Bagé / RS, Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2019
Siga-nos:

Esportes

Esportes

Santos presta homenagens ao zagueiro e ídolo bageense Calvet

O Santos Futebol Clube, clube do litoral paulista reconhecido mundialmente por ter sido o time do coração do maior jogador da história, Pelé, tricampeão do mundo com a Seleção Brasileira e bicampeão mundial pelo Santos, o Rei do Futebol foi companheiro de equipe do bageense Raul Donazar Calvet, nascido em 3 de novembro de 1934 na Rainha da Fronteira. No dia 18 de fevereiro de 1960, Calvet vestia a camisa do peixe pela primeira vez, no empate em 3 a 3 diante do Sporting Cristal, no Estádio Nacional de Lima, Peru. A data foi lembrada pelo clube em homenagem a um dos jogadores mais vitoriosos de sua história, Calvet, participante do time considerado pela crônica esportiva o melhor de todos os tempos.
A homenagem, divulgada pelo Centro de Memória do alvinegro praiano e assinada por Guilherme Guarche e Gabriel Santana, destacou: “Calvet foi contratado junto ao Grêmio Porto-alegrense para jogar como quarto-zagueiro ao lado do central Mauro Ramos de Oliveira. O gaúcho jogou 217 partidas pelo Alvinegro, no período de 1960 a 1964, tendo marcado apenas um gol com a camisa do time praiano. Fez 11 partidas pela Seleção Brasileira enquanto esteve no Santos.
Na estreia de Calvet, diante do Sporting Cristal, o Santos jogou com Laércio; Urubatão, Getúlio e Dalmo; Formiga e Zito (depois Calvet); Dorval, Mario (Afonsinho), Ney, Pelé (Pagão) e Pepe. Os gols santistas foram marcados por Pagão, que entrou no lugar de Pelé e marcou duas vezes, e Pepe.
Jogador clássico, mas que também sabia matar uma jogada com alguma rispidez, Calvet iniciou sua carreira no Guarani de Bagé, clube pelo qual foi eleito presidente depois que abandonou o futebol.
Em 24 de março de 1957, três anos antes de vir para a Vila Belmiro, ele já tinha enfrentado o Santos em um amistoso do Combinado Guarany FC/GE Bagé contra o Alvinegro Praiano, em Bagé. O curioso é que a partida terminou empatada em 1 a 1, com gols de Pelé para o Santos e do próprio Calvet para os gaúchos”.
No Guarany, Raul e seu irmão, Carlos Calvet, foram vice-campeões gaúchos em 1958. Após ir para o Grêmio, ele ergueu duas taças de campeão gaúcho. Enquanto no alvinegro praieiro, onde se consagrou e eternizou seu nome na história do Santos, conquistou dois mundiais, duas Libertadores da América, cinco Taças Brasil (equivalente ao atual Campeonato Brasileiro), cinco estaduais e uma taça Rio-São Paulo. Defendeu também a Seleção Brasileira no Pan-Americano da Costa Rica. Ele deixou o futebol aos 30 anos, com uma lesão no tendão de Aquiles. Após retorno a Bagé, ele ainda atuou como dirigente e presidiu o índio guerreiro.
Quando morreu, em 29 de março de 2008, Calvet foi lembrado por ex-companheiros de clubes onde atuou, além de ter sido eternizado na calçada da fama de Santos e Grêmio, e ser considerado um dos jogadores-símbolo do Guarany FC.
 
Curiosidade
 O fanático torcedor santista Carlos, da padaria “A Santista”, conhecido como o ‘Carlinhos da Padoca’, considera Calvet o melhor quarto-zagueiro que o Santos já teve em suas fileiras e o coloca na seleção santista de todos os tempos. Carlinhos conta que Calvet, logo após seu passe ter sido adquirido pelo Peixe, foi multado pela Federação Gaúcha de Futebol por ter faltado aos preparativos para a partida contra o Farroupilha de Pelotas. Nesse período, ele era o titular da Seleção Brasileira que participaria dos jogos Pan-americanos.
 
