Folha do Sul Gaúcho | Ano 5 | Nº 1416
Siga-nos:

Notícia

Folha Saúde | Caderno: Folha Saúde

Tipos de drogas e suas consequências

Página 2

As drogas atuam no cérebro afetando a atividade mental, sendo por essa razão denominadas psicoativas. Basicamente, elas são de três tipos:
Drogas que diminuem a atividade mental – também chamadas de depressoras. Afetam o cérebro, fazendo com que funcione de forma mais lenta. Essas drogas diminuem a atenção, a concentração, a tensão emocional e a capacidade intelectual. Exemplos: ansiolíticos (tranquilizantes), álcool, inalantes (cola) , narcóticos (morfina, heroína);
Drogas que aumentam a atividade mental – são chamadas de estimulantes. Afetam o cérebro, fazendo com que funcione de forma mais acelerada. Exemplos: cafeína, tabaco, anfetamina, cocaína, crack;
Drogas que alteram a percepção – são chamadas de substâncias alucinógenas e provocam distúrbios no funcionamento do cérebro, fazendo com que ele passe a trabalhar de forma desordenada, numa espécie de delírio. Exemplos: LSD, ecstasy, maconha e outras substâncias derivadas de plantas.
Drogas e seus efeitos destruidores
Durante anos, o uso indevido de entorpecentes foi tratado como assunto restrito às áreas médica e jurídica. Hoje, o tema é um dos mais presentes nos meios de comunicação, sabemos que sua abordagem deve ser a mais ampla possível, envolvendo todos os segmentos organizados da sociedade, pois é motivo de preocupação universal.

Tipos e consequências

SOLVENTES OU INALANTES
Definição: A palavra solvente significa capaz de dissolver coisas, e inalantes é toda substância que pode ser inalada, isto é, introduzida no organismo através da aspiração pelo nariz ou boca. Via de regra todo o solvente é uma substância altamente volátil, isto é, evapora facilmente e, portanto, facilmente inalada. Outra característica dos solventes ou inalantes é que muitos deles (mas não todos) são inflamáveis. Há um enorme número de produtos comerciais como esmalte, colas, tintas, thinners, propelentes, gasolina, removedores, vernizes, etc.
Efeitos no cérebro: O início dos efeitos após a aspiração é bem rápido – de segundos a minuto no máximo – e em 15 a 40 minutos desaparecem; o usuário repete esse processo para que as sensações durem mais.
Efeitos tóxicos: As inalações constantes podem ocasionar lesões da medula óssea, dos rins, do fígado e dos nervos periféricos que controlam os músculos. Em alguns casos, principalmente quando existe no solvente uma impureza, o benzeno, mesmo em pequenas quantidades, pode haver diminuição de produção de glóbulos brancos e vermelhos pelo organismo.

MACONHA
É o nome dado no Brasil a planta chamada cientificamente de Cannabis sativa.
Efeitos da maconha: Os efeitos que a maconha produz sobre o homem são físicos – ação sobre o próprio corpo ou partes dele – e psíquicos – ação sobre a mente.
Efeitos físicos agudos: São poucos, os olhos ficam avermelhados (o que em linguagem médica chama-se hiperemia das conjuntivas), a boca fica seca e o coração dispara, de 60-80 batimentos por minuto pode chegar a 120-140 ou mais, a chamada taquicardia.
Efeitos psíquicos agudos: Os efeitos psicotrópicos dependem do tipo de maconha utilizada, e da sensibilidade orgânica de quem a usa. Para uma parte das pessoas os efeitos são uma sensação de bem estar acompanhada de calma e relaxamento, ausência de fadiga, vontade de rir. Para outras pessoas os efeitos são desagradáveis: sentem angústia, ficam aturdidas, temerosas e inseguras, trêmulas, com sudorese. Há ainda evidente perturbação na capacidade de calcular o tempo e o espaço, déficit acentuado de atenção.
Efeitos crônicos: Com o uso contínuo, vários órgãos do corpo são afetados, principalmente pulmões e cérebro.

COGUMELOS E PLANTAS ALUCINÓGENAS
O uso do cogumelo ficou famoso no México, onde era usado pelos nativos em rituais religiosos.
Jurema: é usado pelos remanescentes índios e caboclos do Brasil. Só é usado nas cidades em rituais de candomblé por ocasião de passagem de ano.
Mescal ou Peyolt: é um cacto, também utilizado desde tempos remotos na América Central, em rituais religiosos. Produz a substância alucinógena chamada mescalina. Não existe no Brasil.
Caapi e Chacrona: são plantas alucinógenas que são utilizadas conjuntamente sob forma de uma bebida, que é ingerida no ritual do Santo Daime ou Culto da União Vegetal e várias outras seitas.
Efeitos no cérebro: induzem à alucinações e delírios. Produzem efeitos muito diferentes dependendo do usuário.
Efeitos no resto do corpo: os sintomas físicos são pouco salientes, pois são alucinógenos primários. Podem aparecer dilatação das pupilas, suor excessivo, taquicardia e náuseas, estes últimos mais comuns com a bebida do Santo Daime.

