Bagé / RS, Sábado, 23 de Maro de 2019
Siga-nos:

Notícia

Rural

Produtores de leite realizam protesto em frente à Câmara de Vereadores

Produtores de leite de Bagé e região realizaram no final da manhã de ontem, em frente à Câmara de Vereadores, um manifesto em prol do segmento. Na ocasião, foram entregues cinco demandas à presidência do Legislativo bageense. A intenção é de que essas pautas sejam levadas a instâncias governamentais superiores. As demandas elencadas pelos produtores foram: suspensão da importação de leite e derivados lácteos de países membros do Mercosul; pedido de viabilização à produção de queijo artesanal na propriedade; fixação de um preço mínimo ao produto leite, pois hoje ele varia entre 0,67 a R$ 1,80; redução do ICMS na conta de luz dos produtos feitos à base de leite; manutenção de estradas e vias de acesso aos tambos. 
Pedido de socorro O organizador do protesto, Sérgio Hubert, relata que a situação é de muita dificuldade para quem produz leite na região da Campanha. "Chegou um ponto em que o produtor está muito cansado. Ele permanece na atividade porque gosta. O que estamos fazendo aqui, de forma pacífica, é um pedido de socorro", enfatizou Hubert.  Ele ressaltou que a importância da mobilização se dá porque é um recado, que está ocorrendo em outras regiões do país. "Nós precisamos que se tenha um preço mínimo para que as empresas compradoras do produto não coloquem o valor que elas querem, variando muito de comprador para comprador", complementou. Sobre os impactos da importação do produto, principalmente de países vizinhos do Mercosul, o produtor reitera que isso não deveria ocorrer com tamanha intensidade. 

Para impedir êxodo Também participando do ato, o produtor e ex-vereador, Fernandinho Teixeira, avaliou a iniciativa como vital, inclusive, para a permanência de famílias no meio rural. "Têm produtores que não estão conseguindo sobreviver com o ganho do leite. Esse êxodo rural, para que não ocorra, não se pode oferecer um preço tão baixo ao produto. Tem que se entender que, cada vez mais, aumentam-se os custos para o setor e isso provoca que essas famílias do campo acabem migrando para as cidades. Para exemplificar, um produtor para poder tomar uma cerveja em um restaurante, precisa vender 12 litros de leite", afirmou Teixeira.

Alta nos custos Já a produtora de Aceguá, Gisele Couto, manifestou a difícil situação que é vivida, há pelo menos cinco anos. "O setor está se endividando porque os custos estão cada vez mais altos. Tu gastas com insumos, com ração, pastagens, grão, óleo diesel e não consegues obter um lucro com a atividade", reclamou.  Opinião que é corroborada pelo também produtor, Armando Otte. “Atualmente, só sabemos 45 dias depois de enviar o leite para indústria qual será o valor que iremos receber, por isso queremos a fixação. Além disso, não há necessidade de o produto vir do Uruguai e Argentina, pois o leite produzido no Rio Grande do Sul é suficiente para abastecer todo o mercado interno”, garantiu Otte.

Apoio  Ao término do ato, foi entregue o documento com as demandas da classe ao presidente do Legislativo, Esquerda Carneiro. Segundo Esquerda, em reunião com os vereadores da situação e o prefeito foi anunciado que as pautas serão levadas até Brasília, no dia 20, quando o prefeito Divaldo Lara cumprirá agenda na capital federal.  "O prefeito destacou que a manifestação é legítima e que irá trabalhar para que esses assuntos sejam discutidos e atendidos. Vamos realizar uma moção de apoio", declara Esquerda.  

Comente essa notícia

Notícias Relacionadas | 11/01/2019 | Rural

  • Bagé, Sábado 11 de Janeiro

    Comissão trata das eleições para a nova diretoria da Arco

    A comissão eleitoral, que vai apurar todo o processo das eleições da nova diretoria da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos – Arco, reuniu-se na terça-feira,  para analisar a documentação apresentada pelas duas chapas que concorrerão...

  • Bagé, Sábado 11 de Janeiro

    Homenagem a produtor e médico veterinário ocorre amanhã

    Amanhã, a partir das 12h, durante o evento de entrega de prêmios da Agrovino 2019, haverá uma homenagem ao médico veterinário Fausto Amado Gonçalves, ex-titular da cabanha São Dionísio, referência na criação de exemplares Texel. O...

  • Bagé, Sábado 11 de Janeiro

    Remate de Produção da São Matheus acontece no sábado

    A Cabanha São Matheus que, tradicionalmente, realiza seu remate de produção durante a Agrovino, apresentará, em pista, no sábado, partir das 19h, uma oferta com 30 borregos P.O., RGB e S.O. e 50 fêmeas P.O., RGB e S.O. A atividade será...

Clique TV
IMPOSTO DE RENDA | DICAS, MITOS E VERDADES
Assista também:
Carnaval| Café com a Redação
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

LEMBRAM quando comentei aquele evento gastronômico musical do consulado do Uruguai no Imba, nos anos 90? Naquela época, a cônsul era Suzana...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.