De Calvet a ‘Calvê’ 
Calvet tinha três irmãos e uma irmã. Entre eles, o aposentado Danúbio Donazar Barbosa, que guarda consigo o tesouro da família, reunido pela mãe, acumula recortes de jornais que noticiaram a história do jogador bageense e relatou o carinho e união da família. “Nós morávamos juntos em uma casa na rua João Telles, que era nosso quartel-general, a família toda se reunia lá”, relatou. Após lesionar o tendão de aquiles ele decidiu deixar o futebol e voltou para Bagé. “Depois que ele voltou meu irmão se reunia com os amigos no clube Cantegril, onde jogava futebol e contava os causos da época de jogador, em as conversas se iam noite adentro”, comentou Barbosa. O ídolo do Guarany, Grêmio e Santos teve duas filhas, Gislaine Wolf Calvet e Sonia Calvet. Uma observação curiosa do irmão sobre a diferença de como Calvet era tratado em casa e no eixo Rio-São Paulo, era a forma da pronúncia do sobrenome: enquanto nos pampas gaudérios ele era Calvet ou ‘calvete’, em Santos, era ‘calvê’, conforme a pronúncia em francês do sobrenome do ídolo alvinegro, alvirrubro e tricolor.
 
Amigo 
Para um forasteiro residindo em Bagé desde 2015, soa estranho notar a presença ainda tão viva de um homem que morreu há mais de 10 anos. É que além de ser personagem conhecido no mundo do futebol, ele é lembrado com carinho pelos amigos. Principalmente pelo jeito matreiro com que se relacionava com várias personalidades conhecidas de Bagé. Numa feita, o mais longevo radialista brasileiro em atividade, Edgar Muza, colunista do Folha, recebeu o amigo Calvet em causo contado pelo também amigo Pedro ‘corneta’ Caldeira: “Ele chegou fazendo esparro no Ali Babá – tradicional ponto de encontro mantido por Muza, e foi repreendido pela mulher – Pare que tu tá passando vergonha? – Mulher, eu passei vergonha no Maracanã, Pacaembu e nos maiores estádios do mundo. Grande coisa passar vergonha no Muza!”, brincou. Doutra feita, indagado com malícia de que não trabalhava por ter sido jogador de futebol, ele teria respondido: “Senhor, eu fiquei frente a frente, em disputa ‘de mano’ com Garrincha. Se isso não é trabalho, nada mais deve ser”.

Edições Anteriores

Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2019 | Ano 10 | Edição Nº 2662

Busca: 20/02/2019 - Esportes | Leia também, as principais notícias da editoria, que foram destaque nas edições anteriores.
  • 20/02/2019 - Esportes

    Márcio Nunes assume Abelhão em busca de consistência na defesa e ataque

    A nova comissão técnica do jalde-negro começou os trabalhos ainda na segunda-feira, após a confirmação da saída do paulista Michel Neves do comando técnico do abelhão. Porém, teve apenas um dia para preparar o time para enfrentar o alvirrubro da Boca do Monte. É que o Esporte Clube...
  • 20/02/2019 - Esportes

    Fabrício Vianna representará Bagé no Pan-Americano de hapkido

    Neste fim de semana, o mestre de hapkido, Fabrício Vianna, faixa preta 6° dan, estará em Porto Alegre para competir no Campeonato Pan-Americano de Hapkido. O evento acontece no Ginásio de Lutas do Centro Estadual de Treinamento Esportivo (Cete), nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro. O atleta...
  • 20/02/2019 - Esportes

    Grêmio dos Subtenentes e Sargentos de Bagé promove duas competições no fim de semana

    O Grêmio dos Subtenentes e Sargentos de Bagé será sede de duas competições esportivas neste fim de semana. Nos dias 23 e 24, o 2º Torneio de Verão de Vôlei de Areia para duplas masculinas e femininas, além de duplas mistas e a disputa entre quartetos mistos. Por sua vez, no dia 24, a partir das...
  • 20/02/2019 - Esportes

    Totonho sai do Guarany e assume categorias de base do jalde-negro

    A semana começou com mudanças significativas para o abelhão. Primeiro, a troca da comissão técnica do time principal do Grêmio Esportivo Bagé. Na mesma noite de segunda-feira, durante a apresentação do técnico Márcio Nunes, uma figura conhecida da dupla Ba-Gua conversava com os dirigentes do...
AVANÇADO
| Se preferir, continue sua busca abaixo:
Clique TV
Qualidade de Vida
Assista também:
Daniel em Bagé
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

ORTODONDISTA, Mário Antonio Mezzomo atendeu na clínica do edif. Carlos Brasil sábado (16). Fui ao encontro de meu particular amigo, que sempre tem...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.