COCAÍNA
Droga estimulante do sistema nervoso central, uma das mais consumidas no Brasil. A cocaína é introduzida no corpo de três formas: nasal (aspirada), endovenosa (injetada) e pulmonar (fumada).
Principais sintomas: Excitação, aumento da atividade, agressividade, ideias delirantes com paranóia, palidez acentuada, dilatação da pupila, emagrecimento e congestão nasal, tosse e expectoração escura.
Efeitos da substância: Sensação de euforia e bem estar, ideias de grandiosidade, irritabilidade, aumento da atenção para estímulos externos, prejuízo na capacidade de avaliação e julgamento. O usuário passa a falar e a mover-se com maior rapidez e não sente sono, fome ou fadiga. Com o aumento da dose: reações de pânico, paranóia, alucinações auditivas e táteis (escuta vozes, sensações de insetos andando pelo corpo).
Danos e doenças comumente associados: Perda da sensibilidade olfativa, atrofia da mucosa com rinite crônica e perfuração do septo nasal; lesão pulmonar com diminuição da capacidade de oxigenação no sangue, por fibrose intersticial. O uso endovenoso ocasiona dois tipos de complicações, não-infecciosas e infecciosas. As complicações não-infecciosas da cocaína ocorrem quando impurezas e substância misturadas para dar quantidade são injetadas. As complicações infecciosas são causadas pelo uso comum de utensílios contaminados, utilizados no preparo e na aplicação da injeção, e manipulação de seringas compartilhadas, com a contaminação sanguínea de um indivíduo para outro.
Tratamento: Nos casos mais graves, o paciente deve ser encaminhado para um serviço de emergência, pois há risco de morte, e mantido sob observação. Caso apresente delírios e paranóias, pode ser indicada medicação neuroléptica, via intramuscular.

ÓPIO, MORFINA, HEROÍNA
Principais sintomas: Estupor, analgesia, lacrimejamento, coriza, pupila em cabeça de alfinete, sonolência.
Elementos e acessórios: pó branco cristalino ou escuro, ampolas, frascos, seringas hipodérmicas e agulhas; manchas de sangue na roupa, escaras, feridas, dedos queimados, cicatrizes e abscessos no corpo.

CRACK
O crack deriva da planta da coca. É consequente da mistura de cocaína, bicarbonato de sódio ou amônia e água destilada, resultando em grãos que são fumados em cachimbos.
O surgimento do crack se deu no início da década de 80. O que possibilitou seu fumo foi a criação da base de coca batizada como livre.
O consumo do crack é maior que o da cocaína, pois é mais barato e seus efeitos duram menos. Por ser estimulante, ocasiona dependência física e, posteriormente, a morte, por sua terrível ação sobre o sistema nervoso central e cardíaco.
Devido a sua ação sobre o sistema nervoso central, o crack gera aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, dilatação das pupilas, suor intenso, tremores, excitação, maior aptidão física e mental. Os efeitos psicológicos são: euforia, sensação de poder e aumento da auto-estima.
A dependência se constitui em pouco tempo no organismo. Se inalado junto com o álcool, o crack aumenta o ritmo cardíaco e a pressão arterial, o que pode levar a resultados letais.

Comente essa notícia

Notícias Relacionadas | 23/10/2012 |

  • Bagé, Sexta-feira 23 de Outubro

    Depressão

    A depressão é uma doença que compromete o corpo, o humor, o afeto e o pensamento. Esta enfermidade não é uma tristeza, ou um baixo astral passageiro. Também não é um sinal de fraqueza ou uma condição que possa ser superada com o tempo. Sem...

  • Bagé, Sexta-feira 23 de Outubro

    Dependência, tratamentos e família

    Dependência química é sempre um tema tabu em meio à comunidade. Os profissionais da saúde a muito tentam combater esse mal que faz cada dia mais vítimas. Quando a família procura profissionais, pedindo ajuda para um filho adolescente, que está...

  • Bagé, Sexta-feira 23 de Outubro

    Drogas e a família

    É muito comum ouvirmos afirmações do tipo: eu nunca pensei que isso fosse acontecer na minha família! É claro que ninguém espera, e muito menos deseja, que um parente ou um amigo venha a se envolver com drogas. Mas, infelizmente, isto pode...

Enquete

O Ministério Público Federal decidiu nesta semana de que as propagandas de bebidas alcoólicas com quantidade igual ou superior a 0,5 graus terão horário restringido na TV e no Rádio. As campanhas publicitárias só poderão ser veiculadas entre 21h às 6h e só poderão ir ao ar no intervalo de programas não recomendados para menores de 18 anos. Os comerciais também não poderão estar mais associados a temas como esporte, melhor desempenho sexual, conduta saudável ou condução de veículos. Rótulos das marcas também sofrerão mudanças. Cada rótulo deverá conter a impressão “Evite o consumo excessivo de álcool”. O objetivo da medida é diminuir a influência da publicidade no consumo de bebidas alcoólicas por crianças e adolescentes. O jornal FOLHA do SUL quer saber se o internauta acredita que a determinação da Justiça Federal terá êxito no objetivo de diminuir o consumo de álcool pelos jovens brasileiros.

  • SIM. Com menor exposição de propagandas que apresentam imagens atraentes em seu conteúdo, poderá haver uma diminuição no consumo cada vez mais precoce de bebidas alcoólicas pela população brasileira.
    ( 68.2% )
  • NÃO. Não é com alteração nos horários de veiculação ou cartazes com frases de alerta que haverá uma diminuição no consumo de bebidas alcoólicas por crianças e jovens brasileiros. Deve-se é fomentar ações educacionais de conscientização dos problemas relacionados ao consumo excessivo e precoce do álcool, que atinjam tanto as crianças e os jovens, como toda a família.
    ( 31.8% )
Quero votar
Clique TV
FOLHA do SUL - 5 anos
Vídeo institucional que assinala os 5 anos de fundação do jornal FOLHA do SUL, comemorados no dia 28 de novembro de 2014.
Assista também:
Cinejornal 5 do Festival Internacional de Cinema da Fronteira
PUBLICIDADE
Clique Social

Coluna Social

“A vida é curta! Quebre as regras, perdoe rapidamente, beba lentamente, ame verdadeiramente, ria incontrolavelmente e nunca se arrependa de nada...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.