Bagé / RS, Sexta-feira, 21 de Julho de 2017
Siga-nos:

Notícia

Bagé: 206 anos | Caderno: Bagé: 206 anos

Produção de vinhos de alta qualidade já é marca atestada

por Marcelo Pimenta e Silva

O clima benéfico no verão deste ano também possibilitou uma safra recorda na produção de uva. No Rio Grande do Sul, a produção foi superior a 750 milhões de quilos de uva, volume que ingressou nas vinícolas gaúchas, totalizando a maior safra processada no Estado. Conforme o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) o montante é 5,8% superior ao ano recorde na produção de uva - 2011 -, que na época, fechou com 709,6 milhões de quilos da fruta.
Na região de Bagé, os números também foram positivos e comprovam que a Campanha tem diferenciais para a produção de vinhos finos, porque os dias no verão são mais longos com maior período de luminosidade para as plantas e a grande variação de temperatura entre o dia e a noite favorece o cultivo das videiras. O solo também destaca uma condição que auxilia na vitivinicultura porque é rico em granito e calcário.

Diferenciais
Tais condições são destacadas pelo empresário do ramo, Éder Peruzzo, que reforça dizendo que a topografia e o clima são os pontos que destacam Bagé na produção de vinhos de alta gama. “Essa topografia, não muito acentuada, de coxilhas leves, em primeiro lugar, permite que o vento minuano sopre por todo o nosso vinhedo, e isso é muito bom, porque, assim, ele está sempre seco e sadio e o clima tradicional ajuda em seu desenvolvimento e na maturação das uvas. Os invernos rigorosos e frios ajudam na maturação das gemas do vinhedo e os verões, quentes e secos, possibilitam a maturação plena e completa dos cachos de uva”, destaca Peruzzo.
O empresário cita que o aumento no consumo de vinhos na região também tem se destacado nos últimos cinco anos. Esse consumo maior se dá, conforme Peruzzo, pelos benefícios para a saúde que o produto oferece e que é exposto pela mídia, bem como "pela própria produção e desenvolvimento da nossa região no setor de viticultura". Ele ainda pondera que o aumento no consumo de artigos locais se dá também, um pouco pela curiosidade e até mesmo por um certo “bairrismo” em apreciar vinhos produzidos na região de Bagé.

História
A família Peruzzo investiu no cultivo de uvas viníferas no começo da década passada. As primeiras videiras foram plantadas no ano de 2003, originárias de mudas importadas de viveiristas de países europeus como a França, Itália e Portugal. Já a vinícola Peruzzo foi inaugurada em 2008, com um processo de elaboração que incorpora modernas tecnologias. A cave da vinícola, localizada no subsolo da cantina, possibilita que os espumantes e vinhos amadureçam sob temperaturas constantes entre 18 a 20 graus.

Premiações
De acordo com Peruzzo, a produção da empresa é de cerca de 40 a 50 mil garrafas por ano. “Os nosso vinhos de reserva têm lote de seis a oito mil garrafas, isso é muito pouco. Um espumante champenoise da Peruzzo está levando cinco anos para ser produzido, esse tempo todo matura melhor os vinhos e os deixa mais preparados para o mercado. Os nossos destaques têm sido os vinhos da variedade merlot. Esses vinhos têm recebido premiações em vários concursos e têm sido muito bem aceitos. A safra de 2011, que foi premiada com a medalha de ouro no concurso internacional de vinhos do Brasil, está chegando ao fim, com menos de mil garrafas, e já estamos começando a rotular a safra de 2012, que ganhou a medalha de duplo ouro em uma etapa do concurso mundial de Bruxelas (Bélgica). Dessa safra ainda possuímos seis mil garrafas”, detalha o empresário.

Desafios
Perguntado ainda sobre os desafios para o setor em Bagé, Peruzzo afirma que existem dois deles a serem superados. O primeiro está no âmbito tributário. Isso porque a região da Campanha consegue produzir vinhos de alta qualidade com um custo de produção não tão elevado. “O problema é que, na hora da venda, a carga tributária é muito elevada, e,na maioria das vezes, ultrapassa os 50%, o que deixa o produto com um valor muito alto para o consumidor final”, salienta. Já o segundo desafio, para o empresário, está na efetivação de um sentimento de orgulho da comunidade para o que é feito na Rainha da Fronteira e região da Campanha. “Existem muitos vinhos e espumantes bons feitos fora daqui da região. Porém, aqui também são feitos produtos de qualidade superior. Muitas vezes, o consumidor opta por uma marca de outro local, até por desconhecimento de que, aqui também, se produzem vinhos de alta qualidade. Esse é um trabalho que estamos fazendo, o de conseguir chegar à mesa do maior número de pessoas possível, para mostrarmos o nosso produto”, reitera.

Comente essa notícia

Notícias Relacionadas | 17/07/2017 |

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    As riquezas de uma rainha centenária

    por Felipe Valduga Celebrar o aniversário de uma cidade com 206 anos de idade é motivo mais que suficiente para destacar sua história que, simplesmente, por ser mais que duplamente centenária, tem muito para contar. Ainda mais quando se fala...

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    Comércio: o motor econômico

    Por Niela Bittencourt Crescimento das vendas, metas alcançadas, expansão: essas são algumas expressões que sempre são associadas a um dos principais setores que movimentam a economia bageense, o comércio. Aliás, conforme apresentado...

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    Expansão urbana: mudando cenários

    por Érica Eickoff A expansão urbana do município é um tema que chama a atenção de todos os bageenses, sejam eles investidores, compradores ou mesmo a população em geral. Ao longo dos últimos anos, a construção civil literalmente passou a mudar...

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    Expectativas para o Distrito Industrial

    por Érica Eickoff Nestes 206 anos de Bagé, a reportagem aponta o potencial industrial do município e o que gestores projetam para esse setor. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Bayard Pereira, o...

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    Saúde: busca pela plenitude

    por João A. M. Filho A Rainha da Fronteira, sede da 7ª Coordenadoria Regional de Saúde (7ª CRS), é referência no atendimento a pacientes oriundos dos municípios da Campanha gaúcha. No entanto, nem sempre esse protagonismo é evidenciado. De...

Clique TV
Delegada apresenta detalhes sobre investigação de morte de jornalista bageense
Confira trecho da coletiva de imprensa concedida na manhã de hoje, pela delegada Roberta Mariana Bertoldo da Silva, que expôs detalhes sobre a investigação da morte do jornalista bageense Tagliene...
Assista também:
Vídeo mostra acusado por morte de jornalista bageense momentos antes do crime
Clique Social

Coluna Social

“A beleza de viver consiste em apreciar a individualidade de cada ser como um milagre.”
MP
 
Nasce a clave de sol
Com que alegria a coluna dá...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.