como analisei ao me deparar com esse papo do Moro e o Dallagnol no tal de aplicativo Telegram (um concorrente do WhatsApp). Vamos imaginar que vazou o diálogo dos adulteradores:
- Não tem nada de mais, aqui, companheiro!
- Então, precisamos colocar “algo demais”.
- Dá isso pra cá que eu adultero.
- Não. Eu sou especialista em adultério.
- De que você está falando?
- De dar peso às mensagem do Moro e do Dallagnol.
- Tá, tá, bom. Então, vai, companheiro. Adultera.



Os dois odiados
Moro e Dallagnol são os dois personagens mais odiados pelo PT na história do partido. Nem Paulo Maluf em seu auge ou Collor naquele fatídico debate na Globo em 1989 desfrutaram de tanto ódio. Um ódio que é insuflado por Luiz Inácio ano a ano, mês a mês, dia a dia.

Salvem o Telegram!
Fui pesquisar o Telegram e li em seu anúncio o seguinte:
- Mensageiro instantâneo puro. Simples, rápido, seguro...
Opa. Seguro? Sem pré-julgamentos. Não conheço o App, quem sabe os usuários da hora não souberam configurar? Os proprietários do Telegram devem vir a público explicar o que houve e... Já devem ter explicado. Eu que não vi. Essas coisas são mais rápidas que adulterar uma conversa.

A guerra começou
A histeria coletiva petista tomou os blogs de aluguel, jornalistas babões e juristas “simpáticos” à esquerda ou advogados supostamente beneficiados por uma bagunça judicial. Uma onda de declarações surgiu após o vazamento criminoso das conversas roubadas de Moro e Dallagnol. Um tsunami que já começa a ser combatido por outro exército que também atua como o PT. 

Maravilhosa Themis
Alguns amigos advogados não cansam de me dizer que o Direito é algo maravilhoso. E eu os admiro por isso. Porque demonstram estar na profissão certa. Questionados sobre essa história do vazamento, a maioria, três de cinco, dizem que o processo do Luiz Inácio deveria ser retomado, rejulgado, refeito. Porque é um escândalo, a promotoria pública tem privilégios que o advogado de defesa nem sonha ter.

Ilícitas, ilegais e ilegítimas
Eu poderia escrever aqui, simplesmente, que está no Artigo 5º parágrafo LVI da Constituição Federal: “São inadmissíveis no processo as provas obtidas por meios ilícitos.”
Acontece que o “Direito é maravilhoso”, ele te remete ao que significam as provas ilícitas, ilegais e ilegítimas, assim como conceitua o ordenamento jurídico. Daí para frente façam-se os argumentos e derrubem-se qualquer tese.



O interesse público
Por outro lado, houve aquele caso da gravação da então presidente Dilma em conversa com o próprio Luiz Inácio. Em primeiro lugar, ela não poderia ter sido gravada. Em segundo lugar, o tempo concedido para grampear o telefone dele já havia expirado. Então, disse-se (acho que o próprio Moro), que tudo foi feito em nome da “supremacia do interesse público”.
Sendo assim...

Nova eleição
Pois bem, então, que o processo seja anulado e Luiz Inácio inocentado. Faltam provas. O ex-presidente nada roubou, não formou quadrilha, não lavou dinheiro, não praticou nenhum ato ilícito, não é corrupto. E porque foi impedido de participar do processo eleitoral do ano passado que a eleição seja anulada. Para todos. Inclusive para deputados, senadores e governadores. Façamos novas eleições. Que o jogo recomece!
Ah, e não esqueçam de revistar as condenações de Eduardo Cunha, Sérgio Cabral, José Dirceu...  Todos.

A velhinha de Taubaté
Em tempo. Não quer dizer que não concorde com a opinião dos amigos advogados. Quero dizer que esse processo é de repercussão gigante. As consequências de uma revisão de processo causaria um terremoto nos meios jurídicos e políticos. Quem sabe, o melhor seja reajustar o modelo. Afinal, quem desconhece ser Luiz Inácio corrupto? Talvez, a velhinha de Taubaté, aquela que Luís Fernando Veríssimo poderia ressuscitar. Nunca houve tempo melhor para ela. Voltaria com uma camiseta “Lula livre”.
Não. Melhor não.

O diploma de jornalista
Houve quem pensasse ser para beneficiar este colunista o fim da exigência de jornalista diplomado para ser coordenador da TV Câmara. Ledo engano. Não era para mim. Aliás, se os incautos não sabem, tive participação ao lado do então presidente do Legislativo Municipal, Divaldo Lara, na inclusão da obrigatoriedade do diploma em cargos no Concurso Público para a TV Câmara. Nem precisava, porque o STF já dispensara tal obrigatoriedade. Mas, nossa intenção era prestigiar o esforço dos formados, prestigiar a Urcamp e ajudar na prática jornalística dos profissionais vocacionados. Sempre apoiei o curso de jornalismo. Há muito escrevo sobre isso. Orlando Brasil que o diga. Porém, nos últimos anos, ando cansado desse debate chato. Os bons, são bons, melhoram a cada dia, fazem seu trabalho sem picuinhas. E eles sabem que os amo. 

Comente essa notícia
Clique TV
OPERAÇÃO SÃO CRISTOVAN | POLÍCIA CIVIL BAGÉ
Assista também:
OPERAÇÃO EMBOSCADA | POLÍCIA CIVIL
Clique Social

Coluna Social

“A morte é simples mudança de veste. Somos o que somos. Depois do sepulcro, não encontramos senão o paraíso ou o inferno criados por nós mesmos”

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.