Bagé / RS, Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Siga-nos:

Notícia

F2 | Caderno: F2

Sabe o que é homebrewer?

Proprietários de pub bageense promovem primeiro curso de fabricação de cerveja artesanal

por Vinícius Silva
 
Não existem registros exatos, mas pode-se dizer que a fabricação de cerveja é uma prática tão antiga quanto nossa própria civilização. Popular dos 18 aos 81 anos, a bebida amarela de sabor amargo é uma das paixões nacionais, fazendo do Brasil o quarto maior mercado mundial em produção e consumo. Além das marcas populares, o aumento da renda tem feito com que o brasileiro se interesse pelas cervejas importadas e, da mesma forma, as artesanais, superiores em corpo, sabor e aroma.
De olho no aumento do consumo e na popularização de cervejas artesanais no Brasil, os empresários Luiza e César Mello trazem a Bagé o primeiro curso homebrewer, que habilitará os participantes a produzir, em casa, sua própria cerveja.
De acordo com César Mello, o objetivo do curso é difundir a prática da produção caseira de cerveja. "Nós, bem como alguns amigos, já produzimos nossa própria cerveja. A prática é bastante comum, não somente nas capitais. Aproveitando o público do bar, resolvemos promover o curso para popularizar o processo entre os bageenses", afirma. O curso será ministrado por Luiz Bernardino, catarinense que é mestre cervejeiro e sommelier, além de jurado em concursos de degustação de cervejas.
Durante o curso, será feita uma brassagem, que culminará na produção de uma cerveja exclusiva, a ser degustada pelos participantes de três a quatro semanas após as aulas.
 
Público
Segundo os empresários, ainda há vagas entre os 20 lugares disponíveis para as aulas. De acordo com César Mello, o perfil do público interessado é bastante variado. "A turma abrange diversas faixas etárias. Temos alunos mais jovens e mais velhos", diz. Vale registrar, também, a boa adesão do público feminino, em geral, menos apreciador do amargor cervejeiro. "Também há boa presença de estudantes universitários", completa o empresário.

Cervejeiro caseiro
E já tem bageense brincando de fabricar cerveja. É o caso de Paulo Dornelles, diagramador que, atualmente, mora e trabalha em Itapema, Santa Catarina. Essas conexões no estado vizinho o colocaram em contato com o universo da cerveja. "Tenho um amigo, aqui em Itajaí, que é mestre cervejeiro e faz parte da diretoria da Acerva Catarinense. Comecei experimentando cerveja, todas que pude (financeiramente, é claro). Passei por váras marcas: Coruja, Colorado, Guinness, Baden Baden, Rasen, Opa, Saint Bier e muitas, de vários tipos", afirma. Ele diz que, gradualmente, o hobby passou a ficar caro. Logo, o passo natural era passar a produzir a própria bebida. "Não conseguia tomar mais em casa as cervejas da Ambev (na verdade tomo em casa de amigos, não sou um beerchato), mas, em casa, só cervejas especiais e artesanais", completa.
A partir das experimentações, Dornelles conheceu um amigo que já estava produzindo em casa, há algum tempo. "Um amigo começou a trazer a cerveja dele e fiquei louco. Ele viu meu interesse e resolveu me convidar para fazer uma com ele. Me apaixonei, ao mesmo tempo que vi que não tinha muita dificuldade", coloca. Assim, hoje, Dornelles já está na décima segunda brassagem, e já tenta reproduzir as marcas favoritas. "Vale a pena. Gosto muito da Strong Golden Ale, da Eisenbahn, então estou tentando reproduzir. Faço as minhas porque compro o kit pronto: escolho a cerveja que quero fazer, vou em uma loja aqui em Itajai e lá ela me vende tudo na quantidade exata pra 20 litros", conta. Ele diz que, apesar do investimento inicial, a satisfação que o hobby lhe proporciona não tem preço. "É muito bom. O prazer de tomar uma cerveja feita por ti mesmo é excelente", finaliza.  

Histórico
Através dos hieróglifos, historiadores traçaram as raízes da cerveja e chegaram ao antigo Egito e às tribos Sumérias, que produziam um líquido fermentado, turvo e amargo, a partir do pão.
Na Babilônia, o rei Hamurabi previa o pagamento de funcionários com cerveja, de acordo com a posição social. A cerveja não era vendida, mas, sim, utilizada no escambo de outras mercadorias. Outra lei previa a morte por afogamento para quem diluísse a cerveja ou alterasse o volume dos recipientes para ter lucro. Isso demonstra a importância da cerveja no equilíbrio social das nações antigas. Assim, esta bebida foi se tornando popular e foi até exportada, chegando ao Egito. Ela chegou a ser mais popular que a própria água que, naquele tempo, geralmente era contaminada. Assim, a cerveja foi entrando na vida cotidiana, tornando-se um líquido tão desejado que transformou grupos nômades em habitantes de vilarejos. Ela foi valorizada como um alimento potável e muitos trabalhadores comumente eram pagos com jarros de cerveja. No Egito, a importância da fabricação de cerveja era tal que os escribas tinham hieróglifos específicos para o termo “cervejeiro”. Alguns textos médicos egípcios chegaram a conter mais de 100 prescrições de cerveja como remédio.
 
Serviço
O quê:
Curso Homebrewer com Luiz Bernardino
Habilita a produzir cerveja em casa
Quando: 26 de janeiro
Onde: The Mug Pub Beer - Marechal Floriano, 1587
Investimento: R$ 200
Vagas limitadas

Comente essa notícia

Notícias Relacionadas | 22/01/2014 |

  • Bagé, Quarta-feira 22 de Janeiro

    Namoro sem beijo?

    por Vinícius Silva   O arrependimento do ex-vilão Félix (Mateus Solano) e a aproximação do chef Niko (Thiago Fragoso) ajudou a elevar a audiência da novela Amor à Vida, que ocupa o horário nobre da TV Globo. Além disso, o envolvimento dos...

  • Bagé, Quarta-feira 22 de Janeiro

    Ao trabalho

    por Vinícius Silva   É notável que, nas últimas décadas, a indústria fonográfica perdeu boa parte da sua força. Isso porque, a internet retirou das gravadoras e seus contratos o poder de lançamento - ou não - do trabalho dos músicos e grupos...

  • Bagé, Quarta-feira 22 de Janeiro

    Guarujá: pérola do Atlântico

    por Vinícius Silva   Belas praias e muitas opções de lazer perto da capital e do interior. A apenas 82 quilômetros da capital paulista, o Guarujá é um dos 15 municípios do estado de São Paulo considerados estâncias balneárias. Município vizinho...

  • Bagé, Quarta-feira 22 de Janeiro

    bageensesmundoafora@riveracasinoresort.uy

    Hoje, arrematando minha página desta semana, aqui por Rivera. Na vinda, um "pit stop" com direito a divino almoço no Restaurante Cumbuca, em Dom Pedrito, é claro! Muuuuito bom! Com grandes amigas, melhor ainda! Eta coisa boa. Bagé tem uma...

Clique TV
OPERAÇÃO SÃO CRISTOVAN | POLÍCIA CIVIL BAGÉ
Assista também:
OPERAÇÃO EMBOSCADA | POLÍCIA CIVIL
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

QUE o presidente Jair Bolsonaro e o vice Hamilton Mourão estiveram em Santa Maria, sexta-feira (21), isto todos sabem; eles e o governador Eduardo...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.