Bagé / RS, Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018
Siga-nos:

Notícia

Geral

Histórias do jovem flautista

Músico bageense conta sobre a trajetória e a profissão de músico

Aos 12 anos de idade,  João Pedro Germano Pagliosa começou a perceber o quão a música era importante – e o quanto lhe tocava. Mas foi aos 16 anos, depois de escutar o som do blues e do folk, apresentado pelo pai, que o jovem passou a se interessar por música. Em poucos dias já havia comprado a primeira flauta, um pífaro e já iniciava as primeiras aulas no Instituto Municipal de Belas Artes (Imba), com o professor José Armando Carretta.
Aos 17 anos, cursou um semestre de Educação Física. “Mas acabei não me identificando”, revela. Passou a cursar Comunicação Social, mas não por muito tempo. Apenas três semestres foram suficientes para ele perceber que o tempo em que não estava em sala de aula, estudava teoria musical e flauta.
A inquietação serve para representar o músico de 25 anos, que repetiu a palavra algumas vezes. Arte é inquietação, ou a inquietação transforma tudo em arte talvez. De qualquer forma, foi devido a essa característica que Pagliosa  iniciou o curso de Música, em Pelotas. Depois de concluí-lo no primeiro semestre do ano passado, o músico  passou para o curso de mestrado em performance musical, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre.
Atualmente morando na capital, visita a Rainha da Fronteira pelo menos uma vez ao mês. E quando perguntado sobre a relação que tem com a cidade, ele é enfático. “Minha relação com Bagé é visceral”.
Entre os eventos ligados à música, participou do III Encontro Estadual de Flautistas da UFPel, em 2010, Festival Internacional de Inverno da UFSM,em 2011, IV Encontro Estadual de Flautistas da UFRGS, em  2011, Festival de Música no Pampa, em Bagé em 2012), I,II,III e IV Festival Internacional do SESC, que ocorreram em Pelotas em 2011, 2012, 2013 e 2014. Participou de master classes com professores da Universidade Federal de São João Del Rei e Ospuc/RS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul/Ospa, Universidade Federal da Bahia, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, professores músicos vindos dos Estados Unidos, entre outros. Atualmente integra a Orquestra de Sopros em Novo Hamburgo e um grupo de samba - Receita do Samba -, de Porto Alegre.
Já em relação à cena cultural em Bagé, Pagliosa acredita que festivais alimentam a cultura mas não abrem muito espaço aos músicos bageenses. “O festival é interessante porque faz uma troca com o público e os músicos, mas vai embora e não muda a realidade daquela localidade, ou seja, não tem uma continuidade depois”,ressalta. O jovem ressaltou, também, que espaços como bares e restaurantes, que davam visibilidade aos músicos da cidade estão fechando. “Existem contextos musicais variados. Em Porto Alegre, tenho percebido que as pessoas vão até o concerto, pagam, são pontuais e exigem que tua música seja excelente”, conta, em tom emocionado.
Enquanto fala da música, revela o que ela, afinal, representa. “Entendo que o momento da performance é de arte e inquietação. É um momento de comunhão, em que todos são músicos, inclusive o público, que decodifica aquele som. Vejo a música como comunhão”, ressalta.

Comente essa notícia

Notícias Relacionadas | 05/08/2015 | Geral

  • Bagé, Segunda-feira 05 de Agosto

    Projeto Reciclando a Informação utiliza exemplares da FOLHA do SUL

    A professora do quinto ano da Escola Municipal Roberto Madudeira Burns, Cláudia Soares Ferreira, criou o projeto “Reciclando a Informação”. Os estudantes, com idades entre 9 e 12 anos, utilizam exemplares do jornal FOLHA do SUL durante as aulas....

  • Bagé, Segunda-feira 05 de Agosto

    Desfile cavalariano pode não acontecer em Bagé

    A comissão organizadora da Semana Farroupilha 2015 já realizou a formação de subcomissões que ficarão responsáveis pelas várias atividades a serem realizadas durante o evento. Acontecerão diversas atividades, somente não está confirmado o desfile...

  • Bagé, Segunda-feira 05 de Agosto

    Jornalista lança livro de colorir com cenário bageense

    Cada vez mais o número de “jardineiros” cresce no Brasil. O termo faz referência ao best-seller “Jardim Secreto”, da escocesa Johanna Basford. Os famosos livros de colorir contêm ilustrações de símbolos, paisagens, elementos da natureza, entre...

  • Bagé, Segunda-feira 05 de Agosto

    Banrisul propõe adiantamento de salário para servidores do Estado

    Justamente no dia em que os servidores públicos paralisaram suas atividades, o Banrisul enviou uma mensagem para os números de celular informando que era possível antecipar o saldo referente à folha de pagamento. O banco, inclusive, oferece...

  • Bagé, Segunda-feira 05 de Agosto

    Volta às aulas é marcada pela redução de períodos

    Após a paralisação dos servidores do Estado na segunda-feira, motivada pelo descontentamento dos trabalhadores com o parcelamento da folha em três parcelas, os professores receberam os alunos para o primeiro dia de aula do segundo semestre letivo...

Clique TV
Óptica Bagé - Dia dos Pais
Assista também:
Santa Edwiges - Dia dos Pais
PUBLICIDADE
Clique Social

Coluna Social

“Quando jovens retornam ao plano espiritual, fiquemos certos: Deus apenas os levou de volta para casa. Confortemo-nos com a ideia de que, lá, nem...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.