Bagé / RS, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
Siga-nos:

Notícia

Bagé: 206 anos | Caderno: Bagé: 206 anos

Comércio: o motor econômico

Setor supermercadista é destaque no varejo
Setor supermercadista é destaque no varejo
Crédito: Yuri Cougo

Por Niela Bittencourt

Crescimento das vendas, metas alcançadas, expansão: essas são algumas expressões que sempre são associadas a um dos principais setores que movimentam a economia bageense, o comércio. Aliás, conforme apresentado pelo presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Nerildo Lacerda, o setor é responsável por 72% do Produto Interno Bruto (PIB) da Rainha da Fronteira. Além disso, é um dos maiores empregadores: são mais de três mil postos de trabalho diretos, de acordo com o sindicalista.
Mesmo em um período conturbado na economia - e na política -, os empresários mantêm o otimismo e investem em seus empreendimentos. Ainda que planos de expansão tenham sido suspensos, a ordem é a inovação. E, para isso, o investimento é na estrutura já disponível, na qualidade do que é oferecido ao consumidor - uma forma de atraí-lo para o varejo. Como comenta Lacerda, vale destacar tal característica do empresariado local, que investe no apelo visual. Trata-se, de fato, de uma estratégia, como elucida.
Lacerda pondera que, hoje, a crise política e econômica tem gerado um impasse: o consumidor prefere não gastar, por medo, em decorrência da instabilidade; e o empresário não investe porque não vislumbra um retorno. Por outro lado, é nesse cenário que a inovação é determinante. O sindicalista elencou, por exemplo, novos nichos de mercado, que estão sendo explorados pelos empreendedores. Um exemplo são barbearias, petshops e brechós. Sobre este último, Lacerda sustenta que o crescimento desse tipo de estabelecimento é uma consequência do contexto econômico e, é claro, de uma tendência de consumo.
Diante da crise, o consumidor busca alternativas, ao mesmo tempo em que há uma "nova moda" ou estilo de vida, que é o consumo consciente. Neste ramo, destaca sobretudo o da venda de roupas usadas infantis. Os microempreendedores individuais, também neste contexto, destacam-se. Lacerda, porém, pondera que isso ocorre porque, além de conseguirem explorar tais nichos, por vezes, não necessitam arcar com grandes investimentos ou despesas de pessoal, por exemplo - quando sim, é menor. As franquias também são apontadas como um potencial pelo sindicalista.

A palavra é investimento
Mas é o varejo supermercadista que é destacado pelo sindicalista como um dos ramos que melhor representa a força do comércio local. Além daquelas empresas de fora do município que aqui se estabelecem, investem e empregam, há aquelas cuja história e desenvolvimento estão atreladas, desde o início, à Rainha da Fronteira.
Em março deste ano, os Supermercados Nicolini, por exemplo, inauguraram reforma e remodelação de uma das lojas da rede, a que está localizada na Monsenhor Costábile Hipólito. Só ela, que é a maior, com 1,3 mil metros quadrados de área de venda, conta com 120 empregos diretos. Mas nas nove lojas da rede (duas delas em Dom Pedrito e Pelotas), são 970 funcionários. Vale destacar que o investimento na remodelação da filial ocorreu após intervenções significativas nas outras - atacado, Netto, Gomes Carneiro e São Judas. A ideia, como elucidou o gerente de marketing da rede de supermercados, Selmo Dias, naquela ocasião, era garantir ambientes que pudessem proporcionar maior conforto aos clientes. E ponderou que a empresa investe, já há algum tempo, na melhoria de suas estruturas, com reformas e ampliações, a fim de contemplar aquelas comunidades onde já está inserida.
Inclusive, em uma próxima etapa de investimentos, haverá reformas na filial da Tupy e na da cidade de Dom Pedrito. Na Tupy Silveira, haverá expansão: uma loja nova e totalmente remodelada deve ser entregue - o início da execução da obra ainda depende de aprovação de projetos, o que deve ocorrer em breve, como elucidou Dias. Ele garantiu que é um grande investimento para oportunizar aos consumidores um espaço ainda mais agradável. O presidente do Sindilojas, sobre isso, manifestou aprovação quanto à modernização dos espaços, ao comentar que é uma estratégia exemplar para todo o comércio. Inclusive, mencionou a loja da Monsenhor, ao defini-la como digna de um shopping center. 
A história da rede começou em Bagé: Elzira e Osmar Nicolini deixaram Garibaldi para representarem os negócios da família na Campanha. Aqui vendiam frango e vinho, em um ponto na Tupy Silveira. Após, Ivo Manfroi se juntou a eles e abriu um mercado na General Netto (onde hoje funciona uma das lojas mais movimentadas da rede). Atualmente, os Supermercados Nicolini se encontram em evidência no ranking nacional do setor - e estão entre os 15 maiores do Estado. Inclusive, em abril, os Supermercados Nicolini foram destaque na categoria faturamento anual de R$ 200 a R$ 300 milhões no Ranking Agas 2016. Naquela ocasião, comemorou também o crescimento e avanço de uma posição no ranking (de 15º em 2015 para 14º em 2016).
Aliás, o setor supermercadista gaúcho voltou a crescer em 2016, na comparação com o ano anterior. Um dado que foi amplamente divulgado pela Associação Gaúcha de Supermercados. Segundo a entidade, houve um crescimento nominal de 9,7% em relação a 2015 e um crescimento real de 3,4%. Entre os maiores do setor, no Estado, está outra bageense: a rede de Supermercados Peruzzo, que ocupa a nona posição no ranking, quando considerados faturamento, número de lojas e montante total de colaboradores (são 21 lojas e mais de 1,8 mil colaboradores). Aliás, naquela ocasião, o empresário Lindonor Peruzzo Júnior afirmou que a empresa tem planos de expansão para o próximo ano, ainda que, em 2017, o foco seja no investimento em tecnologia. 

Comente essa notícia

Notícias Relacionadas | 17/07/2017 |

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    As riquezas de uma rainha centenária

    por Felipe Valduga Celebrar o aniversário de uma cidade com 206 anos de idade é motivo mais que suficiente para destacar sua história que, simplesmente, por ser mais que duplamente centenária, tem muito para contar. Ainda mais quando se fala...

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    Expansão urbana: mudando cenários

    por Érica Eickoff A expansão urbana do município é um tema que chama a atenção de todos os bageenses, sejam eles investidores, compradores ou mesmo a população em geral. Ao longo dos últimos anos, a construção civil literalmente passou a mudar...

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    Expectativas para o Distrito Industrial

    por Érica Eickoff Nestes 206 anos de Bagé, a reportagem aponta o potencial industrial do município e o que gestores projetam para esse setor. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Bayard Pereira, o...

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    Saúde: busca pela plenitude

    por João A. M. Filho A Rainha da Fronteira, sede da 7ª Coordenadoria Regional de Saúde (7ª CRS), é referência no atendimento a pacientes oriundos dos municípios da Campanha gaúcha. No entanto, nem sempre esse protagonismo é evidenciado. De...

  • Bagé, Sexta-feira 17 de Julho

    Um polo educacional consolidado

    por João A. M. Filho Nos últimos anos, a Rainha da Fronteira expandiu a oferta de vagas nos quatro pilares que compõe a rede de ensino, formação profissional e produção de conhecimento – fundamental, médio, técnico e superior. As tradicionais...

Clique TV
Caminhos
Assista também:
Casa & Conforto
Clique Social

Coluna Social

“Saber ler as entrelinhas da simplicidade é atitude virtuosa característica dos nobres de espírito.”
MP
 
Parabéns, casa das letras!
A...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.